Home » Carreira: design
02 de dezembro de 2009 - 01:02
200
Pessoal

Carreira: design

Tenho recebido muitos emails perguntando sobre meu emprego, a faculdade que eu fiz, campo de trabalho e outras coisinhas ligadas à carreira. Pra não ter que responder todo mundo (pq eu tenho pavor a email! aeaheuiahea) achei que podia ser útil pra algumas pessoas se eu fizesse um post pessoal sobre o tema. Quem já tá na facul / já tá formado / não quer saber de facul, pula o post e volta pro próximo, pq esse é extremamente cansativo! hehe

Eu queria ser dentista. Simples assim, essa era minha profissão dos sonhos quando criança. Com os anos de escola eu conheci matérias como Química e Biologia e elas não gostaram de mim. aheuihaehaieh Ao mesmo tempo, eu tive computador desde cedo, fuçava muito e quando chegou a hora de escolher o técnico do colegial, fiquei com Informática em vez de Patologia. Durante esses anos eu ia muito bem nas matérias técnicas e resolvi que ia ser Analista de Sistemas. Eu comecei a fazer sites nessa época, mas não tinha vontade de fazer isso profissionalmente, queria ser programadora de softwares e sistemas.

Colegial acabou, prestei vestibular pra uma Federal e não passei. Fiz alguns meses de cursinho e quando chegou a época de vestibular novamente, folheando uma dessas revistas do assunto, encontrei lá Editoração. De acordo com a revista, a profissão consistia basicamente em cuidar do visual de publicações (como revistas, livros, sites, cd-roms, panfletos, almanaques, etc). O profissional dessa área é responsável pelo projeto gráfico, diagramação e design do produto. Me apaixonei pelo que li e achei que ia amar essa profissão, especialmente se fosse trabalhar como designer de revista, pq fazendo sites eu já brincava de fazer minha própria revista virtual.

Então eu fui procurar faculdades e vi que na época, pra paulistanos, só haviam 2 opções (imagino que agora deve ter mais coisa): Editoração na ECA-USP ou Produção Editorial na UAM. Na verdade eu não tinha noção nenhuma (pq afinal, essas porcarias de colégios brasileiros servem pra te fazer decorar “a porcaria do seno e do cosseno do pi do teorema de pitágoras”, mas não te dão nenhuma introdução à carreira!), então não sabia que podia ter cogitado outros cursos como Desenho Industrial, Design Gráfico, Produção Multimídia, Artes Visuais, etc etc etc!

Acabei indo estudar Produção Editorial na UAM e foram 4 longos (loooooooooooooooongos) anos. O curso era totalmente despreparado, a maioria dos professores sequer sabia o que era a tal da produção-editorial (e nós alunos, cansávamos de ter que explicar!). A cada mês que passava eu odiava mais o curso, mas ficava firme e forte achando que “no semestre que vem melhora”. Pois não melhorou e se tem algum conselho que eu gostaria de dar pra alguém que não está gostando do seu curso é: “Desista! Mude de curso sem medo de perder tempo. O importante é que vc goste, aprenda e se identifique com seus colegas de classe e seus professores!”. A maior parte da carga do curso era mais ligada à leitura e escrita do que qualquer coisa voltada à PRODUÇÃO e EDITORAÇÃO (oi, esse é o fucking nome do curso!).

No 2º ano eu precisei arrumar um emprego pra continuar pagando a faculdade e consegui um estágio como webdesigner em um portal universitário. O estágio só rolou pq eu já sabia fazer sites e mexer com Photoshop pq aprendi sozinha em casa. Nada, absolutamente nada visto em aula foi útil na minha experiência com o estágio. Tanto que os meus colegas de classe conforme foram arrumando emprego e estágio, arrumavam em áreas totalmente diferentes. Mas voltando ao estágio, aí sim eu comecei a descobrir do que era feita minha profissão.

O designer trabalha para os outros. Você não vai sair por aí criando as coisas lindas que você quer. Você vai atender os seus clientes, que querem coisas específicas, geralmente com uma idéia visual fixa na cabeça. Cabe a você fazer uma boa execução e ser bom de conversa pra convencer seu cliente de que a idéia (tosca) dele talvez não dê certo se executada como ele quer (do tipo “não posso fazer o seu site com fundo roxo de bolinhas amarelas e fonte verde por isso isso e aquilo!”). O estágio me ensinou muito sobre tudo, foram 2 anos onde aprendi a interpretar as idéias alheias e onde aperfeiçoei técnicas (e claro, descobri o quão sofrido é ganhar dinheiro ralando e ver ele indo embora na mensalidade da faculdade!).

Meu curso na UAM chegou ao 4º e último ano com menos de 15 pessoas na sala. Pelo que sei, apenas 4 dessas pessoas trabalham com Editoração hoje em dia. Reforço: eu odiei cada segundo do curso, cada matéria, cada prova, cada trabalho, cada (nem todos vai…) professor. Por isso, quando alguém vem feliz e saltitante me contar “EEEIII LIA! Vou fazer PE na UAM que nem vc!”, eu tremo, gelo e rezo. Eu sei que é difícil ter uma dimensão real da coisa, mas quem quer seguir essa área, faça outra coisa! Escolha um curso extremamente voltado à arte ou um extremamente voltado a comunicação. Depois vc se vira fazendo cursos técnicos bem legais em algum lugar tipo Senac. Converse com alguém que cursa o curso que vc está pensando em fazer: só essa pessoa vai poder te dizer na real como é aquele curso, aquela facul, aqueles professores, etc. Como eu queria ter feito isso! Ai ai, se eu não estivesse tão ocupada aprendendo “a porcaria do diagrama de linus pauling e das camadas eletrônicas dos atômos“, eu podia ter feito isso.

Depois de 2 outros empregos, eu fui parar na Capricho. Não chovi lá… eu fiz contato, mostrei portfolio, fiz entrevista, falei de mim, etc, até que surgiu uma vaga *perfeita* e fui a pessoa selecionada! Me lembro de ter dito numa das entrevistas que ser webdesigner eu já sabia, mas que pra mim, estar ali, era importante pq eu estava mais perto de ser design gráfica, que era o que eu sonhava até então. Estar num ambiente de trabalho vendo as outras pessoas trabalharem é muito legal pra você se encontrar, pq vc começa a descobrir como é o dia-a-dia dos outros profissionais e se coloca no lugar deles. Enfim, pode descobrir a profissão da sua vida… ou no meu caso, descobrir que o que vc almeja talvez simplesmente não seja a sua praia (byeeeee lia-designer-gráfica!). E aprende demais com os colegas! Aprende sobre assuntos que vc não esperava tipo publicidade e moda!

Já são 2 anos e meio na Editora Abril e eu fiz/faço muito mais coisas do que achava que um designer poderia fazer (graças à minha chefe, que é incrível e realmente quer ver o melhor de cada funcionário!). Pesquiso muito, dou muitas idéias, participo de cada detalhe de um projeto, palpito em conteúdo e publicidade, gerencio a marca em redes sociais, escrevo sobre tecnologia e maquiagem, dirijo trabalho de outras pessoas, crio roteiro de games e assim por diante. Cheguei num ponto, onde já nem tenho mais muita criatividade e paciência pra cumprir o papel de webdesigner em si, ou seja, produzir. Então, nada é definitivo… talvez pra um oftalmologista seja mais difícil ir se adaptando e mudando o foco da profissão, mas pra um designer são muitas as opções e, mesmo que seja trabalhoso e demorado, dá pra ir testando as coisas pra aprender a fazer o que se gosta (mesmo que pra isso você tenha que se virar e experimentar as coisas por conta própria!)!

Espero ter sido útil pra alguém aí do outro lado da tela, qq dúvida escrevam aí nos comentários que eu respondo!

PS: É sério, façam qq coisa, menos Produção Editorial! aheuihaeiuh
PS2: Não, você não vai ficar rico sendo designer…
PS3: Tem vaga de monte… mas só pros melhores! PRECISA se aprimorar e estar sempre ligado nas tendências e nas técnicas novas!
PS4: Aquele “sapo formando” foi tudo de bom né? Tava um horror esse post sem imagem! hauiehauiea

Post Anterior
Look do dia: scarpin vermelho
Próximo Post
Como Usar: Cinto
...Comentarios...
200 Comentários

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
  1. Bruna
    02 de dezembro de 2009 - 01:16

    Nossa Lia, adorei esse post! E veio bem a calhar! Estou perdida na tentativa de achar “A” profissão certa pra mim. E adorei saber um pouco mais sobre a sua formação, muito bom! Beijos!

  2. Aline Rafaelaa
    02 de dezembro de 2009 - 01:16

    Oi Lia. :)
    Eu faço Análise de Sistemas. Vou pro segundo anos e realmente nada do que eu faço em casa (pq ainda nao faço estágio) eu aprendi no curso. Se quer aprender de verdade eu tive que ir atrás e pesquisar… Pois se dependessem dos meus professores eu não sabia nada.
    Ah eu adoro fazer sites. Na semana passada eu fiz uma página em HTML de um SPA e modéstia à parte ficou lindo. ♥
    Beijão e obrigada pelas dicas! :D

  3. Vivi
    02 de dezembro de 2009 - 01:19

    Fiquei com terror de Produção Editorial agora, Lia. :O

  4. Renata
    02 de dezembro de 2009 - 01:20

    Muito bom o post!
    Será q o curso de PE continua a mesma coisa? Pq as vezes uma reformulação na grade ou a mudança de professores pode mudar o curso tb, não?
    Eu qndo comecei a fazer Design Digital, tb entrei pensando que era uma coisa e na verdade foi outra… esse foi um dos motivos de eu desistir no meio do curso.
    A melhor coisa é pesquisar muito mesmo.
    Parabéns pelo post.
    Bjus!

  5. Ana Cabeça
    02 de dezembro de 2009 - 01:20

    Lia, fui uma das pessoas que te mandou email.
    Você respondeu exatamente tudo o que eu queria… A minha escolha é engenharia de produção, uma area que voce vai sempre poder fazer tudo :D
    Mas eu sou apaixonada por fotografia, criação, edição! A minha escolha está feita faz muito tempo, mas esse ano quando fui prestar vestibular bateu aquela duvida de “é isso realmente o que eu quero?”.
    Tenho mais uma prova pra prestar, e se não der certo, o ano que vem vou procurar saber se engenharia é o que eu realmente quero/gosto.

    Obrigada por esse post.
    beijos!

  6. Sickness Purity
    02 de dezembro de 2009 - 01:20

    Meu sonho des de que comprei minha primeira capricho é trabalhar nela, ser editora ou qualquer coisa, depois descobri o site da capricho e sabia que era aquli que eu queria, faço faculdade de sistemas de informação, e assim como você, como não posso ter minha propia revista, tenho um site o Your Style (lembra que uma menina que posta la copiou as suas fotos [vergonha alheia])

    um dia ainda trabalho na capricho ^^

  7. Giu
    02 de dezembro de 2009 - 01:21

    Amei o post! Muuito verdadeiro! Leio o blog desde que ele foi criado praticamente.. =p mas acho que nunca comentei! Se comentei nem lembro! ehaiohea

  8. Pamela Niero
    02 de dezembro de 2009 - 01:24

    Por essas e outras que eu sai dessa, resolvi fazer letras no último minuto e hoje sou feliz SEM SER DESIGNER. hahahahah :S na mesma época eu ia fazer design digital na UAM…
    Parabéns! Foi o post mais realista e sincero que já li!! Achei legal seu depoimento e mostra que nem todo curso é tão bonitinho quanto no papel…

  9. Carolina Dias
    02 de dezembro de 2009 - 01:25

    ADOREI MUITÃO!! Eu faço produção Multimidia!!

    • Jéssica Caroline
      24 de julho de 2015 - 00:16

      Olá Carolina,

      Vc podia falar um pouquinho sobre esse curso? to em duvida entre esse e design gráfico, quais as diferenças? Vc ta gostando do curso?
      Bjos e obrigada :))

  10. Tati Reis
    02 de dezembro de 2009 - 01:26

    ja acabei a facul e sou da area da educacao, mas adorei o post e me interessei a ler pq eu lembro de quando vc estava na faculdade, trabalhava na playtv e quando foi pra capricho e como isso deu um salto enooorme na sua carreira, com muito esforco eh claro!!!

    adorei

    eu tenho muita vontade de falar pras pessoas q soh dizem q vc ganha tudo: – meu filho vc pode ganhar tudo isso tbm, tenha seu site linkado em sites de renome como capricho e receba milhoes de visitas por mes, aih sim vc vai pra festas e ganah um monte de brindes heuehuehe

    bjo lia

  11. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 01:28

    Ana Cabeça em 02 de dezembro de 2009 às 1:20 disse:

    Lia, fui uma das pessoas que te mandou email.
    Você respondeu exatamente tudo o que eu queria… A minha escolha é engenharia de produção, uma area que voce vai sempre poder fazer tudo :D
    Mas eu sou apaixonada por fotografia, criação, edição! A minha escolha está feita faz muito tempo, mas esse ano quando fui prestar vestibular bateu aquela duvida de “é isso realmente o que eu quero?”.
    Tenho mais uma prova pra prestar, e se não der certo, o ano que vem vou procurar saber se engenharia é o que eu realmente quero/gosto.

    Obrigada por esse post.
    beijos!

    o impotante é que se vc começar o curso e não estiver gostando, MUDE! Parece a pior coisa do mundo, dinheiro e tempo jogados fora, mas acredite, a pior coisa é vc se sentir obrigada a cursar um curso péssimo.

  12. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 01:30

    Sickness Purity em 02 de dezembro de 2009 às 1:20 disse:

    Meu sonho des de que comprei minha primeira capricho é trabalhar nela, ser editora ou qualquer coisa, depois descobri o site da capricho e sabia que era aquli que eu queria, faço faculdade de sistemas de informação, e assim como você, como não posso ter minha propia revista, tenho um site o Your Style (lembra que uma menina que posta la copiou as suas fotos [vergonha alheia])

    um dia ainda trabalho na capricho ^^

    eu sempre achei que trabalhar na capricho era um sonho distante, que eu só ia conquistar com mtos anos de carreira.
    mas a coisa aconteceu antes do q eu imaginava!!!
    Se vc quer, ACREDITE!

    Eu passava na frente do prédio da editora abril e dizia “é aí que eu vou trabalhar” ;)

  13. Gabriela Baesso Nola
    02 de dezembro de 2009 - 01:31

    :O
    esse post veio na hora ceeeerta! estava falando agora mesmo com uma amiga sobre qual carreira quero seguir quando me formar. estou cursando artes visuais e assim como você, já quis fazer algo relacionado à informática e afins! e uma coisa é certa: escolha a sua profissão de acordo com o que você acha que é bom p/ você e se não estiver gostando, MUDE! eu mudei de curso e não me arrependo nem um pouco! as tuas palavras só me serviram de incentivo e apoio, mas uma vez, mostrando que só quando queremos de verdade é que vamos pra frente! Te acompanho na capricho e há um tempinho aqui no blog e eu aaaamo! parabéns pelo sucesso! beijo

  14. Moema
    02 de dezembro de 2009 - 01:33

    Lia parabéns pela iniciativa de mostrar como funciona a carreira de design, concordo com vc quando diz que as escolas não estão preparadas para orientar os alunos nas escolhas profissionais posteriores.
    Antes de optar por Letras eu pensei seriamente em fazer desenho industrial, arquitetura, enfim áreas que pudesse explorar um pouco da minha criatividade… Só que a matemática e a física não simpatizaram com a minha pessoa e acabei optando por Letras msm com a intenção de estudar comunicação depois.
    Acredito que o maior problema de um profissional de designer seja a inconstância do salário (Já que a maioria trabalha como freela), e a falta de reconhecimento do curso pelo mec e o melhor a flexibilidade de horário de trabalho (o que é relativo caso trabalhe para uma empresa).
    Pretendo fazer um curso técnico de design em breve e este post me incentivou ainda mais.

  15. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 01:33

    Tati Reis em 02 de dezembro de 2009 às 1:26 disse:

    ja acabei a facul e sou da area da educacao, mas adorei o post e me interessei a ler pq eu lembro de quando vc estava na faculdade, trabalhava na playtv e quando foi pra capricho e como isso deu um salto enooorme na sua carreira, com muito esforco eh claro!!!

    adorei

    eu tenho muita vontade de falar pras pessoas q soh dizem q vc ganha tudo: – meu filho vc pode ganhar tudo isso tbm, tenha seu site linkado em sites de renome como capricho e receba milhoes de visitas por mes, aih sim vc vai pra festas e ganah um monte de brindes heuehuehe

    bjo lia

    Qq hora eu vou precisar fazer um post nesse estilo, mas falando de blog, exatamente por causa desse motivo. As pessoas perguntam como fazem pra ganhar alguma coisa e eu me pego lembrando de qdo eu conectava de madrugada na internet discada pra atualizar site e blog, do trampo e das horas gastas diariamente durante esses 10 anos de blog…. ai ai :)

  16. Evandro F.
    02 de dezembro de 2009 - 01:40

    Ufa acabei… rsrs bom ficar sabendo um pouco da sua vida ;-) bem legal

  17. Sabrina
    02 de dezembro de 2009 - 01:49

    Liaaa.. querida.. oie… td bom? adorei o seu textooo sobre a sua profissão.. Então… eu sou uma webdesigner (principiante)… Ja tenho um site (dos meus idolos) no meu curriculo – ta ai na url – E a minha história é mais ou menos parecida com a sua.. Eu também fiz UAM … fiz 3 cursos na vedd e nao gostei de NENHUM… fiquei mudando… no terceiro era Desing Digital… Dai larguei no 2º ano… E estou feliz… sério… Estou realmente afimzona de fazer cursos técnicos no Senac ano que vem… Ja estava ensaiando… E quem sabe um dia eu terei minha empresa de Web/Fotografa q eu sempre quis… rsrsrs …
    Sempre visito o seu site.. E ele cont. lindaooo.. hehehe..
    Bjimm flor..
    Sabrina…

  18. Bruna Costenaro
    02 de dezembro de 2009 - 02:22

    Bom eu axo q foi, alias é extremamente importante que as meninas saibam que ser design não é ser como vc, vc se aprimorou, foi além da profissão, e hj dá pra dizer q é quase uma reporter (como vc definiria sua atual profissão rs?)
    O design é diferente, é aprender a se frustrar qd vc passa horas para um cliente fazendo um logo fofo, e ele diz não nada disso e pede o maior absurdo q já vi rs, é não ter perspectivas de trabalhar minimamente no software q aprendeu (sim fui contratada no meu passado pra trabalhar no senai, e ai pensei eba vai ser ótimo, e ai? Ficava fazendo apostilas deles onde? Word 95 =P)…

    Mas pra quem gosta e tem disponibilidade é um profissão colorida e que abre portas para a criatividade dentro do possível hehehe…

    Eu hj faço psicologia, mas tenho um pé em design pra sempre, meu corel (nha não não gosto de illustrator rs) e meu photoshop seguem firmes hehehe, e eu sei q assim como eu vc passou por td isso e como eu tb mudou de rumo hehehe

    Boa quartaaaaa
    Miquilissssss

  19. Dani
    02 de dezembro de 2009 - 02:48

    Poxa, vim dar os parabéns por esse post, agradecer e acabei falando bastante sobre mim.. só que não coloquei email e perdi tudo que digitei! =(

    Poxaaaaa… =((((((

    Mesmo assim, obrigada, Lia, amei seu post.

  20. nathie
    02 de dezembro de 2009 - 03:45

    vc inspira muito as pessoas, e o melhor de tudo, gosta de mostrar tudo o q sabe.. normalmente as pessoas só penam em si e no seu proprio sucesso e vc ta ai, disposta a dividir tudo o q sabe com todo mundo, e isso é virtude de pouquissimas pessoas! parabens lia, vc merece tudo o que conseguiu!

  21. danielle
    02 de dezembro de 2009 - 03:48

    oi liaaa, post bacana demais! Eu comecei fazer publicidade, que é muito bacana. Depois mudei pra marketing e descobri que lá é beeeem mais bacana! Pq? Primeiro o marketing tem que saber de propaganda pra autorizar ou não uma campanha! (claro q na pratica não é tão simples, mas enfim.) somos nós que pesquisamos o público e seus gostos então sempre estamos mas antenados. A diferença para PP é que a criação e os créditos são deles… Nem tudo são flores! Mas dá pra se especializar na área, por exemplo, eu curto moda e revista. Então vou fazer pós em moda e adiveeeenha? Produção Editorial! Kkkkkk pra especificar msm! Sem contar outros cursos como corel, photoshop, Indesign (esses já fiz) fotografia, web (esses tô enrolando!) pq conhecimento nunca é demais neh? E se vc não for bom, saber um pouco de tudo e TUDO da sua área, outro vai ser e tomará seu lugar! Então Bjos Lia. Parabens por seu esforço!
    SUCESSSSOOOOO!!!
    P.S. As vezes me bate um desespero pq BH é uma cidade meio que sem campo pra que estuda nessa área e digo vou pra sampa! Kkkkkkk mas aí penso de novo, já que aqui não tem ninguém (quase ninguém) e tdo mudo q é bom vai pra sampa, vou ficar aqui e ser alguém aqui…. Ufa, dá lhe utopia! Kkkkk sou assim msm uma mulher de fases, mas uma coisa é certa, vou tentar aqui, se não der mudo pra aí! Kkkkkk
    Agora sim Bj Bj

  22. Ericka
    02 de dezembro de 2009 - 04:35

    Muito bom o seu post, Lia. Ajuda a esclarecer bastante quem está nessa fase de escolha, prq o mundo universitário não é isso tudo mesmo…
    Eu cursei Design Grafico, um curso relativamente novo na faculdade que eu fiz (eu fazia parte da 4ª ou 5ª turma de lá);
    Agora o curso já foi tão reformulado, tão melhorado que já me deu vontade de voltar ao inicio do curso de novo T_T ainda mais que ele vai se “transformar” em bacharelado (antes ele era tecnologo superior) e ter mais 1 ano de curso.

    Mas ao mesmo tempo ando tão desiludida que não dá vontade de fazer nada mais, tô meio desatualizada e desempregada (filha pequena pra cuidar) e consequentemente, desanimada. T_T

    sei lá, tô perdida novamente e me sinto velha pra começar algo novo.

  23. Natalia
    02 de dezembro de 2009 - 05:41

    Oi Lia!
    Gostei muito do seu texto… Só tenho uma observação: faculdade é só para se ter um diploma mesmo, pq vc não aprende NADA

  24. Verônica Mancini
    02 de dezembro de 2009 - 07:08

    Lia, PARABENS! O post está ótimo! Eu felizmente tive sorte na escolha da faculdade. Design Gráfico na Belas Artes! RECOMENDO! Estou no sexto semestre e a melhor parte do meu dia, é quando estou a caminho da faculdade. Mas como nada são flores, eu odeio meu trabalho. A vdd é que o mercado não sabe o que É um Designer, e as pessoas que se dizem são meramente MICREIROS… um Designer não é meramente rato de computador que devora software… um Designer é feito pra pensar, criar, atender necessidades, traduzir aquele “faz uma coisa CRIATIVA pra mim, por favor” em “nosssaaaa, era EXATAMENTE isso que eu queria!” e isso não é NADA fácil, precisa MUITO mais que saber alinhar no Illustrator para ser um Designer de qualidade. Ano que vem me formo, e ainda tenho fé que acho um emprego onde serei tão feliz quanto sou na faculdade. Esperança…

    Parabens novamente pela iniciativa!
    Bjooo

  25. Bianca Moralez
    02 de dezembro de 2009 - 07:14

    Amei suas dikas!
    é mto bom conhecer alguém que já tenha feito tal coisa e opine sinceramente, normalmente quando passa o tempo, a pessoa que fez fala ‘aaa…foi boom sim’, mas nunca a vdd..hiheuheiueh

    eu penso em fazer alguma coisa referente a Desenho, arte!
    gosto de pintar, desenho bem….acho que tem tudo a ver comigo.

    mas…como agora não dá..só estou pesquisando…

    e outra que eu AMARIA fazer (e vou fazer) é hotelaria e turismo..sempre me interessei! mas esta seria só por prazer mesmo…

    Beeeijos :D

  26. Pam
    02 de dezembro de 2009 - 07:19

    Gostei muito do post, principalmente porque me identifiquei bastante com o começo da “história”, eu também fiz colegial técnico em informática, e também tinha outras opções como patologia e química xD
    É fato, colégio não te dá a mínima noção de carreira, e nem a mínima noção do que é faculdade. Tudo que sei de webdesign e de softwares tbm aprendi sozinha, e hoje tô na sua fase antes da Capricho: em busca da vaga perfeita! hahahaha
    Tô doida pra achar um emprego onde eu aprenda com as pessoas a minha volta, pq hj sou eu aqui, sozinha, com uma chefe que, diga-se de passagem, como chefe é uma perfeita atriz ¬¬
    Graças a Deus to cursando uma boa faculdade, num curso com o qual me identifiquei, to sentindo que isso realmente faz a diferença :)

    E realmente ser designer não é fácil, mas discordo da parte que você não fica “rico”, ficar fica, mas só depois de ralar e batalhar muuuito! rsrsrsrs

    Gostei do post, Lia, acho que vai ajudar bastante gente que tá nessa fase saindo do colégio e prestando vestibular :)

    Beijocas

  27. Ju Mary
    02 de dezembro de 2009 - 07:24

    huahuahauahua… lia, vc sabe q eu fico assustada qdo vejo vc falando do curso assim… hhauahuahuaa…

    mas, realmente, a parte de design é beeeem fraca. aliás, toda a parte prática do curso é fraca… só tem um detalhe: tenho uma amiga que fez desenho industrial pq queria ser designer gráfica e tb se arrependeu. acabou fazendo o tecnológico da panamericana para aprender a mexer nos softwares… quem quer dominar os softwares, tem que fazer senac e técnico msm… não adianta fazer bacharelado, porque aí vai ter que aguentar matérias teóricas como “história da brasil” (ahn?) e “semiótica do texto” (deus me livre!), entre outras coisas super malas, né? vc sabe… huahauhauahua

    para mim, que queria trabalhar com texto, em especial com livros, o resultado final foi positivo. isso pq, durante a facul, não tive a chance de fazer nada ligado à área, tava na turma dos estágios “quase lá”, mas qdo entrei na editora, vi que realmente tinha aprendido alguma coisa que prestava. sim, eu sabia como era a produção editorial e podia auxiliar no processo…

    agora, curiosamente, a matéria q mais me ensinou alguma coisa (e que mais me é útil no trabalho) foi… marketing! huahahaua… tb achei q seria designer gráfica e fotógrafa, e a facul e o trabalho só vieram me provar que NUNCA serei nem uma coisa, nem outra, huahuahuahua… :P

    ainda bem q a gnt pode migrar com facilidade para diferentes áreas!!! :D

  28. Pam
    02 de dezembro de 2009 - 07:24

    Ah, e faço coro com as meninas acima, designer não é rato de computador, é feito pra pensar, pensar muuuito, aplicar tudo que aprendeu e dar o melhor de si na hora de criar um projeto :D

  29. Mariely
    02 de dezembro de 2009 - 07:42

    Lia, amei o post, suas leitoras agradecem a dedicação q vc teve para fazê-lo =D
    Eu dou o mesmo conselho q vc dá, tenho amigos que querem fazer publicidade e propaganda e eu digo pra eles, não, vai fazer um curso mais específico, Só que no meu caso, eu amei o curso, foi mto legal, mas hoje vejo q o melhor é vc se especializar em alguma coisa, tipo design, ou multimídia, é que há alguns anos atrás não tinha tantas opções como tinha hoje né?
    e que bom q seu trabalho não é todo-santo-dia-a-mesma-coisa, eu enjoaria rapidinho, gosto de coisas diferentes e desafios a cada dia.
    Agora vem cá, vc já tá pensando em uma pós-graduação?

  30. Karem Kuba
    02 de dezembro de 2009 - 07:43

    Oi, Lia. Parabéns pelo seu post. Faço Letras, pensava que seria super fácil trabalhar com redação em revistas. Me enganei, meu curso é totalmente voltado para educação, e as vagas para esta área só contratam gente de Jornalismo e Marketing, mas não tive coragem de desistir, realmente, eu deveria ter largado o curso… agora que estou no último ano trabalho com Áudio Visual, mas não gosto não… precisava me aprimorar… bjs

  31. Cássio Diniz
    02 de dezembro de 2009 - 07:44

    Conheci a Lia na época que ainda eramos estudantes de Produção Editorial. Ela na UAM e eu no UniBH. Lembro que na época trocavamos várias idéias sobre a área de comunicação. Cheguei a fazer uma embalagem de shampoo da Hello Kitty com o nome de Just Hello Kitty, em homenagem à Lia.

    Hoje fico feliz em ver o site dela bombando cada vez mais, vários seguidores no twitter e tal…

    Mas ao contrário da Lia, adorei o curso de PE, cada trabalho, cada aula, foi tudo muito bom! Sei que o curso tem variações enormes de uma faculdade para outra, mas o ponto comum é que realmente ainda é um curso desconhecido. Muita gente me perguntava o que era e eu tinha até uma resposta padrão pra todos.

    Um beijão Lia, continuarei sempre te acompanhando virtualmente…

  32. Cih
    02 de dezembro de 2009 - 07:44

    Eu li porque fiquei curiosa em saber sobre sua carreira. Eu segui quase a mesma linha que você. a diferença é que eu me encontrei em Análise de Sistemas só depois que terminei o curso. É uma pena mesmo a pouca orientação que recebemos para iniciar algo tão importante: a carreira.
    Kiss

  33. Mariely
    02 de dezembro de 2009 - 07:44

    Ju Mary em 02 de dezembro de 2009 às 7:24 disse:

    huahuahauahua… lia, vc sabe q eu fico assustada qdo vejo vc falando do curso assim… hhauahuahuaa…

    mas, realmente, a parte de design é beeeem fraca. aliás, toda a parte prática do curso é fraca… só tem um detalhe: tenho uma amiga que fez desenho industrial pq queria ser designer gráfica e tb se arrependeu. acabou fazendo o tecnológico da panamericana para aprender a mexer nos softwares… quem quer dominar os softwares, tem que fazer senac e técnico msm… não adianta fazer bacharelado, porque aí vai ter que aguentar matérias teóricas como “história da brasil” (ahn?) e “semiótica do texto” (deus me livre!), entre outras coisas super malas, né? vc sabe… huahauhauahua

    para mim, que queria trabalhar com texto, em especial com livros, o resultado final foi positivo. isso pq, durante a facul, não tive a chance de fazer nada ligado à área, tava na turma dos estágios “quase lá”, mas qdo entrei na editora, vi que realmente tinha aprendido alguma coisa que prestava. sim, eu sabia como era a produção editorial e podia auxiliar no processo…

    agora, curiosamente, a matéria q mais me ensinou alguma coisa (e que mais me é útil no trabalho) foi… marketing! huahahaua… tb achei q seria designer gráfica e fotógrafa, e a facul e o trabalho só vieram me provar que NUNCA serei nem uma coisa, nem outra, huahuahuahua… :P

    ainda bem q a gnt pode migrar com facilidade para diferentes áreas!!! :D

    Odiei semiótica na faculdade (publicidade)!! mas acredita que eu faço técnico agora (informática) e tem a maldita da semiótica?!!?! hahahhaa

  34. Cintia
    02 de dezembro de 2009 - 07:53

    muuuuuito bom messsmo esse seu post, super pessoal, adorei como vc coloca a descrição e sua opinião sobre essa área.

    quando falo que sou designer, muita gente (de fora), acham que é só ‘glamour’, e devem pensar que a gente ganha horrores, haihauhiaaa.. Mas uma coisa que sempre falo é: a gente não corre o risco de matar alguem (diretamente) como a profissão de medicina, mas… tb não trabalhamos com receita de bolo, já que não é uma ciencia exata, e sim com ‘criação’, é subjetivo.

    aaah ótima sua sugestão sobre desistir do curso que a gente não está curtindo!!!!
    eu fiz exatamente isso, antes de optar pelo design gráfico, havia optado por moda…. e desisti logo no primeiro ano, e acho que foi a melhor coisa que eu fiz =)

  35. Elaine
    02 de dezembro de 2009 - 08:00

    Amie o post mesmo não sendo a minha praia, mas mostra que não basta ser bonita, popular ou o que seja, tem que ser BOA mesmo! e vc é!
    Parabéns! a Capricho fez uma excelente escolhaa!

  36. ***Dry***
    02 de dezembro de 2009 - 08:05

    ufa… ate cansei lendo o post!
    muito legal Lia.. vc fazer um post relatando tudo isso…

    e eh verdade.. o sapo ficou léeendo rsrsrs

  37. maria renata
    02 de dezembro de 2009 - 08:16

    realmente, desista de ser rico! e prepare-se também pra esquecer aquele cinema que vc marcou de noite, após o expediente, simplesmente porque o cliente precisa de alguma coisa pro dia seguinte e vc vai madrugar no trampo. sim, às vezes vc não terá vida, mas é uma recompensa enorme ver algo que vc fez circulando pela cidade. não tem preço! é bom passar essa realidade pra quem pensa em seguir carreira nessa área. não basta saber o software, tem que ter conceito, pesquisa, tem que entender das tendências. muita gente acha que a gente é vagal porque passa o dia sentado na frente do computador, mas ah, se soubessem metade do que passamos e o quanto temos tendinite! hahahahaha :D

    hoje sou pós-graduada em design gráfico, depois de ter passado por duas faculdades (publicidade e propaganda e design gráfico). adoro estudar, adoro pensar a minha profissão e suas mil e uma possibilidades, mas também adoro estudar, que é bem importante nessa área.

    parabéns pelo post, lia, ótimo! beijos.

  38. Anne
    02 de dezembro de 2009 - 08:20

    Muito bom poder conhecer sua trajetória e assim compreender melhor essa área, as pessoas veem o seu blog e pensam que tudo é fácil, que tudo caiu do céu e que você nada mais é que uma pessoa muito sortuda, espero que não só as interessadas no ramo leiam esse posta, e sim todas suas leitoras, para verem que por trás da Lia bem sucedida existe muita dedicação, trabalho, capricho (literalmente) e esforço! Ou seja muito mais motivos para te admirar ainda mais, se bem que eu acredito que muitas vão pular esse post, afinal como você sempre diz: as pessoas não leem! Imagina um post desses então! Só com o sapinho se formando como figura? Ao menos as mais interessadas isso foi de grande valia! Sou sua fã, parabéns por todo sucesso!

  39. Michelli
    02 de dezembro de 2009 - 08:34

    LIA!!! Adorei seu post! Também tinha curiosidades sobre sua vida/carreira ^^
    Curso Design Gráfico e agente mais sabe que não é só a faculdade que faz o proficional, agente que se faz né? Sonho em trabalhar na área de revistas, estou tentando, esse ano acho que meu TCC será sobre diagramação de uma… acho super divertido essas coisas, mas nem pensei em editoração. Mesmo porque também adoro fazer ilustrações ^^ ai o design conseguiu abriu um leque de possibilidades pramim, e está sendo dificil entrar em uma pazinha desse leque. Como essa profissão é versátil!!!!! kkk temos que ser versáteis também ne?
    Bjs lia

  40. Mari Matsumoto
    02 de dezembro de 2009 - 08:38

    Oi Lia!!! Amei o post e amei saber um pouco mais da sua história!!! Pois é, nem sempre a carreira com a qual sonhamos é a ideal, né? Eu queria biologia, me formei em arquitetura, porém, a aula que mais me agradava no curso era a aula de programação visual. Hoje tenho um escritório (“pequena empresa” eheheheh) de webdesign e programação visual e amo o que faço!!!
    Beijossss

  41. Jackie
    02 de dezembro de 2009 - 08:39

    EEEE BRIGADAAA!!! ♥”
    Te mandei um e-mail chato perguntando e vc deu 1001001 dicas, amei! Eu amo escrever, amo blog, amo designer, amo publicidade e já tava quase fazendo PE, mas com esse post acho q vou pensar muito, pesquisar muitos cursos, ver SENAC, (e me arrepender pq surgiu uma oportunidade p/ mim fazer web designer e eu escolhi inglês que tb eh uma boa)
    Vou pesquisar vou decidir e MUDAR se eu não gostar!

    Te mando um beijo super especial e um obrigada por vc gastar seu tempo pra escrever um post enorme p/ um monte de mina q vc nem conhece! =D

    Amei!

  42. Juhjuh
    02 de dezembro de 2009 - 08:40

    eu adoro ler posts sobre isso, pq apesar de eu curtir a minha faculdade eu nao penso em ser designer grafica
    nao sei pq! acho q nao sirvo pra atender os gostos dos clientes sabe?
    sou mt artista msm,devia ir fazer artes plasticas HAHAHA
    mas ser webdesigner eu até curto mais…
    entao li seu post msm sendo uma quase formanda (ano q vem!) pq ainda tenho milhoes de duvidas quanto a minha carreira e o q irei fazer da vida

  43. Natie
    02 de dezembro de 2009 - 08:40

    Oie!

    Lia, adorei o post! Estou praticamente na mesma situação que vc esteve. Eu realmente gosto dessa área de webdesign, mas me viro sozinha fazendo freela e aprendendo tudo na marra. De fato, não dá tanto dinheiro assim e a gente tem que ralar pra caramba.
    Mas faço faculdade de Sistemas de Informação e é a mesma situação: ninguém sabe direito pra quê serve o curso porque as áreas que ele abrange são muitas e a gente fica meio perdido entre programação, administração e as partes afins que sempre surgem.
    Mas a sua dica foi importante… Embora eu não tenha coragem de mudar de curso (é preciso garantir um pouco de sustento pro futuro), vou manipulando tudo até conseguir chegar em um lugar que me agrade 100%… Adorei seu post!

    Beijos!

  44. Yokohama
    02 de dezembro de 2009 - 08:43

    Ótimo post Lia! Eu também tenho uma história complicada. Por amar o desenho queria fazer design gráfico ou desenho industrial. Como em minha cidade não tinha e não podia ir para fora, acabei fazendo ciência da computação (achei que só pq gostava de computador devia ser programadora hihi, mas amei o curso). Ainda no curso descobri que gostava muito de web design e apredi photoshop sozinha (o que me salvou na monografia). Hoje ainda não tenho emprego fixo, mas trabalho como web designer e ilustradora freelancer (desisti da idéia louca de fazer concurso só por dinheiro).
    Só não concordo totalmente com uma coisa que você escreveu: “O designer trabalha para os outros.” – está certo em parte, mas acho que um designer também deve dar atenção à projetos pessoais, essenciais para desenvolver abilidades e um estilo próprio.
    Parabéns pelo sucesso!

  45. Vanessa
    02 de dezembro de 2009 - 08:44

    Eu, sem criatividade total, não aguentaria um dia no seu lugar. hahaha

  46. Grazi
    02 de dezembro de 2009 - 08:49

    Nossa ..
    post perfeito!!

    Parabéns!!

  47. Michelle
    02 de dezembro de 2009 - 08:50

    Hahaha!

    Tá bom, nunca farei PE! :P

    Muito legal o post Lia!

    Beijos!

  48. Giu
    02 de dezembro de 2009 - 08:56

    Aaaaaaaaaaah, Lia. Não fala assim de Produção Editorial. Eu fiz PE na UFRJ, então não posso dizer nada sobre o curso da UAM, mas acho que a questão é mesmo pesquisar muito antes de decidir qual faculdade fazer, ir às aulas, procurar as ementas das matérias etc etc. Eu fiz PE e, apesar dos pesares (que existem em qualquer faculdade, de qualquer área), gostei bastante do curso. Além disso, seu foco sempre foi na área de Web – e o foco clássico dos cursos de PE são as mídias impressas, jornais, revistas e principalmente livros. Hoje trabalho numa graaaaande editora, fazendo livros ótimos e me divirto à beça – e PE foi SUPER importante para isso.
    Fiquei triste de vc falar “Não façam Produção Editorial”, pq muita gente pode achar que esse conselho se aplica a todos os casos, a todas as vocações etc. Afinal, não é porque vc teve uma experiência ruim que o curso e a profissão sejam uma porcaria!
    O conselho que eu sempre dou quando pessoas mais novas vêm me perguntar sobre PE é: qual área vc tem interesse? Texto ou produção gráfica? Design de capa, ilustração, diagramação, sites? Você se vê trabalhando numa editora de livros, de revista ou em um escritório de publicidade/ design? Pq existem muitos cursos “limítrofes”, que são conectados e aparentados – eu, por exemplo, fiz PE mas puxei várias matérias tanto de Letras quanto de Design Gráfico. O importante, acho eu, é pesquisar muito antes de decidir…
    Mas em uma coisa eu concordo com vc: “Se vc não está gostando do seu curso, não tenha medo de mudar!” Eu comecei a fazer História na UFF e odiei, odiei tudo, tinha vontade de morrer… Quando comecei Comunicação na UFRJ, vi que tinha acertado de segunda – e acertar de segunda, de terceira, de quarta, de nonagésima não é vergonha nenhuma!
    Bjo e desculpa o comentário giga!

  49. Bárbara
    02 de dezembro de 2009 - 08:59

    Eu adorei o post Lia! Cada dia que passa, tenho mais certeza que nasci pra Webdesign, mesmo não tendo nenhuma certificação. Estou cursando técnico primeiro, e recebo muitos elogios de professores dos meus trabalhos, pretendo fazer Design Digital por enquanto, mas ás vezes eu caio pro lado de Publicidade, Midias e etc xD Foi bom ter uma noção de alguém que já trabalha na área ^^

    Beijos Lia!

  50. Bib's
    02 de dezembro de 2009 - 09:36

    Adorei o post para saber um pouquinho mais da sua historia!
    Bjs!!!

  51. Nayara
    02 de dezembro de 2009 - 09:40

    Amei o post… acho que é esse tipo de experiência que esperamos que os blogueiros bem sucedidos compartilhem, até porque tem horas que esse negócio de futuro parece tãão difícil!!!

    Tô apresentando meu trabalho de conclusão de curso hoje a noite, depois disso viro oficialmente mais uma Relações Públicas recém-formada. Ou melhor, comunicóloga, porque admito que também não sou tão fã assim do curso que faço, ou pelo menos da parte “engomadinha” que tentam impor no meu curso aqui na UEL! Quero trabalhar com internet, também, de algum jeito, tanto que fiz meu TCC sobre relacionamento por meio das mídias sociais, monitoramento, etc. Também comecei a fazer sites desde cedo, primeiro no negócio que tinha de fazer sites no netscape, depois no dreamweaver e umas coisinhas em flash, daí aprendi html meio por conta própria e hoje mexo no CSS na base de tentativa e erro! Sempre fui meio nerd (a maioria dos meus amigos lembra até hoje que fui eu quem levou todos para o orkut..) mas até pouco tempo não via isso como uma alternativa profissional, talvez porque nunca tenham me dado orientação nenhuma a respeito!!!! Que raiva. Como gostava de escrever e era inquieta com tentar entender o que as pessoas realmente buscavam, acabei indo fazer RP. Agora estou só esperando acabar essa loucura toda pra me matricular num curso profissionalizante de WebDesign que tem na ENG, e provavelmente fazer alguma pós em Mídias Digitais. Claro que quero TRABALHAR com isso também, deve ser a melhor maneira de se encontrar! Aqui em Londrina não vi muitas alternativas profissionais de entrar na área, mas mesmo assim continuei fazendo as coisas e aprendendo pelo menos pra mim… agora estou indo pra Curitiba e espero ter mais chances!!! Rs.

    Ah, Lia, não sei se tu lembra mas no post sobre o Curso Abril falei que na pergunta sobre onde tinha visto sobre o curso coloquei como se fosse tua indicação pelo blog. Hehe! Fui chamada pra entrevista, até deixei recadinho no Twitter perguntando se ia de sapato ou de allstar (no fim fui de sapato hehe), mas acho que tu nem viu. =p Enfiiim, fiz a entrevista, pra Mídias Digitais mesmo, achei o Edward bem bacana, agora tô aqui ansiosa aguardando o resultado!!! Quero taaanto que dê certo! =)

  52. Laís
    02 de dezembro de 2009 - 09:43

    Mesmo não tendo pensado em fazer editoração esse post veio muuito a calhar na parte onde você diz que é pra procurar saber com pessoas que fazem e já fizeram o curso,é bom eu começar a fazer isso o quanto antes! oiaehoiaeha
    Ps: Adorei o sapo! *-*

  53. Marília
    02 de dezembro de 2009 - 09:43

    Oi Lia, sempre leio seu blog, mas nunca comentei por aqui… adorei seu post, me identifiquei muito! Legal sua atitude de falar sobre o curso e a profissão, mostrar que nem tudo é maravilhoso! Concordo que as escolas deveriam se preocupar mais em mostrar como é o mundo lá fora, as profissões, o mercado de trabalho… Eu tb sou Designer (formada de DI no Mackenzie) e tb trabalho na Abril (Publicidade). Assim como você eu passava na frente e falava “Aqui que quero trabalhar”, pensando na área de editoração. Minha carreira acabou tomando o rumo das agências de comunicação, mas depois de anos eu não agüentava mais! Apesar de amar o ambiente de agências, eu não tinha mais vida nem aos finais de semana, não ganhava muito e ainda não era tão reconhecida pelo meu trabalho, (justamente pq o cliente é quem manda!). Além de esbarrar com muita gente (de planejamento) nariz empinado querendo passar por cima, achando que só eles são os criativos e bons! Até que surgiu a vaga *perfeita* na Abril (eu já não pensava mais em editoração) e depois do longo processo seletivo aqui estou eu! E amando! E um dos motivos que adoro é que vejo como outras pessoas/áreas trabalham. Assim comecei a me interessar mais por marketing e aos poucos consigo ver minha carreira um pouco mais definida e planejada. (Só um pouco, acho que tenho muito pra aprender, descobrir e me interessar ainda! hahah).

    Parabéns pelo blog e por sua conquista merecida!

    Beijos

  54. Carol
    02 de dezembro de 2009 - 09:53

    Olá Lia, tudo bem?
    Eu lí seu post e olha eu adorei, mesmo sabendo que foi difícil a su jornada p/ chegar aonde vc chegou, tenho certeza de que com a garra e força de vontade que vc tem, um dia vc irá chegar muito mais além do que chegou hj, eu sou fã do seu trabalho, acompanho seu blog há muito tempo e vejo quanta disposição vc tem em manter o seu blog e ainda trabalhar, o que não é nada fácil, eu sou formada em Letras há 7 anos e até agora só trabalhei em escolas dando aulas mas já faz um tempo que eu parei pq p/ mim não dá mais certo e desde então eu venho tendo um gosto enorme por Design, principalmente pela carreira de Webdesign, tenho um projeto em montar uma empresa de webdesign junto com meu marido, esse ano estava fazendo um curso de webdesign mas a escola onde eu fazia estava fazendo coisas erradas com todos os alunos, eu pagava meu curso e não tinha aula aí eu entrei com processo e ganhei e tive que infelizmente parar com o curso mas pretendo continuar no ano que vem, se Deus quiser, pelas dicas que vc deu eu entendi que o caminho não será fácil p/ mim caso eu o siga mas sabendo disso sei que a minha força de vontade me levará a conseguir o que quero.
    Lia, só queria te pedir uma dica, se vc puder me ajudar é claro, estou em busca de um nome p/ minha futura empresa de webdesign, no momento tenho um nome em mente o qual seria By Carol, o que vc acha? vc poderia opinar sobre esse nome ou então me dar uma dica sobre?
    Bjs e obrigada!
    Uma ótima semana p/ vc!

  55. Evy
    02 de dezembro de 2009 - 10:05

    eu estou fazendo design gráfico e estou apaixonada pelo curso, tem tantaaas coisas legais!!

  56. Camila C.
    02 de dezembro de 2009 - 10:05

    Lia, leio seu blog TODOS OS DIAS, desde sempre, assim como outros blogs (eucapricho, shopaholic, borboletando, fake-doll, etc.) eu amoo profissões glamourosas, adoraria ser comissária de bordo, mas, desde que conheci o seu trabalho e o das meninas dos outros blogs eu achei que ser web designer é uma PROFISSÃO GLAMOUROSA, resumindo: tenho 16 anos, estou na 2ª série do EM, e eu adoraria criar blogs, sites e afins, mas, com esse post, eu me desanimei, talvez, eu acho que vc poderia me ajudar, me informando outros cursos que eu poderia fazer para decidir entre aeromoça e web designer (nada a ver uma coisa com a outra!) Hehee!
    Thank you.

  57. Vivian
    02 de dezembro de 2009 - 10:24

    Depois de hoje, tive certeza absoluta que é isso que eu quero fazedr, fato! Vou ser a Lia da nova geração KKKKKKKKKKk’ brinks :D
    beijo ;*

  58. Dani (:
    02 de dezembro de 2009 - 10:37

    Oi Lia,
    eu tenho apenas 13 anos (sim ¬¬) , mas eu sou suuuper interessada em Design! Nunca fiz nenhum curso, tudo que eu aprendi foi sozinha! Pesquisando na internet mesmo… Bom, na verdade eu acho que é cedo (cedo até demais) para decidir o que eu quero fazer. Por que eu amoooo design, sou super paciente para isso, mas não sei se eu quero levar isso para profissão. Eu sempre fico em dúvida entre Design e Moda. TUDO o que eu tenho interesse tem haver com algum tipo de arte.
    Esse seu post me ajudou muuuuuuuuuito ok? Como e já disse,a mo design mas eu não sabia de que forma eu poderia transformar isso em uma profissão. Eu não lembro em qual edição, mas tinha na CAPRICHO uma matéria falando das 10 maneiras de trabalhar com moda e eu fiquei apaixonada! Você poderia fazer um guia de algumas maneiras de trabalhar com design né? HSOIASOA
    É isso Lia, eu admiro muuito o que você faz, quero ser uma Lia da vida quando crescer -qq
    EU SEI, to muito nova, mas me interesso taaaanto por design ♥ Meu fansite http://thejonasbrothers.com.br/ Ainda não é o melhoooor mas me esforço muito!

  59. Thamires
    02 de dezembro de 2009 - 10:53

    Lia, muito legal o post!!!
    Retrata muuito bem a situação de “quase todo mundo” naquela fase do “o que eu faço agora?” rs
    Gostei muito de ler o post.. Caiu bem certinho pra mim…
    Tenho muita (mas muita mesmo) vontade de fazer Letras (já prestei vestibular, mas ainda não passei). Mas quero muuuito também fazer Webdesign ou Design Gráfico (e quero desde os 14 anos +/-)..
    Mas tô fazendo um Técnico em Administração! hehhe
    Bem perdiida!

    Mas, enfim…
    Gostei muuito do post..
    Assim como várias outras pessoas!!

    Beijoo

  60. Jessica
    02 de dezembro de 2009 - 10:56

    Lia, a minha dúvida é: vc entrou em contato lá na Capricho, fez entrevista, foi selecionada, tal. Mas por ser EDITORA ABRIL não tem que ser aquela coisa de trainee, seleção só pra quem é recém-formado?? Ou existem exceções? Pq meu sonho é entrar na Abril, (no caso, sou jornalista) mas sou formada há tempos. Adoraria que vc me respondesse só isso! Obrigada =***

  61. Bruna Vieira
    02 de dezembro de 2009 - 10:58

    Obrigada por responder o meu email por um post lia! Tireeeeeeeei super minhas dúvidas! Eu também faço curso tecnico de informatica e quero trabalhar em revista! To em duvida entre publicidade e jornalismo, o que você acha? :D

  62. Amanda
    02 de dezembro de 2009 - 11:03

    Adorei seu texto! Acompanho o blog há um tempinho, diariamente. Eu amo design! Tudo que sei, aprendi sozinha, fuçando na net. Também adoro jornalismo, escrever é um tipo de terapia pra mim. HAUIAHAUIA. Meu pai trabalha na parte de editoração de um jornal e minha mãe é jornalista :B Sempre mostrei muito interesse pela área de jornalismo, mas minha mãe quer muito que eu faça alguma dessas engenharias da vida. Porque sou ótima com números, também. Tô na maior dúvida, vou pro 3rão ano que vem e tô completamente perdida. :/ Enfim, parabéns pelo blog e por todas as suas conquistas. Você fez por merecer ;)
    Beijão.

  63. Luiza
    02 de dezembro de 2009 - 11:08

    meio complicado :s mais gostei *-*

  64. Cacau
    02 de dezembro de 2009 - 11:29

    Lia, vc tem super razão nisso de se não gostar do curso, mude, Sempre quis moda, mas como num passei na prova especifica de desenho, fui fazer jornalismo. Nossa, eu odiava. Felizmente acabei largando. Prestei moda novamente, passei, mas o ano que eu perdi com jornalismo me fez perceber que eu queria algo mais “sério”. Fui fazer direito e agora sou apaixonada pelo curso.
    Não dá pra ficar num curso pensando “depois melhora”pq num tem jeito. E num dá pra se formar numa área que a gente num gosta, né?
    Acho o emprego na Capricho sua cara!

  65. Helen
    02 de dezembro de 2009 - 11:47

    Vou fazer Artes Visuais na Belas Artes \o/

  66. Mila
    02 de dezembro de 2009 - 11:48

    “Eu queria ser dentista. Simples assim, essa era minha profissão dos sonhos quando criança. Com os anos de escola eu conheci matérias como Química e Biologia e elas não gostaram de mim. aheuihaehaieh Ao mesmo tempo, eu tive computador desde cedo, fuçava muito e quando chegou a hora de escolher o técnico do colegial, fiquei com Informática em vez de Patologia. Durante esses anos eu ia muito bem nas matérias técnicas e resolvi que ia ser Analista de Sistemas. Eu comecei a fazer sites nessa época, mas não tinha vontade de fazer isso profissionalmente, queria ser programadora de softwares e sistemas.”

    Quando li isso ai emcima, pensei cara a Lia ta falando de mim… rsrs…. igualzinha a mim essa parte da história… só que no meu caso eu não tive opção de patologia no colegial… ou era informática, turismo, enfermagem ou adm e ponto. Nada mais além disso, Eu nunca ia fazer patologia mesmo, até pq tenho pavor de sangue, eu me apaixonei por biologia por causa da professora, ela sabia fazer a gente entender a matéria de uma forma diferente, ai começei a pensar em ser professora de biologia… haha louca eu, quem diria que eu ia acabar aqui na frente de um pc, fazendo sites?!

    A vida é meio doida….. ii eu esqueci de contar a pior parte… quando era pequena eu e minha irmã ficavamos muito na casa da minha vó….e tinha um jardim bem grande… a gente ficava brincando de sacolão…. pegava jornal velho e pegava as plantinhas e enrolava no jornal e vendia….. ai enfiamos na cabeça que queriamos ser verdureiras… vê se pode….. coisa de criança mesmo!!!

    Hoje vou fazer faculdade de design gráfico, depois de fazer metade do curso de analise de sistemas, aidna penso em voltar e concluir, mas não agora!

    Bjs

  67. Fernanda Henriques Machado
    02 de dezembro de 2009 - 11:51

    Lia, adorei o seu post.
    Você é boa no que faz e espero que muitas pessoas se beneficiem com o seu depô.
    Beijos

    ahhh… vc é 10!

  68. Thaís
    02 de dezembro de 2009 - 12:04

    Liiia, sério…obrigada pelo post
    hoje foi meu ultimo dia no colégio, semana que vem vou fazer minha matricula na faculdade (Logico que já fiz e passei no vestibular ^^), irei fazer Design Gráfico! Tudo que sei sobre,php, WP,cutenews, html, photoshop e afins,aprendi tudo s-o-z-i-n-h-a e na marra! Tive dores de cabeça,crises de choro e etc. Tenho blog desde os 11 anos,o meu blog é mais pessoal,conto de coisas que gosto e do meu dia-a-dia. Mas vc é minha inspiração,eu já disse…quando eu crescer quero ser igual a você.
    Obrigada mesmo pelo post *u*, estou com medo³ da faculdade e de como será minha vida profissional mas… enfim,thanks :D

  69. Jéssica
    02 de dezembro de 2009 - 12:08

    Olá..

    Devo confessar que entro aqui todos os dias, mas nunca comento,não seipq, exceto qdo tem promoções Xd kk
    Mas depois desse post SUPER interessante, preciso comentar!!

    Amei o post li tudinho, ano que vem começo o tecnologo de Design Grafico, vamos ver o q sai.

    Parabens pelo post!!

    Obrigadaaa^^

    Bjinhos,

    Ps:Vou comentar mais vezes:) kkk

  70. Tuani
    02 de dezembro de 2009 - 12:09

    Lia eu adorei o seu post, você conta tudo muito bem e explica tudo muito bem, eu tenho vontade de ter um site algo assim como você estou criando aos poucos e espero que a cada dia você cresça cada vez mais, você é uma amiga, adoro ler seus posts me identifico com eles =D

  71. Alessandra Jaeger
    02 de dezembro de 2009 - 12:15

    Oi Lia, amei o post!!
    Quando eu terminei o ensino médio estava disposta a fazer psicologia de qualquer jeito! Prestei vestibular em 4 faculdades, uma delas federal e, justo nessa que eu queria muito passar pois, não tinha grana para pagar a particular, não consegui, fiquei como suplente mas, não teve jeito. No mesmo ano, comecei a fazer um curso técnico de Gerência empresarial, pra que pelo menos eu não ficasse só em casa sem fazer nada. Sempre achei q essa área não tinha nada a ver comigo mas, aos poucos, me identifiquei muito com o lado empreendedor da coisa além é claro, do fato de que um leque de oportunidades se abriu na minha frente. Na mesma época, o meu noivo abriu uma empresa de distribuição de água mineral e me convidou para trabalhar com ele para organizar toda essa parte administrativa. Hoje, estamos casados, com o negócio bombando e muitos planos pela frente.
    Minha dica para aqueles que estão na dúvida, é que não tenham medo de experimentar, mudar ou recomeçar. No fim, tudo que vc faz traz experiência e novidades na sua vida.
    Bjusss!!!

  72. Carol
    02 de dezembro de 2009 - 12:17

    Oi Lia,
    Cada letra do seu post sinto como se fossem minhas. Fiz PE na UAM tb, me formei em 2006, todas as suas expectativas e decepções foram as mesmas que as minhas. Tb aconselho a ninguém (nem minha pior inimiga) a fazer o curso.
    Parabéns por vc ter conseguido se achar dentro desse universo que é o design. Também ralo bastante com estagio e empregos desde o começo, e tentando me encontrar por aqui. Hoje sou diagramadora de uma revista pequena, mas sinto que ainda não me encontrei… por isso.. continuo procurando… beijos!

  73. Rissellie
    02 de dezembro de 2009 - 12:23

    Oi Lia tenho 14 anos e faz poucos meses que eu fiz meu blog,sempre fui apaixonada por essa segunda vida que é o meu blog mas eu sei que eu sei pouco para um mundo tão grande.
    Que cursos eu poderia fazer com a minha idade pra me ajudar a fazer meu blog evoluir?

    E quais progamas é bom baixar pra aprender um pouco de designe gráfico?

    Eu sou apaixonada por moda mais minha segunda vida é o meu blog, e Lia você é um exemplo que eu tenho para o meu futuro.
    E como uma bela brasileira eu nunca vou desistir do meu sonho que é trabalha na Capricho ou na Vogue :D

  74. Menndie
    02 de dezembro de 2009 - 12:26

    Liaa, eu quero ser dentista *-* só que sei que ainda vou mudar muito de idéia :S já pensei em fazer design, mas não sei a área de design que eu possa me interessar, eu teria que pesquisar bem sobre as áreas de design.. muito bom seu post! e parabéns! :D

  75. Luiza
    02 de dezembro de 2009 - 12:32

    QUERIDA LIA,

    Me parece que esse post foi coisa de Deus.
    Quando cheguei em casa liguei pra Anhembi pra tirar informação sobre dia de prova e etc do curso de PRODUÇÃO EDITORIAL, juro!!!!

    Agora eu não sei oq eu faço, já tava nos meus planos cursar PE!

    Tu sabe me dizer se R.I na Anhembi é boa? UHASHUSHU. ;D

    Oh céus me ilumina ;D

  76. Amanda Daniella
    02 de dezembro de 2009 - 12:36

    Que legal da sua parte esclarecer tudo direitinho pra quem tem dúvida.Eu nunca nem tinha ouvido falar no nome desse seu curso hehe, mas imagino que você tenha dado sorte né?E claro, por ter sido persistente e tudo chegou aonde chegou!Meu curso não tem nada haver com esse, mas achei bem interessante o post :D

  77. Daiane Magalhães
    02 de dezembro de 2009 - 12:44

    Super esse post!
    To pensando em fazer um curso de web
    (totalmente diferente do que eu já estava fazendo-2anos de contábeis e 1ano de adm oO).
    Mais ainda estou à pensar,ou o curso de web ou meu curso de comissária de bordo.

  78. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 12:51

    Bruna Costenaro em 02 de dezembro de 2009 às 2:22 disse:

    Bom eu axo q foi, alias é extremamente importante que as meninas saibam que ser design não é ser como vc, vc se aprimorou, foi além da profissão, e hj dá pra dizer q é quase uma reporter (como vc definiria sua atual profissão rs?)
    O design é diferente, é aprender a se frustrar qd vc passa horas para um cliente fazendo um logo fofo, e ele diz não nada disso e pede o maior absurdo q já vi rs, é não ter perspectivas de trabalhar minimamente no software q aprendeu (sim fui contratada no meu passado pra trabalhar no senai, e ai pensei eba vai ser ótimo, e ai? Ficava fazendo apostilas deles onde? Word 95 =P)…

    Mas pra quem gosta e tem disponibilidade é um profissão colorida e que abre portas para a criatividade dentro do possível hehehe…

    Eu hj faço psicologia, mas tenho um pé em design pra sempre, meu corel (nha não não gosto de illustrator rs) e meu photoshop seguem firmes hehehe, e eu sei q assim como eu vc passou por td isso e como eu tb mudou de rumo hehehe

    Boa quartaaaaa
    Miquilissssss

    pois é , nem entrei nos detalhes de que as vezes vc só aprende depois de muuuitaas frustrações! Mas acho q comigo elas sempre foram positivas. No começo da profissão a gente fica com raiva do “cliente”, mas depois aprende que nosso trabalho é agradar mesmo e cabou.
    Sobre as ferramentas… há… vai achando q meu computador na capricho é bom, vai! hahaha

  79. Ana Paula
    02 de dezembro de 2009 - 12:53

    Lia, sempre tive a fantasia de trabalhar em uma revista, sempre, sempre, sempre.Pensei em fazer jornalismo mas percebi que não era pra mim, eu não queria escrever na revista, eu queria fazer, trabalhar na capa, escolher as cores, é exatamente o que eu quero, quando eu fui pesquisar como ser ISSO, encontrei o curso de Design Editorial, nesse dia eu descobrir o curso que queria fazer, agora faltam dois anos (quase um) para eu fazer o vestibular, minha mãe vive me falando sobre Webdesign, já que eu amo mexer no Photoshop, Power Point, Movie Maker, e aprendo a fazer e a mexer nessas “coisas tecnológicas” com muita facilidade.Enfim…. Quando eu entrar na faculdade eu decido por qual caminho seguir, só tenho uma certeza, Design é o curso que eu vou fazer. Seu post ficou ótimo, sempre tive vontade de te pedir pra falar sobre isso, só que sempre tive vergonha, amei Lia, obrigada pelo post.

  80. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 12:55

    danielle em 02 de dezembro de 2009 às 3:48 disse:

    oi liaaa, post bacana demais! Eu comecei fazer publicidade, que é muito bacana. Depois mudei pra marketing e descobri que lá é beeeem mais bacana! Pq? Primeiro o marketing tem que saber de propaganda pra autorizar ou não uma campanha! (claro q na pratica não é tão simples, mas enfim.) somos nós que pesquisamos o público e seus gostos então sempre estamos mas antenados. A diferença para PP é que a criação e os créditos são deles… Nem tudo são flores! Mas dá pra se especializar na área, por exemplo, eu curto moda e revista. Então vou fazer pós em moda e adiveeeenha? Produção Editorial! Kkkkkk pra especificar msm! Sem contar outros cursos como corel, photoshop, Indesign (esses já fiz) fotografia, web (esses tô enrolando!) pq conhecimento nunca é demais neh? E se vc não for bom, saber um pouco de tudo e TUDO da sua área, outro vai ser e tomará seu lugar! Então Bjos Lia. Parabens por seu esforço!
    SUCESSSSOOOOO!!!
    P.S. As vezes me bate um desespero pq BH é uma cidade meio que sem campo pra que estuda nessa área e digo vou pra sampa! Kkkkkkk mas aí penso de novo, já que aqui não tem ninguém (quase ninguém) e tdo mudo q é bom vai pra sampa, vou ficar aqui e ser alguém aqui…. Ufa, dá lhe utopia! Kkkkk sou assim msm uma mulher de fases, mas uma coisa é certa, vou tentar aqui, se não der mudo pra aí! Kkkkkk
    Agora sim Bj Bj

    pára de ser louca! hahahaha
    não sei se me assusta mais vc querer fazer PE ou Corel ahahahhahaha

  81. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:04

    Ericka em 02 de dezembro de 2009 às 4:35 disse:

    Muito bom o seu post, Lia. Ajuda a esclarecer bastante quem está nessa fase de escolha, prq o mundo universitário não é isso tudo mesmo…
    Eu cursei Design Grafico, um curso relativamente novo na faculdade que eu fiz (eu fazia parte da 4ª ou 5ª turma de lá);
    Agora o curso já foi tão reformulado, tão melhorado que já me deu vontade de voltar ao inicio do curso de novo T_T ainda mais que ele vai se “transformar” em bacharelado (antes ele era tecnologo superior) e ter mais 1 ano de curso.

    Mas ao mesmo tempo ando tão desiludida que não dá vontade de fazer nada mais, tô meio desatualizada e desempregada (filha pequena pra cuidar) e consequentemente, desanimada. T_T

    sei lá, tô perdida novamente e me sinto velha pra começar algo novo.

    eu acho q se vc tem condições de bancar o curso sem necessariamente estar trabalhando, vc devia fazer sim! pára de preguiça e de se achar velha! :)
    Minha sogra é bem mais velha q vc e tá fazendo faculdade de turismo e amando mais q tudo na vida!

  82. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:06

    Verônica Mancini em 02 de dezembro de 2009 às 7:08 disse:

    Lia, PARABENS! O post está ótimo! Eu felizmente tive sorte na escolha da faculdade. Design Gráfico na Belas Artes! RECOMENDO! Estou no sexto semestre e a melhor parte do meu dia, é quando estou a caminho da faculdade. Mas como nada são flores, eu odeio meu trabalho. A vdd é que o mercado não sabe o que É um Designer, e as pessoas que se dizem são meramente MICREIROS… um Designer não é meramente rato de computador que devora software… um Designer é feito pra pensar, criar, atender necessidades, traduzir aquele “faz uma coisa CRIATIVA pra mim, por favor” em “nosssaaaa, era EXATAMENTE isso que eu queria!” e isso não é NADA fácil, precisa MUITO mais que saber alinhar no Illustrator para ser um Designer de qualidade. Ano que vem me formo, e ainda tenho fé que acho um emprego onde serei tão feliz quanto sou na faculdade. Esperança…

    Parabens novamente pela iniciativa!
    Bjooo

    amei saber do seu curso, espero q as pessoas indecisas leiam todos comentários pra encontrar a sua indicação da belas artes!!!

  83. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:08

    Mariely em 02 de dezembro de 2009 às 7:42 disse:

    Lia, amei o post, suas leitoras agradecem a dedicação q vc teve para fazê-lo =D
    Eu dou o mesmo conselho q vc dá, tenho amigos que querem fazer publicidade e propaganda e eu digo pra eles, não, vai fazer um curso mais específico, Só que no meu caso, eu amei o curso, foi mto legal, mas hoje vejo q o melhor é vc se especializar em alguma coisa, tipo design, ou multimídia, é que há alguns anos atrás não tinha tantas opções como tinha hoje né?
    e que bom q seu trabalho não é todo-santo-dia-a-mesma-coisa, eu enjoaria rapidinho, gosto de coisas diferentes e desafios a cada dia.
    Agora vem cá, vc já tá pensando em uma pós-graduação?

    por enqto não pq só faria uma pós graduação depois de entender melhor qual o proximo passo da minha carreira, q não necessariamente é ligado à design… :)

  84. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:10

    Karem Kuba em 02 de dezembro de 2009 às 7:43 disse:

    Oi, Lia. Parabéns pelo seu post. Faço Letras, pensava que seria super fácil trabalhar com redação em revistas. Me enganei, meu curso é totalmente voltado para educação, e as vagas para esta área só contratam gente de Jornalismo e Marketing, mas não tive coragem de desistir, realmente, eu deveria ter largado o curso… agora que estou no último ano trabalho com Áudio Visual, mas não gosto não… precisava me aprimorar… bjs

    com a nova lei isso mudou um pouco, agora por exemplo, vc poderia ser reporter a editora abril mesmo sem curso de jornalismo
    o que acontece é que o curso te dá uma base de como fazer entrevistas, redigir diferentes tipos de texto e etc, coisas q talvez por ter feito letras vc nao tenha mto conhecimento

  85. Carol
    02 de dezembro de 2009 - 13:11

    Lia, amei esse post! Mesmo nao sendo a minha área, me identifiquei pq Turismo tb é um curso relativamente novo e desconhecido…
    Adorei essa parte: “O curso era totalmente despreparado, a maioria dos professores sequer sabia o que era a tal da produção-editorial (e nós alunos, cansávamos de ter que explicar!).” – Senti isso muitas vezes tb! Poucos professores realmente sabem oq é o Turismo, q a pessoa q se forma em Turismo é TURISMÓLOGO e não TURISTA… ¬¬ e por aí vai! só com mta paciência!!
    Minha sorte é q eu realmente amo oq eu estudo! Entao dá mais gás pra continuar aturando professores despreparados!

    Bjoss Lia!!

  86. Daiene Calmon
    02 de dezembro de 2009 - 13:11

    Lia, adorei o seu post! Mesmo com a faculdade já escolhida, fiquei interessada em ler tudo o que você tinha pra dizer sobre a profissão .. até porque pega muito do que eu to estudando!

    Antes de fazer design de moda, eu queria ser webdesigner ( adoro ! ), mas acho que a paixão pela moda falou mais alto! É que realmente eu prefiro trabalhar com a criação das roupas e dos acessórios, quero que a arte final esteja ali na minha mão, pra mim e outras pessoas usarem rs

    Mas é claro que eu não consigo largar do design ‘virtual’ pois todos os meus trabalhos da faculdade eu desenho a mão, mas acabo no computador vetorizando tudo! hsaoihiso

    Acho muito legal essa área que você seguiu, não tem nada melhor do que ver os seus trabalhos surgindo e sendo visto por 1 milhão de pessoas ! Sei que o que você conquistou hoje, foi fruto do seu esforço durante todos esses anos ! :)

    Apesar da faculdade não ter sido uma booooa experiência, você tá feliz com o que você é hoje? Se tá feliz é porque valeu a pena, e isso é que importa! rs

    Beijão Lia !

  87. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:12

    Cássio Diniz em 02 de dezembro de 2009 às 7:44 disse:

    Conheci a Lia na época que ainda eramos estudantes de Produção Editorial. Ela na UAM e eu no UniBH. Lembro que na época trocavamos várias idéias sobre a área de comunicação. Cheguei a fazer uma embalagem de shampoo da Hello Kitty com o nome de Just Hello Kitty, em homenagem à Lia.

    Hoje fico feliz em ver o site dela bombando cada vez mais, vários seguidores no twitter e tal…

    Mas ao contrário da Lia, adorei o curso de PE, cada trabalho, cada aula, foi tudo muito bom! Sei que o curso tem variações enormes de uma faculdade para outra, mas o ponto comum é que realmente ainda é um curso desconhecido. Muita gente me perguntava o que era e eu tinha até uma resposta padrão pra todos.

    Um beijão Lia, continuarei sempre te acompanhando virtualmente…

    espero q seu comentário seja lido! É mto legal se todo mundo que tiver curtido a facul possa deixar o depoimento aí pra ajudar quem tá em duvida!

  88. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:15

    Ju Mary em 02 de dezembro de 2009 às 7:24 disse:

    huahuahauahua… lia, vc sabe q eu fico assustada qdo vejo vc falando do curso assim… hhauahuahuaa…

    mas, realmente, a parte de design é beeeem fraca. aliás, toda a parte prática do curso é fraca… só tem um detalhe: tenho uma amiga que fez desenho industrial pq queria ser designer gráfica e tb se arrependeu. acabou fazendo o tecnológico da panamericana para aprender a mexer nos softwares… quem quer dominar os softwares, tem que fazer senac e técnico msm… não adianta fazer bacharelado, porque aí vai ter que aguentar matérias teóricas como “história da brasil” (ahn?) e “semiótica do texto” (deus me livre!), entre outras coisas super malas, né? vc sabe… huahauhauahua

    para mim, que queria trabalhar com texto, em especial com livros, o resultado final foi positivo. isso pq, durante a facul, não tive a chance de fazer nada ligado à área, tava na turma dos estágios “quase lá”, mas qdo entrei na editora, vi que realmente tinha aprendido alguma coisa que prestava. sim, eu sabia como era a produção editorial e podia auxiliar no processo…

    agora, curiosamente, a matéria q mais me ensinou alguma coisa (e que mais me é útil no trabalho) foi… marketing! huahahaua… tb achei q seria designer gráfica e fotógrafa, e a facul e o trabalho só vieram me provar que NUNCA serei nem uma coisa, nem outra, huahuahuahua… :P

    ainda bem q a gnt pode migrar com facilidade para diferentes áreas!!! :D

    Eu acho q mto rapido percebi q nao ia dominar nada tecnico com o curso da UAM, mas esperava uma carga mto mais rica sobre arte, diagramação, funcionalidade, navegação… todas essas outras coisas importantes.

    eu fico mega feliz q vc tenha gostado do curso e q ele tenha atingido o q vc esperava, e acho q vc foi sortuda! pq a descrição do curso nunca foi essa (pegadinha do malandro!)

  89. Lilian
    02 de dezembro de 2009 - 13:16

    Eu faço jornalismo (só porque eu gosto de escrever/ler), agora vou mudar pra Publicidade, mas ainda não tenho “aquela” certeza.. Eu queria algo meio de designer gráfico, photoshop, blábláblá, e pelo menos aqui na minha cidade não tem opção nenhuma! :(

    Tô no segundo ano da faculdade e ainda me sinto perdida :T

  90. Bia
    02 de dezembro de 2009 - 13:17

    Obrigada Lia!
    Meu sonho de consumo era fazer Produção Editorial na UAM… hahaha
    Economizei rios de $$$ agora!!!
    OBRIGADA!

  91. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:18

    maria renata em 02 de dezembro de 2009 às 8:16 disse:

    realmente, desista de ser rico! e prepare-se também pra esquecer aquele cinema que vc marcou de noite, após o expediente, simplesmente porque o cliente precisa de alguma coisa pro dia seguinte e vc vai madrugar no trampo. sim, às vezes vc não terá vida, mas é uma recompensa enorme ver algo que vc fez circulando pela cidade. não tem preço! é bom passar essa realidade pra quem pensa em seguir carreira nessa área. não basta saber o software, tem que ter conceito, pesquisa, tem que entender das tendências. muita gente acha que a gente é vagal porque passa o dia sentado na frente do computador, mas ah, se soubessem metade do que passamos e o quanto temos tendinite! hahahahaha :D

    hoje sou pós-graduada em design gráfico, depois de ter passado por duas faculdades (publicidade e propaganda e design gráfico). adoro estudar, adoro pensar a minha profissão e suas mil e uma possibilidades, mas também adoro estudar, que é bem importante nessa área.

    parabéns pelo post, lia, ótimo! beijos.

    adorei o caminho q vc percorreu e se pudesse voltar atras provavelmente faria isso, pp e depois especialização em design. Mas já foi né, fazer o q?! rs

    E daaaaa lhe sair meia noite do trabalho qdo precisa! não é facil MESMO!

    uma coisa q acontece mto comigo, talvez com vc, é que tudo que eu tenho q fazer é urgente, é prioridade. Me tocam o terror!
    Daí qdo eu tou esperando coisas dos outros, as pessoas sempre atrasam e deixam pra ultima hora.
    É complicado…

  92. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:21

    Anne em 02 de dezembro de 2009 às 8:20 disse:

    Muito bom poder conhecer sua trajetória e assim compreender melhor essa área, as pessoas veem o seu blog e pensam que tudo é fácil, que tudo caiu do céu e que você nada mais é que uma pessoa muito sortuda, espero que não só as interessadas no ramo leiam esse posta, e sim todas suas leitoras, para verem que por trás da Lia bem sucedida existe muita dedicação, trabalho, capricho (literalmente) e esforço! Ou seja muito mais motivos para te admirar ainda mais, se bem que eu acredito que muitas vão pular esse post, afinal como você sempre diz: as pessoas não leem! Imagina um post desses então! Só com o sapinho se formando como figura? Ao menos as mais interessadas isso foi de grande valia! Sou sua fã, parabéns por todo sucesso!

    Ih, só se eu resumisse esse post em um paragrafo pra todo mundo querer ler! hahaha
    Ou fizesse uma foto novela ahahahahah

    Pois é Anne, antes de cobiçar e falar mal as pessoas tem q ter uma noção real da coisa. Nada é pura sorte…

  93. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:32

    Yokohama em 02 de dezembro de 2009 às 8:43 disse:

    Ótimo post Lia! Eu também tenho uma história complicada. Por amar o desenho queria fazer design gráfico ou desenho industrial. Como em minha cidade não tinha e não podia ir para fora, acabei fazendo ciência da computação (achei que só pq gostava de computador devia ser programadora hihi, mas amei o curso). Ainda no curso descobri que gostava muito de web design e apredi photoshop sozinha (o que me salvou na monografia). Hoje ainda não tenho emprego fixo, mas trabalho como web designer e ilustradora freelancer (desisti da idéia louca de fazer concurso só por dinheiro).
    Só não concordo totalmente com uma coisa que você escreveu: “O designer trabalha para os outros.” – está certo em parte, mas acho que um designer também deve dar atenção à projetos pessoais, essenciais para desenvolver abilidades e um estilo próprio.
    Parabéns pelo sucesso!

    Deixei essa parte no final do post ^^

    “dá pra ir testando as coisas pra aprender a fazer o que se gosta (mesmo que pra isso você tenha que se virar e experimentar as coisas por conta própria!)!”

  94. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:35

    Giu em 02 de dezembro de 2009 às 8:56 disse:

    Aaaaaaaaaaah, Lia. Não fala assim de Produção Editorial. Eu fiz PE na UFRJ, então não posso dizer nada sobre o curso da UAM, mas acho que a questão é mesmo pesquisar muito antes de decidir qual faculdade fazer, ir às aulas, procurar as ementas das matérias etc etc. Eu fiz PE e, apesar dos pesares (que existem em qualquer faculdade, de qualquer área), gostei bastante do curso. Além disso, seu foco sempre foi na área de Web – e o foco clássico dos cursos de PE são as mídias impressas, jornais, revistas e principalmente livros. Hoje trabalho numa graaaaande editora, fazendo livros ótimos e me divirto à beça – e PE foi SUPER importante para isso.
    Fiquei triste de vc falar “Não façam Produção Editorial”, pq muita gente pode achar que esse conselho se aplica a todos os casos, a todas as vocações etc. Afinal, não é porque vc teve uma experiência ruim que o curso e a profissão sejam uma porcaria!
    O conselho que eu sempre dou quando pessoas mais novas vêm me perguntar sobre PE é: qual área vc tem interesse? Texto ou produção gráfica? Design de capa, ilustração, diagramação, sites? Você se vê trabalhando numa editora de livros, de revista ou em um escritório de publicidade/ design? Pq existem muitos cursos “limítrofes”, que são conectados e aparentados – eu, por exemplo, fiz PE mas puxei várias matérias tanto de Letras quanto de Design Gráfico. O importante, acho eu, é pesquisar muito antes de decidir…
    Mas em uma coisa eu concordo com vc: “Se vc não está gostando do seu curso, não tenha medo de mudar!” Eu comecei a fazer História na UFF e odiei, odiei tudo, tinha vontade de morrer… Quando comecei Comunicação na UFRJ, vi que tinha acertado de segunda – e acertar de segunda, de terceira, de quarta, de nonagésima não é vergonha nenhuma!
    Bjo e desculpa o comentário giga!

    Eu acho q qq pessoa q ler o post inteiro vai entender q minha critica foi sobre o curso q eu fiz e vai saber q se decidir fazer pe em outro lugar deverá pesquisar com os alunos q cursam pra ter mais noção. Vc generalizou uma unica frase do “PS” ali do final ;)

    Acho mto mto bom q outras pessoas q tiveram experiencias boas com a faculdade estejam falando aqui nos comentários, pq com certeza quem estiver nesse drama de escolher o curso e a facul vai ler e pode se guiar :)

  95. Yokohama
    02 de dezembro de 2009 - 13:35

    Lia em 02 de dezembro de 2009 às 13:32 disse:

    Yokohama em 02 de dezembro de 2009 às 8:43 disse:

    Ótimo post Lia! Eu também tenho uma história complicada. Por amar o desenho queria fazer design gráfico ou desenho industrial. Como em minha cidade não tinha e não podia ir para fora, acabei fazendo ciência da computação (achei que só pq gostava de computador devia ser programadora hihi, mas amei o curso). Ainda no curso descobri que gostava muito de web design e apredi photoshop sozinha (o que me salvou na monografia). Hoje ainda não tenho emprego fixo, mas trabalho como web designer e ilustradora freelancer (desisti da idéia louca de fazer concurso só por dinheiro).
    Só não concordo totalmente com uma coisa que você escreveu: “O designer trabalha para os outros.” – está certo em parte, mas acho que um designer também deve dar atenção à projetos pessoais, essenciais para desenvolver abilidades e um estilo próprio.
    Parabéns pelo sucesso!

    Deixei essa parte no final do post ^^

    “dá pra ir testando as coisas pra aprender a fazer o que se gosta (mesmo que pra isso você tenha que se virar e experimentar as coisas por conta própria!)!”

    Verdade! hihi Foi mals!
    De qualquer forma amei o post!

  96. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:37

    Nayara em 02 de dezembro de 2009 às 9:40 disse:

    Amei o post… acho que é esse tipo de experiência que esperamos que os blogueiros bem sucedidos compartilhem, até porque tem horas que esse negócio de futuro parece tãão difícil!!!

    Tô apresentando meu trabalho de conclusão de curso hoje a noite, depois disso viro oficialmente mais uma Relações Públicas recém-formada. Ou melhor, comunicóloga, porque admito que também não sou tão fã assim do curso que faço, ou pelo menos da parte “engomadinha” que tentam impor no meu curso aqui na UEL! Quero trabalhar com internet, também, de algum jeito, tanto que fiz meu TCC sobre relacionamento por meio das mídias sociais, monitoramento, etc. Também comecei a fazer sites desde cedo, primeiro no negócio que tinha de fazer sites no netscape, depois no dreamweaver e umas coisinhas em flash, daí aprendi html meio por conta própria e hoje mexo no CSS na base de tentativa e erro! Sempre fui meio nerd (a maioria dos meus amigos lembra até hoje que fui eu quem levou todos para o orkut..) mas até pouco tempo não via isso como uma alternativa profissional, talvez porque nunca tenham me dado orientação nenhuma a respeito!!!! Que raiva. Como gostava de escrever e era inquieta com tentar entender o que as pessoas realmente buscavam, acabei indo fazer RP. Agora estou só esperando acabar essa loucura toda pra me matricular num curso profissionalizante de WebDesign que tem na ENG, e provavelmente fazer alguma pós em Mídias Digitais. Claro que quero TRABALHAR com isso também, deve ser a melhor maneira de se encontrar! Aqui em Londrina não vi muitas alternativas profissionais de entrar na área, mas mesmo assim continuei fazendo as coisas e aprendendo pelo menos pra mim… agora estou indo pra Curitiba e espero ter mais chances!!! Rs.

    Ah, Lia, não sei se tu lembra mas no post sobre o Curso Abril falei que na pergunta sobre onde tinha visto sobre o curso coloquei como se fosse tua indicação pelo blog. Hehe! Fui chamada pra entrevista, até deixei recadinho no Twitter perguntando se ia de sapato ou de allstar (no fim fui de sapato hehe), mas acho que tu nem viu. =p Enfiiim, fiz a entrevista, pra Mídias Digitais mesmo, achei o Edward bem bacana, agora tô aqui ansiosa aguardando o resultado!!! Quero taaanto que dê certo! =)

    eu respondi seu twit!
    Mas de qq forma, o ambiente da abril é super super livre pra essas coisas
    Vc se veste como quer MEEESMO!
    se quiser uasr jeans e all star usa, se quiser uasr vestido e sandalia usa… não tem preconceito!

  97. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:39

    Marília em 02 de dezembro de 2009 às 9:43 disse:

    Oi Lia, sempre leio seu blog, mas nunca comentei por aqui… adorei seu post, me identifiquei muito! Legal sua atitude de falar sobre o curso e a profissão, mostrar que nem tudo é maravilhoso! Concordo que as escolas deveriam se preocupar mais em mostrar como é o mundo lá fora, as profissões, o mercado de trabalho… Eu tb sou Designer (formada de DI no Mackenzie) e tb trabalho na Abril (Publicidade). Assim como você eu passava na frente e falava “Aqui que quero trabalhar”, pensando na área de editoração. Minha carreira acabou tomando o rumo das agências de comunicação, mas depois de anos eu não agüentava mais! Apesar de amar o ambiente de agências, eu não tinha mais vida nem aos finais de semana, não ganhava muito e ainda não era tão reconhecida pelo meu trabalho, (justamente pq o cliente é quem manda!). Além de esbarrar com muita gente (de planejamento) nariz empinado querendo passar por cima, achando que só eles são os criativos e bons! Até que surgiu a vaga *perfeita* na Abril (eu já não pensava mais em editoração) e depois do longo processo seletivo aqui estou eu! E amando! E um dos motivos que adoro é que vejo como outras pessoas/áreas trabalham. Assim comecei a me interessar mais por marketing e aos poucos consigo ver minha carreira um pouco mais definida e planejada. (Só um pouco, acho que tenho muito pra aprender, descobrir e me interessar ainda! hahah).

    Parabéns pelo blog e por sua conquista merecida!

    Beijos

    oi colega! haahhaha

  98. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:43

    Carol em 02 de dezembro de 2009 às 9:53 disse:

    Olá Lia, tudo bem?
    Eu lí seu post e olha eu adorei, mesmo sabendo que foi difícil a su jornada p/ chegar aonde vc chegou, tenho certeza de que com a garra e força de vontade que vc tem, um dia vc irá chegar muito mais além do que chegou hj, eu sou fã do seu trabalho, acompanho seu blog há muito tempo e vejo quanta disposição vc tem em manter o seu blog e ainda trabalhar, o que não é nada fácil, eu sou formada em Letras há 7 anos e até agora só trabalhei em escolas dando aulas mas já faz um tempo que eu parei pq p/ mim não dá mais certo e desde então eu venho tendo um gosto enorme por Design, principalmente pela carreira de Webdesign, tenho um projeto em montar uma empresa de webdesign junto com meu marido, esse ano estava fazendo um curso de webdesign mas a escola onde eu fazia estava fazendo coisas erradas com todos os alunos, eu pagava meu curso e não tinha aula aí eu entrei com processo e ganhei e tive que infelizmente parar com o curso mas pretendo continuar no ano que vem, se Deus quiser, pelas dicas que vc deu eu entendi que o caminho não será fácil p/ mim caso eu o siga mas sabendo disso sei que a minha força de vontade me levará a conseguir o que quero.
    Lia, só queria te pedir uma dica, se vc puder me ajudar é claro, estou em busca de um nome p/ minha futura empresa de webdesign, no momento tenho um nome em mente o qual seria By Carol, o que vc acha? vc poderia opinar sobre esse nome ou então me dar uma dica sobre?
    Bjs e obrigada!
    Uma ótima semana p/ vc!

    enqto nao resolve o lance do seu curso, pesquisa bastante, tem livros e sites gringos otimos sobre webdesign!!!

    sobre nome, eu sempre fui ´péssima pra idéias, mas não gosto de ‘by carol’. Acho infantil, é o tipo de nome q a gente bota no primeiro blog q a gente faz na vida sabe?
    Mas sorry, não tenho sugestões melhroes :(

  99. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:45

    Camila C. em 02 de dezembro de 2009 às 10:05 disse:

    Lia, leio seu blog TODOS OS DIAS, desde sempre, assim como outros blogs (eucapricho, shopaholic, borboletando, fake-doll, etc.) eu amoo profissões glamourosas, adoraria ser comissária de bordo, mas, desde que conheci o seu trabalho e o das meninas dos outros blogs eu achei que ser web designer é uma PROFISSÃO GLAMOUROSA, resumindo: tenho 16 anos, estou na 2ª série do EM, e eu adoraria criar blogs, sites e afins, mas, com esse post, eu me desanimei, talvez, eu acho que vc poderia me ajudar, me informando outros cursos que eu poderia fazer para decidir entre aeromoça e web designer (nada a ver uma coisa com a outra!) Hehee!
    Thank you.

    eu acho q vc ainda tá novinha e atrapalhada pq aeromoça e webdesigner são coisas completamente diferentes e que exigem diferentes personalidades e tipos de talento.
    Mas encontrar a profissão certa é algo MUITO dificil e só vc é capaz de fazer isso.
    O que eu posso dizer é q webdesign não tem nada de glamur, como eu disse, vc trabalha sempre para os outros e realiza a vontade alheia.

  100. Nayara
    02 de dezembro de 2009 - 13:48

    Lia em 02 de dezembro de 2009 às 13:37 disse:

    Nayara em 02 de dezembro de 2009 às 9:40 disse:

    Amei o post… acho que é esse tipo de experiência que esperamos que os blogueiros bem sucedidos compartilhem, até porque tem horas que esse negócio de futuro parece tãão difícil!!!

    Tô apresentando meu trabalho de conclusão de curso hoje a noite, depois disso viro oficialmente mais uma Relações Públicas recém-formada. Ou melhor, comunicóloga, porque admito que também não sou tão fã assim do curso que faço, ou pelo menos da parte “engomadinha” que tentam impor no meu curso aqui na UEL! Quero trabalhar com internet, também, de algum jeito, tanto que fiz meu TCC sobre relacionamento por meio das mídias sociais, monitoramento, etc. Também comecei a fazer sites desde cedo, primeiro no negócio que tinha de fazer sites no netscape, depois no dreamweaver e umas coisinhas em flash, daí aprendi html meio por conta própria e hoje mexo no CSS na base de tentativa e erro! Sempre fui meio nerd (a maioria dos meus amigos lembra até hoje que fui eu quem levou todos para o orkut..) mas até pouco tempo não via isso como uma alternativa profissional, talvez porque nunca tenham me dado orientação nenhuma a respeito!!!! Que raiva. Como gostava de escrever e era inquieta com tentar entender o que as pessoas realmente buscavam, acabei indo fazer RP. Agora estou só esperando acabar essa loucura toda pra me matricular num curso profissionalizante de WebDesign que tem na ENG, e provavelmente fazer alguma pós em Mídias Digitais. Claro que quero TRABALHAR com isso também, deve ser a melhor maneira de se encontrar! Aqui em Londrina não vi muitas alternativas profissionais de entrar na área, mas mesmo assim continuei fazendo as coisas e aprendendo pelo menos pra mim… agora estou indo pra Curitiba e espero ter mais chances!!! Rs.

    Ah, Lia, não sei se tu lembra mas no post sobre o Curso Abril falei que na pergunta sobre onde tinha visto sobre o curso coloquei como se fosse tua indicação pelo blog. Hehe! Fui chamada pra entrevista, até deixei recadinho no Twitter perguntando se ia de sapato ou de allstar (no fim fui de sapato hehe), mas acho que tu nem viu. =p Enfiiim, fiz a entrevista, pra Mídias Digitais mesmo, achei o Edward bem bacana, agora tô aqui ansiosa aguardando o resultado!!! Quero taaanto que dê certo! =)

    eu respondi seu twit!
    Mas de qq forma, o ambiente da abril é super super livre pra essas coisas
    Vc se veste como quer MEEESMO!
    se quiser uasr jeans e all star usa, se quiser uasr vestido e sandalia usa… não tem preconceito!

    ai, desculpa então!!! acho que o destroytwitter deve ter sumido com o twit, no mínimo. =/

  101. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:49

    Dani (: em 02 de dezembro de 2009 às 10:37 disse:

    Oi Lia,
    eu tenho apenas 13 anos (sim ¬¬) , mas eu sou suuuper interessada em Design! Nunca fiz nenhum curso, tudo que eu aprendi foi sozinha! Pesquisando na internet mesmo… Bom, na verdade eu acho que é cedo (cedo até demais) para decidir o que eu quero fazer. Por que eu amoooo design, sou super paciente para isso, mas não sei se eu quero levar isso para profissão. Eu sempre fico em dúvida entre Design e Moda. TUDO o que eu tenho interesse tem haver com algum tipo de arte.
    Esse seu post me ajudou muuuuuuuuuito ok? Como e já disse,a mo design mas eu não sabia de que forma eu poderia transformar isso em uma profissão. Eu não lembro em qual edição, mas tinha na CAPRICHO uma matéria falando das 10 maneiras de trabalhar com moda e eu fiquei apaixonada! Você poderia fazer um guia de algumas maneiras de trabalhar com design né? HSOIASOA
    É isso Lia, eu admiro muuito o que você faz, quero ser uma Lia da vida quando crescer -qq
    EU SEI, to muito nova, mas me interesso taaaanto por design ♥ Meu fansite http://thejonasbrothers.com.br/ Ainda não é o melhoooor mas me esforço muito!

    eu acho q tem tantas maneiras de trabalhar com design q eu nem saberia enumerar! ia precisar da ajuda de outros designers rs
    até embalagem de produto o designer pode fazer!

  102. mariana
    02 de dezembro de 2009 - 13:51

    oi lia! acompanho sempre o blog e adooro! mas resikvi cimentar hoje porque amei esse post!! muito legal e me ajudou muiito! eu faço publicidade e to meio que pensando em desistir,nao eh bem o que eu quero,acho.. enfim, o post me ajudou mto! ;D bjo

  103. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:52

    Jessica em 02 de dezembro de 2009 às 10:56 disse:

    Lia, a minha dúvida é: vc entrou em contato lá na Capricho, fez entrevista, foi selecionada, tal. Mas por ser EDITORA ABRIL não tem que ser aquela coisa de trainee, seleção só pra quem é recém-formado?? Ou existem exceções? Pq meu sonho é entrar na Abril, (no caso, sou jornalista) mas sou formada há tempos. Adoraria que vc me respondesse só isso! Obrigada =***

    Não tem isso não. Existe uma intenção da editora de sempre encontrar vagas para os alunos que fizeram curso abril, porem, pessoas de fora tb são chamadas!
    Tb existe mta gente que começa freelando (textos por ex) e depois acaba indo trabalhar lá

  104. LENA
    02 de dezembro de 2009 - 13:56

    Ih me deu o maior medo agora! Depois de tanto tempo sonhando com o Jornalismo desisti pq não tenho grana pra bancar e sou burra pra uma federal, para entrar nela digo. Daí cismei com o curso de Webdesigner que enfim abriu no SENAC até que a mulé me disse que eram 10 parcelas de 290, e eu desempregada pensei que minha mãe poderia dar uma força e cadê… estamos apertadas e a única saída seria mesmo trabalhar e estudar.

    Esse é meu plano pra 2010, mas o seu post me deu um pouco de medo. Acho que não tenho tempo pra perder pq já perdi demais, acho também que eu poderia gostar pra caramba da faculdade de webdesing (curso técnico), mas e se eu não gostar realmente? E tem esses clientes sem noção mesmo que senta na sua frente com um sonho idiota e querem que vc realize, como vc disse… em cores absurdas e bla bla bla e como convencê-lo de outro padrão? HUMPF! Medo, medo, medo… e não é brincadeira não!!

    E eu não serei rica? Ah poxa! AHAHAH
    Só sei, Lia, que os anos vão passando e ainda me sinto uma adolescente no colegial escolhendo a profissão. Enfim, de qualquer forma nada é ruim como parece, se eu não tentar nunca saberei (minha mãe sempre me diz isso) e eu vou sim, se Deus quiser, tentar o tecnico em webdesign e tentar com toda a alma ser a melhor :)

    Um beijo!

  105. Carol
    02 de dezembro de 2009 - 13:56

    Olá Lia, tudo bem?
    Obrigada pelas sugestões, eu tb acho que By Carol fica meio infantil, apesar de eu ter gostado, meu marido disse tb a mesma coisa p/ mim, tá difícil eu achar um nome legal, todo nome que eu penso já existe ehehh, não sei se posso utilizar um nome que já existe, eu acho que não né mas… vou fazer como vc disse, pesquisar muito, acho que isso já é um grande passo p/ minha empresa de webdesign, ví em algumas comunidades do orkut que o nome p/ empresa de webdesign pode ser usado um sobrenome, será que fica bom ou não?
    Me responde sobre isso Lia?
    Bjs e obrigada.

  106. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:56

    Mila em 02 de dezembro de 2009 às 11:48 disse:

    “Eu queria ser dentista. Simples assim, essa era minha profissão dos sonhos quando criança. Com os anos de escola eu conheci matérias como Química e Biologia e elas não gostaram de mim. aheuihaehaieh Ao mesmo tempo, eu tive computador desde cedo, fuçava muito e quando chegou a hora de escolher o técnico do colegial, fiquei com Informática em vez de Patologia. Durante esses anos eu ia muito bem nas matérias técnicas e resolvi que ia ser Analista de Sistemas. Eu comecei a fazer sites nessa época, mas não tinha vontade de fazer isso profissionalmente, queria ser programadora de softwares e sistemas.”

    Quando li isso ai emcima, pensei cara a Lia ta falando de mim… rsrs…. igualzinha a mim essa parte da história… só que no meu caso eu não tive opção de patologia no colegial… ou era informática, turismo, enfermagem ou adm e ponto. Nada mais além disso, Eu nunca ia fazer patologia mesmo, até pq tenho pavor de sangue, eu me apaixonei por biologia por causa da professora, ela sabia fazer a gente entender a matéria de uma forma diferente, ai começei a pensar em ser professora de biologia… haha louca eu, quem diria que eu ia acabar aqui na frente de um pc, fazendo sites?!

    A vida é meio doida….. ii eu esqueci de contar a pior parte… quando era pequena eu e minha irmã ficavamos muito na casa da minha vó….e tinha um jardim bem grande… a gente ficava brincando de sacolão…. pegava jornal velho e pegava as plantinhas e enrolava no jornal e vendia….. ai enfiamos na cabeça que queriamos ser verdureiras… vê se pode….. coisa de criança mesmo!!!

    Hoje vou fazer faculdade de design gráfico, depois de fazer metade do curso de analise de sistemas, aidna penso em voltar e concluir, mas não agora!

    Bjs

    então a gente tem mais ainda em comum, pq eu tb me apaixonei por biologia (no colegial) por causa de uma professora maravilhosa q eu tive.
    Cogitei fazer biologia tb, mas graças a deos não fui nessa.. Minha amigas q fizeram não arrumam emprego por nada nesse mundo, dizem q é super escasso o mercado de trabalho.

  107. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 13:59

    Luiza em 02 de dezembro de 2009 às 12:32 disse:

    QUERIDA LIA,

    Me parece que esse post foi coisa de Deus.
    Quando cheguei em casa liguei pra Anhembi pra tirar informação sobre dia de prova e etc do curso de PRODUÇÃO EDITORIAL, juro!!!!

    Agora eu não sei oq eu faço, já tava nos meus planos cursar PE!

    Tu sabe me dizer se R.I na Anhembi é boa? UHASHUSHU. ;D

    Oh céus me ilumina ;D

    Luiza, POR FAVOR, procura umas duas pessoas q façam esse curso (tipo alguem no segundoano sabe?)
    vc não tem idéia de como pode ser util pra vc!
    nao tenha medo de parecer louca entrando em contato.. peça até pra asssitir uma aula se for o caso!

    pode fazer toda diferença e te livrar de uma cilada :)

  108. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 14:03

    LENA em 02 de dezembro de 2009 às 13:56 disse:

    Ih me deu o maior medo agora! Depois de tanto tempo sonhando com o Jornalismo desisti pq não tenho grana pra bancar e sou burra pra uma federal, para entrar nela digo. Daí cismei com o curso de Webdesigner que enfim abriu no SENAC até que a mulé me disse que eram 10 parcelas de 290, e eu desempregada pensei que minha mãe poderia dar uma força e cadê… estamos apertadas e a única saída seria mesmo trabalhar e estudar.

    Esse é meu plano pra 2010, mas o seu post me deu um pouco de medo. Acho que não tenho tempo pra perder pq já perdi demais, acho também que eu poderia gostar pra caramba da faculdade de webdesing (curso técnico), mas e se eu não gostar realmente? E tem esses clientes sem noção mesmo que senta na sua frente com um sonho idiota e querem que vc realize, como vc disse… em cores absurdas e bla bla bla e como convencê-lo de outro padrão? HUMPF! Medo, medo, medo… e não é brincadeira não!!

    E eu não serei rica? Ah poxa! AHAHAH
    Só sei, Lia, que os anos vão passando e ainda me sinto uma adolescente no colegial escolhendo a profissão. Enfim, de qualquer forma nada é ruim como parece, se eu não tentar nunca saberei (minha mãe sempre me diz isso) e eu vou sim, se Deus quiser, tentar o tecnico em webdesign e tentar com toda a alma ser a melhor :)

    Um beijo!

    Lena nao fica mal se não tiver a grana. Você pode arrumar um trampo em outra área qq (tipo no shopping) pra te ajudar a pagar o curso.
    Ou então, vc pode estudar por conta propria. A Dani do sinopse.org por exemplo trabalha pra caramba e nunca precisou de curso pra aprender tudo o q sabe. Foi super autodidata!

  109. Lia
    02 de dezembro de 2009 - 14:04

    Carol em 02 de dezembro de 2009 às 13:56 disse:

    Olá Lia, tudo bem?
    Obrigada pelas sugestões, eu tb acho que By Carol fica meio infantil, apesar de eu ter gostado, meu marido disse tb a mesma coisa p/ mim, tá difícil eu achar um nome legal, todo nome que eu penso já existe ehehh, não sei se posso utilizar um nome que já existe, eu acho que não né mas… vou fazer como vc disse, pesquisar muito, acho que isso já é um grande passo p/ minha empresa de webdesign, ví em algumas comunidades do orkut que o nome p/ empresa de webdesign pode ser usado um sobrenome, será que fica bom ou não?
    Me responde sobre isso Lia?
    Bjs e obrigada.

    pensa no foco q a sua empresa vai ter… se vcs vao atender clientes de empresas serias, clientes de e-commerce, clientes mais descolados e etc.
    Talvez te ajude!
    E não esquece dos nomes em portugues, as vezes fica bem legal tb!

  110. Carol Kitty
    02 de dezembro de 2009 - 14:08

    Ah, Lia eu acho que tô meio na mesma situação que você! Eu tô no penúltimo período de jornalismo e sem nenhuma sombra de emprego, o que me estremece. E a pessoa é hiperativa não consegue ficar parada, não sei como é minha vida sem ter nada pra fazer. Já pensei em mudar pra São Paulo, mas muita gente me diz que tem mais emprego porém a concorrência é infinitamente MAIORRR. Aí quando vem alguém me dizer que vai fazer jornalismo eu viro e falo: PENSA! Porque a chance de tu ficar desempregado é grande e blábláblá. Sem contar que tá cada vez mais difícil a questão grana e outros blás.
    Mas voltando ao teu assunto… que bom que você conseguiu um emprego bacana… deve ser sonho trabalhar na Capricho no meio de tanta gente bacana!!

  111. Carol
    02 de dezembro de 2009 - 14:09

    Oi Lia
    Obrigada pelas sugestões, estou pensando em tudo isso e no momento só tenho aquele nome mesmo mas vou pensar com mais cautela sobre e acho que algum nome legal vai surgir, gostaria de saber se vc tem msn? eu te sigo no Twitter e queria saber se posso adicionar seu msn, caso vc o tenha?
    Bjs e obrigada.

  112. Dana Malua
    02 de dezembro de 2009 - 14:12

    Nossa, se já é difícil fazer um curso gostando dele, imagine passar 4 anos sem gostar de nada! É praticamente auto-terrorismo! Que bom que você conseguiu se dar bem, mesmo com esse tempo de martírio^^!

  113. Gabi
    02 de dezembro de 2009 - 14:32

    gostei do post lia, sei muito bem o que é ver seu dinheiro indo todo pra faculdade =/
    pior de tudo é fazer um curso que vc odeia, mas não posso desistir, meus pais iriam ficar muito decepcionados…
    que bom que vc se encontrou,
    sucesso!
    beijão

  114. Cynthia
    02 de dezembro de 2009 - 14:36

    Adoro ver a opinião de quem já ja passou por tudo, e sabe do que esta falando.
    Eu lia seu blog na época da faculdade, e voce nunca falou tão mal deles assim, hahaha, ri demais!
    Por isso eu não quero fazer faculdade! Você tem toda a imagem que a profissão dos sonhos é linda, e aí a faculdade acaba com sua fantasia.
    Eu vou fazer design gráfico, porque eu desenho a mão e no computador. Mas na real é só para ter diploma mesmo e ter uma boa colocação no mercado. Anda bem que voce conseguiu o que queria Lia, parabéns!

  115. Tainá
    02 de dezembro de 2009 - 15:15

    Sabe o que é extremamente interessante, eu estou concluindo meu curso de Relações Internacionais que era meu sonho e descobri que não fui feliz no meu curso, passei durante 4 anos estudando e lendo muito para chegar mas enfim estou concluindo. É horrivel pensar que você estudou durante alguns anos e não gostou, por isso também falo a tdos que não gostam do que estudam para sair rapidinho!!!
    Beijos!!!!!!!!!!

  116. Brunita Carvalho
    02 de dezembro de 2009 - 15:20

    oi Lia eu faço arquitetura e urbanismo
    adorooo p q tem td a vê comigo

    mas qdo falo p/ pessoas td mdo q gostaria d fazer tbm, aff afff
    definitivamente Ñ é a maravilha q pensam! antes do prestigio q da, da mto trabalhooo mto e mto! rs

    mas ta bom!

    sobre web design… tenho uma prima q fez , ela é japinha td intectual td a vê c/ ela hihihihi
    eu sinceramente ñ levo mto jeito c/ computadores! ñ e minha praia

    MALDITO qm inventou o CAD
    ñ me dou bem c/ ele , adorooo desenhar a mãe sem conta q o resultado fica mto mais interessante!

    mas ta bom! [2]

    td d bão p/ ti

    SUCESSO p/ nois sempreeee

  117. Caroli
    02 de dezembro de 2009 - 15:26

    Lia, adorei o que você escreveu, também estou num curso que não gosto muito (ciências da computação), mas de verdade ainda não sei o que quero fazer.
    Por isso vou terminar ele, mais por causa do nome que a faculdade tem do que do curso em si.
    Mas acredito que meu rumo seria o webdesign mesmo. Ainda tô na dúvida :x

    bjos =*

  118. cris
    02 de dezembro de 2009 - 15:42

    Nossa esse post veio pra me dar uma força sabia…afff pensa estou no ultimo ano de matemática…isso mesmo matemática, que era a faculdade que eu queria fazer…(no inicio era nutrição…mas as disciplinas bilogicas me odiaram e as exatas me adotaram) hj em dia quando dá o horario de ir pra facul…afff…pareçe que estou indo pro corredor da morte…entrei na facul com intenção de fazer mestrado doutorado o diabo a quatro…hj em dia abandonei meu orientador, tenhu odio de quem me pergunta “e a faculdade como vai?”, e ainda graças a uma DP que peguei ano passado tenhuh que ir o ano que vem ainda pra cursar duas disciplinas (me arruma uma corda???). Algo que é fato na minha vida VOU FAZER OUTRA FACULDADE, estou pensando em fazer marketing, mas tenhu medo de faltar talento, vc que trabalha nessa mais ou envolvida com essas area, acredita que isso possa ser um grande impessilho…ou que durante o curso isso pode ser aprimorado (alguns amigos acham que eu levo um super jeito, mas amigo é amigo neh)??? Acho que ia morrer se durante a minha segunda faculdade descobrisse que errei denovo…realmente esse negocio de curso não é facil…e descupal pelo desabafo e parabens pela sua vitória..afinal terminar um curso que está odiando..afff é um verdadeiro desafio..bjussss

  119. Aninha
    02 de dezembro de 2009 - 15:43

    Oi Lia!!!! Amei o post!!!

    Também sou Designer, e o mercado é exatamente como vc disse, mtas vagas, mas apenas pra pessoas mto boas… Acabei de me formar em Publicidade e Propaganda (tipo, acabei mesmo… esse mês) rs, e realmente são 4 loooooooongooossss anos. E a facul não dá a base necessária pra essa profissão. E agora estou em busca de alguns cursos de programas mais específicos.
    Meu sonho é trabalhar na Abril *___* !!!!! Quem sabe algum dia eu não consigo assim como vc neh!!!

    Amoooo seu blog!!!!!

    bjoooo

  120. Alana Bochenek
    02 de dezembro de 2009 - 15:51

    Uau! ba, que legal :o nunca tinha escutado um profissional falar como é a profissão, me interessei mais, mas achei bem dificil

  121. mariana
    02 de dezembro de 2009 - 16:00

    Nossa adorei o post , e que de tudo certo pra ti e na tua profissão e não acabe nunca com o JustLia e que tu sempe tenha tempo de postar coisas novas :D puxa saco eu hihi bjs

  122. Carla
    02 de dezembro de 2009 - 16:11

    Esse post foi ótimo!
    Estou nessa fase de seno, cosseno e mimimi e minha classe já chegou a perguntar pros professores para que usaríamos aquelas coisas e eles não souberam responder várias vezes! Quero dizer, depois do vestibular, onde fica tudo isso, todos esses anos? No lixo! Eu tenho tanto ódio disso!
    Mas é bom saber que você encontrou algo que gostava. Quem sabe não haja uma luz no fim do túnel mesmo. :)

  123. Annie
    02 de dezembro de 2009 - 16:14

    Hm, haha. Acho que você já sabe que tambem quero seguir essa carreira. To estudando igual uma condenada pra fazer Editoração na USP, e tenho cada vez mais certeza disso. Já conversei com alunos, professores de lá e todos falam muito bem dos cursos. Já me inscrevi num curso técnico de Webdesign da Senac, e sinto que estou chegando lá. XD

    Talvez meu sonho aqui não seja igual de todo mundo de trabalhar na Capricho, mas eu tenho muita vontade de trabalhar numa revista de cães. ^_^ Assim posso conciliar meus dois sonhos em um só, veterinária e internet. =) rs

    Um beijo, Lia! :*

  124. Caroline
    02 de dezembro de 2009 - 16:22

    Nunca soube muito bem o que eu quero fazer *-*
    Mas com esse post tenho certeza que
    faço qualquer coisa menos Produção Editorial hehe
    E amei conhecer sua carreira profissional.

  125. Hasu
    02 de dezembro de 2009 - 16:23

    O que fez eu desistir do design gráfico foi justamente o fato de “trabalhar pra os outros”. Até fiz uns sites uma época, mas tiha que mudar conforme a pessoa gostasse ou não, e às vezes ficava FEIO, e era assim mesmo que elas queriam. Aí fiquei p*** e desisti. AHUAHua. Mas sabe, essa coisa de “não tá gostando do curso, muda”, eu recomendo ter cuidado. Tem que lembrar que SEMPRE vai ter uma matéria insuportável, um coordenador retardado. Agora… Se não gosta de nada, tem que mudar, mesmo. :p

  126. Gabi Alberini
    02 de dezembro de 2009 - 16:33

    Adorei a parte em que você diz que os colégios brasileiros estão mais preocupados em decoreba do que introduzir o aluno em uma profissão. Por mais que existam feiras de profissões, guia do estudante, entre outras coisas, os alunos sempre ficam perdidos e nem são todos que possuem esse contato.

    Cresci comos outros falando na minha orelha que eu deveria fazer Moda. Sempre gostei de criar roupas, desenhar, amava ver programas de estilo e moda, tentava entender o estilo de cada tribo (termo que nem existe mais) e o porque delas se vestirem assim. E conforme foi passando o tempo, mais certa eu ficava que eu queria/deveria fazer Moda. Mas depois que eu entrei no curso duvidas começaram a assombrar minha cabeça, porque no mesmo campus que estudo há o curso de Desenho Industrial, curso que eu conhecia pouco. E conforme ia passando os anos na facul, mas eu pensava: acho que eu deveria ter feito design… No momento estou fazendo TCC, tudo que aprendi em Moda foi muito útil, mas creio que eu teria aprendido muito mais e crescido mais em outro tipo design. Falo isso porque o ambiente do meu curso não casa comigo: por mais que você estude e necessite estar sempre atualizada, parece que tudo fica superficial. E aquelas coisas, né? “Se você não é isso, você não é nada”. E TUDO é uma disputa! Enquanto isso vejo os meus amigos designers, bem mais desencanados pelo que os outros vão pensar deles e sim se eles chegaram nos seus objetivos. E meu Deus! Como eu adoro o trabalho deles, tanto os teoricos como os práticos de criação, e sempre vejo um fundamento neles.
    Não foi inútil o curso de Moda pra mim. Foram 4 longos e corridos anos que aprendi muito mais sobre as pessoas: no que elas são ou não capazes, maturidade e personalidade. Esses anos me deram lições de vida preciosas. Mas para alcançar os meus objetivos de satisfação pessoal e profissional eu pretendo fazer um técnico em design gráfico ou algo do gênero.

    Bjus – Gabi

  127. Debora Rodrigues
    02 de dezembro de 2009 - 16:39

    Lia, faço curso técnico em informática, amo o curso, e agora vou fazer analise de sistemas, é um pouco diferente dos outros pois é um curso tecnologico, mais rapido e mais abrangente (falo isso com certeza por ja ter enchido a paciencia de meus professores tecnicos com o assunto, e foi confirmada minhas expectativas). Faço curso tecnico de Design Gráfico e tambem amo a area, gostaria de algumas indicações suas de cursos de extensão (SENAC etc) pra quem quer trabalhar na área sem ter feito faculdade de design, ate por que não sei se é isso que eu quero pra vida, sabe?
    Quero mesclar bastante minha formação pra ter certeza de com que quero trabalhar pro resto da vida, e tambem pra poder fazer várias coisas e assim não correr o risco de passar fome por não ser qualificada, rsrsrs, admiro muito você e seu trabalho, porque é a prova viva de que se pode sim trabalhar feliz e fazer aquilo que gosta de verdade.
    Beijoss, até mais.

  128. Natiene Vieira
    02 de dezembro de 2009 - 17:01

    Desde pequena, sempre desenhei e sempre soube que queria ser estilista. Ano que vem vou estar no 3 ano e fazer curso de desenho de moda no senac. Pretendo me especializar nessa área, porque amoooo desenhar croquis e lógico, adoro moda! *—*

  129. Isa
    02 de dezembro de 2009 - 17:01

    Adorei o post.
    Eu já sabia que vc trabalha com Design, mais foi muito interessante (e bom pra eu saber um pouco mais, já que faça facul de Design) ler toda a história. No começo tb não tava gostando da área, mta gente 10 vezes melhor que eu e mais avançados, mas agora me encontrei.
    Espero um dia chegar a fazer pelo menos uma parte do que vc faz (pq é tudo incrível e super criativo).
    Bjão~

  130. Luh
    02 de dezembro de 2009 - 17:09

    eu estou divida em que carreira seguir. Eu adoro desenhar tanto no papel como no computador. As vezes penso fazer design gráfico, webdesign e design de moda. Estou dividida em 3 áreas de design. O dúvida cruel.

  131. Cacau Lima
    02 de dezembro de 2009 - 17:37

    Achei o máximo esse post!
    Apesar de já estar quase formada, adorei o post porque tenho certeza de que ajudou muita gente por aí! O melhor a se fazer quando se está procurando uma faculdade é sempre conversar com quem já fez, né?
    Um beijo!!

  132. Paola Burgos
    02 de dezembro de 2009 - 17:57

    Oi, Lia. Tudo bem?
    Achei muito legal seu post, principamente porque a fase de “escolher o que eu quero ser para o resto da minha vida” é muito difícil.
    Eu fiz publicidade e Marketing e adorei (vou começar a minha pós ano que vem com foco em marketing e comunicação), mas vale a pena ressaltar que em termos de carreira profissional nada é definido. O caminho é trilhado de acordo com a vida e as oportunidade que vão aparecendo. Eu comecei a trabalhar em uma empresa de internet focada em atuar em Marketing e hoje, 4 anos depois, me sinto feliz em não estar lá. Não porque eu não gosto, mas porque tenho uma abrangência maior no que faço hoje em dia.
    Acho que a maior lição é se arriscar, não ter medo de fazer coisas novas… o mercado de trabalho de hoje em dia está muito diversificado e cada empresa tem uma necessidade diferente de profissional.
    Parabéns pelo Post mais uma vez.
    beijosssss

  133. Camilla
    02 de dezembro de 2009 - 18:12

    Oii Lia, nossa esse post foi incrivel, era tudo o que eu precisava no momento, até pq já passou pela minha cabeça fazer produção editorial (pq eu queria trabalhar com revistas)..ou PP…ou Jornalismo…ou enfim..algo que seja relacionado a Comunicação…HSUAHSUAHSU..! Eu ainda estou no ensino médio e tenho mtas dúvidas com relação a qual profissão escolher, bom a área eu já sei que concerteza será alguma coisa relacionada a Comunicação e Moda, mais não sei exatamente qual escolher, vc que trabalha em uma editora com tantos profissionais na área, poderia me indicar uma “profissão exata” que tenha haver com isso (se não fosse pedir demais)?? Eu ando meio perdida e um tanto desesperada…hehe..! Vc citou tbém sobre fazer cursos técnicos e eu vou começar um o ano que vem, provavelmente será Multimidia, mais não me acho tão criativa.. ;x — é uma boa? ou melhor optar por outro? beeeeeijo e desculpaaa com tantas perguntas! rs ;*

  134. Jéssica
    02 de dezembro de 2009 - 18:21

    Lia, amei, pra falar a verdade, há um tempinho eu queria te mandar um e-mail perguntando da profissão pq eu não conheço nenhum webdesigner. E esse post me ajudou muito pois, eu tenho a intenção de ser designer gráfica ou webdesigner, pq a uns 5 anos tive blog e me encantei quando começei a fazer meus layouts, gifs, afins, começei no Fireworks e depois de mta luta, aprendi a mexer no Photoshop, sozinha! Mas enferrujei, tentei fazer sites e afins mas nunca passaram de ideias. Tou melhor msm em edição de foto (bye olheiras e espinhas haha). Então agora, eu vou prestar vestibular pra Design Gráfico na federal daqui, não to crente que vou passar e também andei vendo tem muita matéria nada haver. Meu irmão edita fotos de formaturas e me disse que uma guria que trabalha com ele é formada em DG e falou que a faculdade não ensina nada sabe, então eu to nessa, será que caso eu passe na faculdade, faço? Vou fazendo pra arrumar estágio e pagar cursos no Senac? Se não passar, arrumo um emprego qualquer e vou pagando cursos? E outra coisa, eu tou tipo, será que vou ser boa o suficiente pra conseguir seguir a profissão? Eu não me vejo fazendo outra coisa, eu amo design, não adianta, mas tenho muito medo de não conseguir… Desabafei XD aheuhuaie
    Amei o sapo formando hahaha

  135. Tiemi
    02 de dezembro de 2009 - 18:21

    Adorei esse post. Ainda mais nessa época em que eu estou procurando decidir sobre a minha futura profissão. É muito bom saber a sua opinião sobre designer gráfico e tal – me foi mto útil, obrigada. (não vou fazer editoração mesmo hehe) xD

  136. Tiara
    02 de dezembro de 2009 - 18:54

    Q legal o post !!!
    Depois q conheci o JustLia fiquei fisurada em WebDesigner … pensei “pronto!achei minha profissão.”
    Mas me pergunto, pra q faculdade???só pra ter diploma?!!se nem no curso de informática eles ensinam informática … fico com ódio da educação no Brasil. aaarrrrr ….
    Por mais q goste da idéia de ser webdesigner, ainda quero fazer faculdade de gastronomia ou estilismo e moda (tudo a ver um com o outro!).

  137. Ninna
    02 de dezembro de 2009 - 18:55

    Não é minha área, mas acho legal^^
    Post mto interessante Lia, adorei! Bjobjo

  138. Gabriela M.
    02 de dezembro de 2009 - 19:02

    Lia curti mt o seu post! Eu quero ser designer gráfica,eu ia fazer o curso técnico na ETEC ,mas optei por só fazer o ensino médio. Gosto mt de moda,têndencias,criar e td,qualquer coisa que seja ligada a arte,e que minha imaginação comande. Tenho a maior vontade de estagiar na Capricho (oiiii,concorrência iuasisu)
    O post veio na hora certa. Já sei oq NÃO fazer iuasiasu. Bjs :*

  139. Maria Eduarda
    02 de dezembro de 2009 - 19:16

    Muito obrigada pelo seu post sincero, que ajudou não só a mim, mas a vááárias pessoas que estão passando pela fase de escolher o seu curso e consequentemente a carreira que irá seguir… Já fiz uns trabalhinhos pro meu irmão como designer, e tenho que admitir, é bem dificil, pois é o que você falou, temos que decifrar o que o cliente ta pedindo, e não podemos exercer a liberdade de fazer o que achamos que fica melhor né? Tens uns clientes malas que Deus me livre né?! hahaha
    Ainda tenho dúvida se irei cursar administração (que eu gosto bastante, além de ter emprego praticamente garantido) ou algo ligado a informática (minha verdadeira paixão)…
    Ainda tenho um ano pra pensar, to fazendo cursinho hahaha :D
    MIL BEIJOS LIAA!

  140. mayaracristine
    02 de dezembro de 2009 - 19:22

    Simplesmente amei. Tipo, eu sou meio indecisa entre arquitetura e essa área de design, sabe? Mas tô decidindo… e sobre ficar rica ou não, quero nem saber, amo essas coisas. =)

  141. mayaracristine
    02 de dezembro de 2009 - 19:23

    Ah, e umas dicas pra se ‘atualizar’ seriam bem recebidas tb, pq eu faço curso de designer gráfico e webdesigner, então é bom, né? :***

  142. Aline Dumelle
    02 de dezembro de 2009 - 19:35

    adorei seu post Lia!
    começei a ler seu blog esse ano pq já tinha ouvido falar de vc na capricho,mas nãot inha a mínima idéia da sua profissão realmente!

    sabia que vc já tinha falado que fazia sites e tal,mas não sabia desses perrengues todos! haha você avacalhou mesmo a produção editorial heim! mas eu acho mesmo que quem quer trabalhar com design,se for procurar uma graduação “tradicional” tem que procurar um curso totalmente voltado à arte,ou com um foto em administração ou comunicação,algo do tipo

    eu vou fazer Jornalismo,mas já tive minha épocas de querer trabalhar com publicidade e vivia dizendo : ” vou ser design gráfica ” haha hoje vejo que não é muito a minha praia,eu prefiro fotografia

    ah falei demais já,eu quero te parabenizar pq vc fez um post bem esclarecedor pras gurias que estão em dúvida sobre alguma profissão,pq,como você mesma disse,na escola não há nenhum esclarecimento sobre carreia,cursos superiores,etc,na minha não teve de jeito nenhum! haha

    beeeijos!

  143. Aline Dumelle
    02 de dezembro de 2009 - 19:37

    *desculpa os erros de digitação!

  144. Natane
    02 de dezembro de 2009 - 19:37

    Estou naquela fase de ter que escolher um curso a seguir, tou com muita dúvida entre arquitetura, moda e web design. Gosto muito desse último, mas tenho medo de ganhar pouco.Tenho uma dúvida (me desculpe por ser indiscreta): Lia, quanto vc ganha? Eu gosto da área que vc atua, mas tenho medo de ser pobre, ehuaahehiaha
    Beijos

  145. Lêthy Guizolfi
    02 de dezembro de 2009 - 19:46

    Liiiiiaaaa….amei esse post….
    tipo eu tava perdidona pensandu na minha carreira(tipo eu não vô se nada)..então tu me ajudo…
    agente pensa em um monty de koisa e acaba deskobrindu ki nu final tem ki ser akilo ki agente gosta mesmu…..não tem ki ser akilo por pressão de pai e mãe….
    meu poai sonha em me ver formada em enfermagem mas so mega sensivel…xoro por tudo…não aguenrtaria e não vo conseguir fazer a vontade deliii…
    Brigadão Liiiaaa(o bloggggg é mara)

    bjão

  146. Lou
    02 de dezembro de 2009 - 20:17

    Olá Lia ,
    Como você eu também sou Designer , e concordo com muitos dos pontos que você disse no seu texto ! Eu me formei o ano passado e hoje trabalho como Designer de Produtos ( na área de Papelaria – tem no meu portfóolio ! huahauhuahu ) , mas uma coisa que eu queria mencionar é que o Brasil tem formado grandes designers e a nossa profissão ainda não é regulamentada no congreso .. triste , mas astrólogo é regulamentado e Designer não … é o ponto que não ficamos ricos com Design ( rs ) , por que entra um monte de gente que sabe mexer com Corel e diz que é Designer , e não estudou , e não aguentou os 4 longos anos que todo mundo tem que passar em um curso universitário …. e cobra baratinho , ai desvaloriza quando alguém que estudou , atuou na área passa um orçamento mais carinho …é como um cara que dá conselhos se chamar de psicólogo ! Bom , mas para as meninas que vão prestar Design , Desenho Industrial e afins , boa sorte ! Eu sou apaixonada pela área e amei o curso ! E é como a Lia disse , lugar tem , para quem se esforça e quer muito !
    Quem sabe um dia a gente não se cruza ?

    Abraço e boa sotte para vocês meninas !
    ( se alguém ler ! )

  147. Yara Nolee
    02 de dezembro de 2009 - 20:25

    Liaa!!! Super obrigada!!! Vc disse tudo o que eu queria (e temia) saber xD
    adorei ^-^

  148. Nanda
    02 de dezembro de 2009 - 20:25

    aaaaah *-* , sabe eu sempre venho aqui ler. mas tenho uma preguicinha basica de comentar, rs ! Mas dps desse post num tem como *-* u to prestanto vestibular esse ano pra comunicação social e pirei tanto quando descobri isso, igual voc com PE. Fiquei com um pouco de medo agora, asoidhaosihdause mas espero ir bem *-* rs que bom que voc achou teu caminho certo ♥ que tudo deêe mais certo ainda p vooc :D:D amo esse justlia desde sempre rs

  149. Luiza
    02 de dezembro de 2009 - 21:01

    Adorei o post, muito bom! Já pensei em fazer Produção Editorial, só que eu nunca soube nada dessas coisas de design, tenho a impressão de que ia sofrer muito pra fazer os trabalhos, a não ser que os professores ensinassem tudo direitinho. Tipo, eu faço Jornalismo e tem uma matéria que é Planejamente Visual-Gráfico (ou seja, design) e eu tive que fazer um site, e foi super legal, mas super estressante também. E ninguém ensinou a gente a mexer com essas coisas na faculdade. (Nessas horas sinto inveja dos meus amigos publicitários que entendem tuuuuudo de photoshop, corel draw e por aí vai…) Mas tudo bem, acho super legal, mas essa não é mesmo a minha praia. Vou ser escritora de livros igual a Meg Cabot!
    Mas compartilho desse sentimento que você teve de não se encaixar no curso… mas tenho tanto medo de sair, porque eu gosto taaaanto dos meus amigos de lá, e eu to só no segundo semestre, né. Mas sei que jornalismo também não é bem o que eu gosto de fazer, escrever notícias é muito chato (apesar de eu gostar de manipular os fatos… mas isso é ruim! huahahah). Até eu virar uma escritora de verdade, talvez eu ainda descubra alguma coisa que me faça mais feliz, como você foi descobrindo também com o tempo…
    Ah, e eu te admiro muito por tudo isso que você é! Quero ser “igual” a você quando crescer!
    Quem sabe não surge um emprego mega perfeito pra mim em que eu possa escrever o que eu gosto sem pressões e ainda me sobra tempo pra escrever meus livros? Nunca se sabe…
    Beijos, muito bom o post!!

  150. Nie
    02 de dezembro de 2009 - 21:07

    Aahh Lia, obrigada mesmo pelo post. ^^ Foi inspirador e veio na hora certa, eu me indentifiquei com algumas partes do que vc disse, ^^

    Primeiro, que eu tou no primeiro ano de Design Digital na univ. do Senac, e esse semestre me deixou bem desanimada… pq nossa, foi tão incrivelmente… chutado. o_o Alguns professores deixaram a desejar em matérias importantes, daí ver a sua opinião sobre seu curso, bateu uma duvidazinha. Mããns ao mesmo tempo, tem muitos ‘prós’ e eu realmente gosto do curso, da facul e de alguns professores ^^ então, pelo menos por agora vou ficar nessa de “vamos ver se semestre que vem melhora”, pq afinal o primeiro semestre foi legal.
    Segundo, que eu também tenho de trabalhar pra pagar meu curso… mas no momento trabalho em algo super trash e mal pago que nem é da mesma área, mãããns² ano que vem, bora correr atrás de estágio \o/

    Mas Lia, eu queria perguntar uma coisa… você se sentia despreparada quando vc tava começando a facul? Isso foi melhorando conforme vc foi fazendo estágio? Pq meldels mesmo eu sabendo de algumas coisas da área já, eu me sinto super noob, ainda mais comparada alguns colegas… dá AQUELA sensação de inferioridade. xDD

    Mas é isso ^^ eu tenho mil sonhos que tavam me fazendo pensar “mas será que dá?” e esse post caiu do céu como um boost de ânimo \o/

    Bj Lia :* e parabéns pelo sucesso. :P

  151. Erika
    02 de dezembro de 2009 - 21:12

    Liaa. Sabe, eu faço técnico em Design gráfico numa ETEC, porque eu queria saber se isso era exatamente o que eu queria (por que eu não fazia ideia, até 3D eu pensei!) e realmente aprendi muito coisas do tipo “Você trabalha para os outros”. Isso é tããão verdade! O que na verdade eu não gosto muito, e pode desanimar, mas eu aprendi muito mais sobre a vida que leva um designer do que “técnicas profissionais” e softwares. Nesse aspecto eu até recomendo meu curso, acho que eu erraria muito mais nessa vida se eu não o tivesse feito.
    Eu queria perguntar umas coisas. Quando você disse “byeeeee lia-designer-gráfica” é porque você descobriu que não queria isso? Por quê? É legal saber os caminhos que você foi tomando até decidir o que quer. Que vaga perfeita foi essa na Capricho? Pra fazer exatamente o que? Com quantos anos você entrou na Capricho? É que, sei lá, as vezes eu acho pessoas tão novas fazendo coisas tão maravilhosas que eu com meus pobres 17 anos já me acho atrasada! Auto-estima vai lá pra baixo. Eu até que aprendi muita coisa sozinha. Quando eu era criança (tipo uns 11 anos) eu fazia blogs e templates, aprendi softwares, como photoshop e illustrator sozinha, mas é que tem muita gente boa, tipo, você conheceu muita gente chata na sua carreira? É que eu encontro umas pessoas tãão egocêntricas nessa área, o problema é que elas são muito boas de verdade! Dá uma raiva hauhaah. Eu queria muito fazer DG na Belas Artes, mas é muito caro… Sabe, eu tinha meio que um sonho, que é criar uma marca (tipo tokidoki conhece?) mas to com medo
    desse negócio de “Não dá pra ganhar dinheiro sendo designer”, o que você acha que eu devo começar fazendo?

    Bjo Lia! Obrigada por sempre responder os comentários que eu faço aqui no blog.

  152. Dani Colnago
    02 de dezembro de 2009 - 21:35

    Show o post Lia!
    Perfeito pra mim que to super em dúvida entre duas profissões que não tem nada haver: Desenho industrial e secretariado executivo trilingue….rs
    Sempre amei tudo que se vende em papelaria e na banquinha de jornais…e quando eu tive a oportunidade de escolher um curso técnico para cursar junto com o ensino médio eu escolhi artes visuais.
    Foram três anos e eu me apaixonei. Porém cursei o ensino médio nos Estados Unidos e também usei muito o inglês. Agora voltei pro Brasil pra fazer uma faculdade.

    O problema de ser designer é que aqui no espirito santo só tem desenho industrial na federal (super competitivo) a outra opção seria design de produto na particular (mas o curso é mais voltado pra objeto).

    Então eu to tentando passar na Federal e se não der vou fazer a minha segunda opção que eu também gosto muito.

    Lia gosto muitto de Design mas eu só acho gente pra me desanimar…dizem que isso não da futuro pra ninguém. :(
    Tão triste!

    Beijão e obrigada!

    =)

  153. Patricia
    02 de dezembro de 2009 - 22:48

    Lia, o teu post foi muito útil, muito mesmo!
    Faço curso técnico em Design, e ele abrange muita, mas muita coisa! (recentemente ele foi dividido em duas partes: a área de comunicação visual e de interiores). Mas eu já to quase me formando e na minha época ainda era tudo junto! Hsuahuiahius
    Mas no fim isso acabou sendo muuuuuuito útil, porque eu tinha certeza que faria arquitetura, e depois que comecei a estudar realmente detestei essa área. :O Já aprendi desde desenho técnico,desenho arquitetônico, Autocad, desenho de interiores até o que eu mais gosto que é Artes gráficas, Computação gráfica, desenho industrial e acho que vou amar Webdesign semestre que vem *-* Enfim,tenho 17 anos e estou super indecisa sobre a facul! Por isso estou pensando em fazer estágio nesta área de webdesign primeiro para saber se realmente é isso que eu quero, antes de fazer uma escolha precipitada…
    Lia, eu sempre tive essa curiosidade mas nunca perguntei pra alguém, hueihuhuihsiua, sabemos que nesta área (criação) necessitamos de muita criatividade, mas e se não estamos num “momento criativo” num dia de trabalho que precise de muita criatividade, comofas? Hhuihasiuhaiuhsua
    Liaaaaa, Parabés pelo post e acima de tudo pelos seus anos de dedicação ao blog. Você faz um ótimo trabalho e um dia pretendo ser como você! Minha ídola! *-* Obrigada mesmo.

  154. Biiiiiiaa
    02 de dezembro de 2009 - 23:02

    Lia pode deixar que voltarei para o próximo!!!Já tenho uma profissão escolhida e não é design mas de qualquer forma obrigada pelo post!!! ; )


  155. 02 de dezembro de 2009 - 23:09

    Lia,

    Eu nunca comentei aqui, apesar de acompanhar seu blog desde… 2001? Haha. Mas resolvi comentar agora porque eu faço Editoração na USP e me identifiquei bastante (quase totalmente!) com a sua descrição da UAM.

    Sei que no meu curso a experiência do pessoal é bem variada, mas a parte de design e de web foi fraquíssima comigo (minha turma teve o azar de fazer todas as matérias de design com o mesmo professor, que era péssimo) e parece que continua sendo. Eu acho a ideia do curso muito boa, mas a execução é bem frustrante. A maioria aprende com os colegas e com os estágios.

    Outra coisa: na USP o curso é muito voltado pra produção de livros. Se não for a praia das pessoas, acho melhor pensar duas vezes. Se já souber de antemão que quer ser webdesigner, putz, eu desistiria. Hehe

    Enfim… eu não digo pras pessoas não prestarem Editoração porque tenho fé que um dia o curso melhora, mesmo com os complicadores de faculdade pública: falta de grana, concursos-marmelada, professores picaretas etc. Mas que vão avisados que não vai ser uma maravilha e que o melhor a se fazer é correr atás por fora durante toda a graduação :\

    Beijo!

  156. Bee
    02 de dezembro de 2009 - 23:44

    Lia, muito obrigada mesmo pelo post!
    Tô começando a faculdade agora (2º semestre) e, sinceramente, ainda não sei o que fazer da vida…

    Entrei em Psicologia e em Belas Artes, só que Psicologia é particular, Belas Artes é pública e eu tô cursando as duas. Vou acabar largando Belas Artes, porque curto Psicologia e a profissão (teoricamente) é mais segura… Mas ao mesmo tempo não me vejo trabalhando com isso =/ Minha vontade era ir cursar Design, mas não quero largar tudo por uma profissão que não é regulamentada.

    Acho que vou fazer uns cursos livres ou umas matérias de Design na faculdade pra ver o que eu faço da vida…
    Foi ótimo ler mais ou menos como é a profissão, assim eu me situo e talvez comece a correr atrás!

  157. au
    03 de dezembro de 2009 - 00:38

    oi lia.
    sério, até coloquei nos favoritos esse post. eu sempre quis algo relacionado a isso, e ano que vem vou cursar o terceiro colegial e vou ter que tomar uma decisão de faculdade, curso e coisa e tal. te admiro demais, sério! sem puxa-saquismo mesmo. mas isso abriu demais os meus olhos e me fez refletir melhor nas escolhas que eu vou tomar a partir de agora. obrigada mesmo. muito sucesso pra você, merece.

  158. Mari
    03 de dezembro de 2009 - 10:50

    “estava mais perto de ser design gráfica”
    designer!

  159. Isa
    03 de dezembro de 2009 - 12:01

    Adorei o post. Esclareceu mto as dúvidas e impulsionou muitas pessoas a acreditarem em seus sonhos. *–*
    Eu tenho um blog (http://todapop.wordpress.com/) que está bem no começinho, mas eu ADOROO estar lá, poder conversar com outras pessoas e passar um pouquinho do que eu sei para outros.
    Eu sou nova (15 aninhos) mas já sou interada nessa onda de blogs desde os 13 anos. Eu já fiz de tdoo um pouco. Fanclube, Moda, Estilo, Cutes Cutes. Enfim eu acho que ter um blog é poder sair da realidade e colocar por escrito todas as suas inspirações. E é extamente isso que eu faço, eu sou muito transitória (acho que por isso eu tive tantos blogs) tem epocas eu que eu quero estar mais envolvida com moda, em outros momentos eu quero algo mais real e que me aproxime de alguém.
    Eu apoio mto quem quiser ter um blog e só falo uam coisa. NÃO PERCA TEMPO, é MARAA. E o melhor de tdo é ver que as pessoas gostam do que você faz *—*
    Quem quiser passa lá no Toda POP (ainda estamos engatinhando, mas um dia crescemos) http://todapop.wordpress.com/

  160. Isa
    03 de dezembro de 2009 - 12:02

    Adorei o post. Esclareceu mto as dúvidas e impulsionou muitas pessoas a acreditarem em seus sonhos. *–*
    Eu tenho um blog (http://todapop.wordpress.com/) que está bem no começinho, mas eu ADOROO estar lá, poder conversar com outras pessoas e passar um pouquinho do que eu sei para outros.
    Eu sou nova (15 aninhos) mas já sou interada nessa onda de blogs desde os 13 anos. Eu já fiz de tdoo um pouco. Fanclube, Moda, Estilo, Cutes Cutes. Enfim eu acho que ter um blog é poder sair da realidade e colocar por escrito todas as suas inspirações. E é extamente isso que eu faço, eu sou muito transitória (acho que por isso eu tive tantos blogs) tem epocas eu que eu quero estar mais envolvida com moda, em outros momentos eu quero algo mais real e que me aproxime de alguém.
    Eu apoio mto quem quiser ter um blog e só falo uam coisa. NÃO PERCA TEMPO, é MARAA. E o melhor de tdo é ver que as pessoas gostam do que você faz *—*
    Quem quiser passa lá no Toda POP (ainda estamos engatinhando,)http://todapop.wordpress.com/

  161. Carol Costa
    03 de dezembro de 2009 - 12:38

    aah, adorei o post. e fiquei com medo de Editoração agora. Mas nunca vi esse curso por aqui onde eu moro também.
    Eu vou fazer Desenho Industrial que é o que eu quero agora, e se Deus quiser vou passar pra uma pública!
    Valeu Lia, Beijos.

  162. carolina
    03 de dezembro de 2009 - 12:48

    Lia me aguarde!
    Logo logo eu estarei ai do seu lado!
    minha maior vontade é trabalhar na capricho, to no primeiro ano de design na Unesp – Bauru e quem sabe daqui uns 3 ja estou ai!

  163. Ana Paula Todisco
    03 de dezembro de 2009 - 13:02

    Lia, querida!
    Pensei já diversas vezes em fazer Design, ou algo voltado à área, mas queria um curso mais rapidinho pq mais quatro anos de facul, ngm merece, O post ficou bem legal. Acho que tem bastante garota que tem você como inspiração.
    Estava pensando esses dias como é engraçado a gente ter afinidade com uma pessoa que nem conhecemos, né?! Estava assistindo o Temporada de Moda (a final) e procurando você… hahaha…mas não encontrei.

    Um beijo,

  164. Julianna Steffens
    03 de dezembro de 2009 - 13:34

    Lia, eu passei exatamente pelo que vc passou, e tb fui cabeça dura de terminar o curso (Geografia), apesar de que a idéia inicial era jornalismo, mas como não passei.
    Hj estou nesse inferno astral de ter certeza que a profissão que tenho não é aquela que quero, E com 24 anos vou ter que começar tudo de novo. =/

  165. Ana
    03 de dezembro de 2009 - 14:00

    Nossaa..axei q era a unica no mundo q termina uma facul q odeiaa !! ahuahuah .. faço Gestão da Produção de Calçados … fui pq gosto de desenhar e queria aprender design de calçados.. mas tinha mto pouco a ver.. agr n axo um emprego descente.. vou ver se faço algum curso tecnico.. essas coisas..

  166. giu
    03 de dezembro de 2009 - 14:03

    Lia em 02 de dezembro de 2009 às 13:35 disse:

    Giu em 02 de dezembro de 2009 às 8:56 disse:

    Aaaaaaaaaaah, Lia. Não fala assim de Produção Editorial. Eu fiz PE na UFRJ, então não posso dizer nada sobre o curso da UAM, mas acho que a questão é mesmo pesquisar muito antes de decidir qual faculdade fazer, ir às aulas, procurar as ementas das matérias etc etc. Eu fiz PE e, apesar dos pesares (que existem em qualquer faculdade, de qualquer área), gostei bastante do curso. Além disso, seu foco sempre foi na área de Web – e o foco clássico dos cursos de PE são as mídias impressas, jornais, revistas e principalmente livros. Hoje trabalho numa graaaaande editora, fazendo livros ótimos e me divirto à beça – e PE foi SUPER importante para isso.
    Fiquei triste de vc falar “Não façam Produção Editorial”, pq muita gente pode achar que esse conselho se aplica a todos os casos, a todas as vocações etc. Afinal, não é porque vc teve uma experiência ruim que o curso e a profissão sejam uma porcaria!
    O conselho que eu sempre dou quando pessoas mais novas vêm me perguntar sobre PE é: qual área vc tem interesse? Texto ou produção gráfica? Design de capa, ilustração, diagramação, sites? Você se vê trabalhando numa editora de livros, de revista ou em um escritório de publicidade/ design? Pq existem muitos cursos “limítrofes”, que são conectados e aparentados – eu, por exemplo, fiz PE mas puxei várias matérias tanto de Letras quanto de Design Gráfico. O importante, acho eu, é pesquisar muito antes de decidir…
    Mas em uma coisa eu concordo com vc: “Se vc não está gostando do seu curso, não tenha medo de mudar!” Eu comecei a fazer História na UFF e odiei, odiei tudo, tinha vontade de morrer… Quando comecei Comunicação na UFRJ, vi que tinha acertado de segunda – e acertar de segunda, de terceira, de quarta, de nonagésima não é vergonha nenhuma!
    Bjo e desculpa o comentário giga!

    Eu acho q qq pessoa q ler o post inteiro vai entender q minha critica foi sobre o curso q eu fiz e vai saber q se decidir fazer pe em outro lugar deverá pesquisar com os alunos q cursam pra ter mais noção. Vc generalizou uma unica frase do “PS” ali do final ;)

    Acho mto mto bom q outras pessoas q tiveram experiencias boas com a faculdade estejam falando aqui nos comentários, pq com certeza quem estiver nesse drama de escolher o curso e a facul vai ler e pode se guiar :)

    Lia, desculpa, minha intenção não foi de “generalizar”! É que PE (pelo menos na UFRJ) já é um curso tão pequenininho, que vive ofuscado pelos mais glamourosos Jornalismo e Publicidade e Propaganda, e que muita gente nem sabe que existe, que qq propaganda negativa é terrível! hehehe. E o que importa é que td mundo saiba que, não importa o que vc faça, td faculdade vai ter coisas boas e coisas ruins… O importante é pesquisar muuuuito! :)
    Beijo!

  167. Rafah
    03 de dezembro de 2009 - 15:03

    Lia , ameeei demais esse post !!!

    to fazendo analise de sistemas com web… e no começo fiquei com um medinho, mas agora eu adoro meu curso, claro tem uns profs mais ou menos, mas no geral to dando sorte, pq to aprendendo bastante… claro nada melhor do que um estagio pra por as coisas em pratica… hihi

    e um dia eu chego na capricho que nem você !!! *sonho* *___*

  168. quel
    03 de dezembro de 2009 - 15:52

    Lia, também gostei muito do seu post. É bastante esclarecedor.

    Aqui em Aracaju-SE (e para qm se perguntar: não.. Aracaju não tem acento.. =p) não tem o curso PE, tem apenas o DG.

    Minha irmã é formada em design, e meu namorado ta querendo mudar de curso.. ele qr largar arquitetura e começar design..

    Ele diz que qr mexer com arte etc, coisa q arquitetura (pelo menos aki em aju) n faz.

    Mandei seu post p ele.. vamos ver se ele vai mudar msm neh?? ^^

    um beijo enoooorme

  169. Nikki
    03 de dezembro de 2009 - 16:15

    Comigo aconteceu mais ou menos a mesma coisa.
    Não sabia direito o que fazer até que li sobre design grafico e achei que era mais do que a minha cara e resolvi fazer.
    Comecei o curso no SENAC, onde design grafico havia se dividido em tres:
    comunicação visual(que era o que eu fui fazer) > mais relacionado com essa coisa de editoração mesmo
    design industrial > que é aquela coisa mais projeto mão na massa
    e interface digital > voltado para web
    Como esses cursos estavam na sua primeira turma, fomos A cobaia. E mesmo assim é muito bom! principalmente a infra que eles tem la. Eu parei depois de dois anos e meio por não ser o que eu realmente queria, mas indico viu!
    Eu pelo menos gostei bastante e aprendi muuuito o tempo que fiquei lá!

  170. Mari
    03 de dezembro de 2009 - 16:49

    O final do seu post disse tudo… tem que se adaptar, tem que estar sempre ligado nas novidades, não se acomodar e principalmente descobrir o que gosta de fazer. :D

  171. Nathalia
    03 de dezembro de 2009 - 17:16

    Eu tenho muita vontade de ser webdesigner mas ñ sei se é isso mesmo q eu quero fazer, mas o bom é q eu tenho muito tempo ainda pra pensar…
    tô fazendo o tecnico de uma coisa q eu ODEIO demais q é contabilidade, é um saco odeio fazer contas mas enfim eu tô nele mesmo, eu ñ tenho muitas escolhas…. :/

  172. brazinglish
    03 de dezembro de 2009 - 18:42

    parece que eu escrevi esse post.

    A cada mês que passava eu odiava mais o curso, mas ficava firme e forte achando que “no semestre que vem melhora”.

    tudo que minha primeira faculdade (publicidade na Unisinos) teve de positivo, a segunda teve de negativo.

    fiz webdesign & programação a distância, crente que ia manejar um banco de dados com primor e fazer meu conhecimento quase nulo de CSS e javascript criarem um caso de amor, felizes para sempre.

    achava que o ensino a distância era coisa de molecada que passava o dia na frente do computador e ia unir o útil ao agradável, e que ia ter fóruns pra gente debater os exercícios.

    só tinha gente com mais de 40 em busca do sonho do diploma (!!!) e site de consulta fora do ar.

    fora isso, fiquei nessas de “deve melhorar no próximo semestre”, enquanto fazia disciplinas comedoras de $, como produção textual (oi?).

    terminei (com um material de 2005 que mesmo assim já era defasado) aprendendo a colocar .gif animado e – JURO – midi pra tocar de fundo na página.

    meu sonho é processar a universidade.

  173. Alice
    03 de dezembro de 2009 - 20:20

    Adorei o sapo formando! Eu ao contrário de vc,adorei a faculdade que eu fiz,acho que pq eu já tinha colocado na minha cabeça que eu queria fazer aquele curso na faculdade! Fiz Relações Internacionais na UVA (faculdade aqui do Rio) e adorei! Foram quatro anos também,mas com certeza não foram desperdiçados! Eu não sei se aguentaria fazer uma faculdade odiando-a…. Tem várias ( mesmo!) Senacs aqui no Rio,inclusive uma pertinho da minha casa. Mais é só para gráfica,desing e moda,sei lá…

  174. Paula Braga
    03 de dezembro de 2009 - 21:27

    Ainda bem que nao fez ODONTO, ai sim ia se arrepender heouheouehouehoeuhe! Ô profissãozinha dureza viu

  175. Luly
    03 de dezembro de 2009 - 22:25

    Preciiiiiiiiiiso escrever sobre minha profissão também, o foda de fazer um curso que simplesmente não existia pra seguir uma profissão que não existe faz com que as pessoas nunca entendam o que eu “sou”…
    … mas o que eu queria ser tá aí, Lia, no seu post… Eu vou, vou e VOU fazer design gráfico, nem que seja por diversão, pra matar o sonho que me vem na cabeça cada vez que me mato por um trabalho!!

  176. mariana lima
    04 de dezembro de 2009 - 00:12

    Adorei o post, mesmo já sendo formada e tal… Eu já quis muito ser designer, mas a unica facul que tinha esse curso aqui em BH qdo eu prestei vestibular não me quis (por duas vezes consecutivas!) e as vezes fico pensando se eu teria dado mais certo nessa profissão. Hj sou farmacêutica, profissão que adoro, e que descobri porque, ao contrario de você, escolhi patologia ao inves de informática ou eletrônica. Sempre adorei brincar de fazer “arte” mas não sei desenhar nem boneco de palito direito, logo o curso de belas artes e seu teste de aptidão nunca foram opção. Fiz um ano de orientação vocacional e no fim das contas não consegui decidir qual área seguir, daí prestei vestibular pra farmácia na UFMG e design gráfico na UEMG e o destino decidiu por mim, passei só pra farmácia e lá fiquei. Hj as artes visuais são tipo um hobby, até fiz algumas matérias na facul e tal e acabei aprendendo um pouquinho de desing pq arrumei um mooooonte de amigos e um namorado que fizeram o curso que eu não fiz. Mas assim como vc o que faço hj e o que pretendo fazer não são exatamente o q imaginei q faria quando entrei no curso, e aí me lembro da minha orientadora vocacional falando que nosso caminho profissional vai se desenhando a medida que vamos caminhando e experimentado e que nada é definitivo, nem a profissão que a gente escolhe no vestibular!
    Bjinhos!

  177. Paula
    04 de dezembro de 2009 - 08:12

    Muito bom esse post Lia! :)
    Eu também trabalho com design, principalmente web design e programação, mas eu prefiro a parte mais meiga da coisa, infelizmente não é o que eu faço atualmente :T
    O seu emprego deve ser um sonho Lia, tenho muita vontade de trabalho com algo na web mais voltado pro público feminino, como é a Capricho. Quem sabe um dia não? :)

  178. tekayumi
    04 de dezembro de 2009 - 12:44

    Apesar de não ser a área que eu quero seguir, achei muito legal essa sua iniciativa =]
    Meus parabéns, vc é uma heroína acadêmica \o/
    huahuahua
    Beijos =*

  179. Mariana
    04 de dezembro de 2009 - 16:01

    Adorei o post! Na verdade Design nem é a área que estou pensando em seguir, mas gostei muito do conselho sobre desistir do curso. Qdo comecei a ler o post já pensei “ai, não… vou ler que é bom continuar no curso até o fim pra pelo menos se formar ou então pra ver q depois melhora”… Mas continuei lendo e vi que vc ia dizer o contrário! Estou pra desistir de um curso que estava sendo uma tortura pra mim… E sempre vem aquele pensamento “será que é melhor eu aguentar mais alguns anos?”… Então ler esse post foi mto animador! :DD

  180. Mariana
    04 de dezembro de 2009 - 16:04

    Nossa! E agora estou lendo os outros comentários e tem muita gente passando pela mudança de curso!

  181. Priscila Costa
    04 de dezembro de 2009 - 18:59

    Oii Lia…
    Meu nome é Priscila e, estou quase formada em DEsign Digital e o seu post sobre a área de design foi muito bacana, por que dá pra ter uma base (quem não entende) de como é a área.
    Tenho que dizer sei como é dificil, arrumar um estágio e/ou emprego nessa área por que, hoje em dia, as empresas querem pessoas altamente qualificada, mesmo sendo estágiário.
    Mas pra quem quer ingressar nessa área, não recomendo faculdade… por que nenhuma te prepara pra carreira profissional. Eu recomendo um curso técnico, pois é nele que a pessoa irá aprender e muito.

    bom fica aí meu recado….
    aaah Lia, tenho que dizer que adoro o seu blog e seu trabalho e sempre acompanhei… desde o tempo das Dolls… (eu tinha uma Doll)..rsrsr

    beijos
    Pri

  182. Gabriela
    04 de dezembro de 2009 - 21:46

    bem interessante esse post,mas acho que ja to quase decidida a fazer enfermagem :)

  183. Letícia
    05 de dezembro de 2009 - 20:40

    Olha…eu curos PE na UFRJ e acho o curso bem bacana, na verdade. Lá você começa só como Comunicação Social por um tempo, e depois tem que escolher uma área específica. Eu acho ele muito bom mesmo, bem diferente do que você disse…xD Mas UFRJ nesse tipo de área é considerada a melhor federal do Brasil, né… :S

  184. Pipa
    08 de dezembro de 2009 - 11:18

    suahaushuah o “sapo formando” ficou lindo mesmo! xDDD

  185. Amanda Ragonezi
    14 de dezembro de 2009 - 12:08

    Lia do céu, esse post foi maravilhoso *-*, aind mais que eu nao sei que eu quero da minha vida (nada de exatas nem biologicas – sobra humanas). Ajudou a esclarecer alguns pontos, sem contar que esse post foi muito bem escrito e prometo nao fazer Produção Editorial suhauhsuahsuh.
    Beijooos

  186. Lunna Perdigão
    14 de dezembro de 2009 - 18:04

    Oi Lia! eu adoro seu blog… e assim, me interessei um pouco pela sua profissão… deu pra esclarecer bastante coisa com esse post e tal. E me parece bem legal! Vejo que vc tem, digamos, muitas vantagens por conta da profissão, certo? Por exemplo, sempre vai a lançamentos (que eu acho que são convites, né? :S), oq com certeza tbm ajuda a estar ligada nas novidades e td mais, ganha bastante “presentes”… Apesar de tudo… vc acha hoje que valeu a pena td oq vc passou pra estar como está hoje? Beijos, aguardo reposta. :*

  187. Letícia
    19 de dezembro de 2009 - 23:13

    Vc queria ser dentista? Que dureza de profissão hein… Bjos.

  188. Lia
    24 de dezembro de 2009 - 10:44

    Paula em 04 de dezembro de 2009 às 8:12 disse:

    Muito bom esse post Lia! :)
    Eu também trabalho com design, principalmente web design e programação, mas eu prefiro a parte mais meiga da coisa, infelizmente não é o que eu faço atualmente :T
    O seu emprego deve ser um sonho Lia, tenho muita vontade de trabalho com algo na web mais voltado pro público feminino, como é a Capricho. Quem sabe um dia não? :)

    manda já esse currriculo e portfolio pra mim :D
    lzcamargo@abril.com.br
    E sempre q tiver coisa nova legal me manda tb

  189. Lia
    24 de dezembro de 2009 - 10:49

    giu em 03 de dezembro de 2009 às 14:03 disse:

    Lia em 02 de dezembro de 2009 às 13:35 disse:

    Giu em 02 de dezembro de 2009 às 8:56 disse:

    Aaaaaaaaaaah, Lia. Não fala assim de Produção Editorial. Eu fiz PE na UFRJ, então não posso dizer nada sobre o curso da UAM, mas acho que a questão é mesmo pesquisar muito antes de decidir qual faculdade fazer, ir às aulas, procurar as ementas das matérias etc etc. Eu fiz PE e, apesar dos pesares (que existem em qualquer faculdade, de qualquer área), gostei bastante do curso. Além disso, seu foco sempre foi na área de Web – e o foco clássico dos cursos de PE são as mídias impressas, jornais, revistas e principalmente livros. Hoje trabalho numa graaaaande editora, fazendo livros ótimos e me divirto à beça – e PE foi SUPER importante para isso.
    Fiquei triste de vc falar “Não façam Produção Editorial”, pq muita gente pode achar que esse conselho se aplica a todos os casos, a todas as vocações etc. Afinal, não é porque vc teve uma experiência ruim que o curso e a profissão sejam uma porcaria!
    O conselho que eu sempre dou quando pessoas mais novas vêm me perguntar sobre PE é: qual área vc tem interesse? Texto ou produção gráfica? Design de capa, ilustração, diagramação, sites? Você se vê trabalhando numa editora de livros, de revista ou em um escritório de publicidade/ design? Pq existem muitos cursos “limítrofes”, que são conectados e aparentados – eu, por exemplo, fiz PE mas puxei várias matérias tanto de Letras quanto de Design Gráfico. O importante, acho eu, é pesquisar muito antes de decidir…
    Mas em uma coisa eu concordo com vc: “Se vc não está gostando do seu curso, não tenha medo de mudar!” Eu comecei a fazer História na UFF e odiei, odiei tudo, tinha vontade de morrer… Quando comecei Comunicação na UFRJ, vi que tinha acertado de segunda – e acertar de segunda, de terceira, de quarta, de nonagésima não é vergonha nenhuma!
    Bjo e desculpa o comentário giga!

    Eu acho q qq pessoa q ler o post inteiro vai entender q minha critica foi sobre o curso q eu fiz e vai saber q se decidir fazer pe em outro lugar deverá pesquisar com os alunos q cursam pra ter mais noção. Vc generalizou uma unica frase do “PS” ali do final ;)

    Acho mto mto bom q outras pessoas q tiveram experiencias boas com a faculdade estejam falando aqui nos comentários, pq com certeza quem estiver nesse drama de escolher o curso e a facul vai ler e pode se guiar :)

    Lia, desculpa, minha intenção não foi de “generalizar”! É que PE (pelo menos na UFRJ) já é um curso tão pequenininho, que vive ofuscado pelos mais glamourosos Jornalismo e Publicidade e Propaganda, e que muita gente nem sabe que existe, que qq propaganda negativa é terrível! hehehe. E o que importa é que td mundo saiba que, não importa o que vc faça, td faculdade vai ter coisas boas e coisas ruins… O importante é pesquisar muuuuito! :)
    Beijo!

    PE na UAM tb era tao pequenininho que nem os professores sabiam do qse tratava! ahuiehauieha
    (e nao estou exagerando!)

  190. Gabys
    02 de janeiro de 2010 - 18:30

    nossa, também passei perrengue na faculdade! grade desatualizada, corpo mole dos professores e poucos colegas no mercado. na escola também não tive nenhuma orientação!
    ainda não tive grandes oportunidades de trabalho.. mas seu post serviu de esperança, que correndo atras a gente consegue se destacar! bjo

  191. Aline
    12 de fevereiro de 2010 - 04:56

    Oi Lia! *–* Acho muito bacana você ter feito esse post. Esse é o meu último ano na escola e ainda nem sei o que quero da vida. Ou o que ela quer de mim. =P

    Mas fato é que eu li quase que todos os comments aqui e percebi uma coisa. TODO MUNDO quer fazer Web Designer! Aff acho que isso tudo é pra imitar você sinceramente…

    Como a Bruna Costenaro disse:

    “Bom eu axo q foi, alias é extremamente importante que as meninas saibam que ser design não é ser como vc,”

    Isso mesmo! u.u

    Beijos Lia e sucesso sempreeee! ;*

  192. endim mawess
    01 de março de 2010 - 19:50

    nossa lia você é guerreira mesmo, até me incentivou a fazer outra area, é que eu sou um daqueles formados e infelizes.

  193. Juliana Ikeda
    03 de maio de 2010 - 14:26

    Legal Lia, esse seu post me ajudou bastante! =D
    Quando acaba o ensino médio, acho que as pessoas ficam tão perdidas que não tem idéia do que vai acontecer com a vida delas daqui para frente.
    Beijos

  194. Talita
    23 de junho de 2010 - 15:53

    Oi Lia, tudo bom? Há muito tempo que leio seu blog, e por causa dele e de você surgiu em mim uma vontade imeeeeeensa de ser webdesigner, faz tempo que procurava um post desse tipo. sempre gostei muito de computador, estou no 2º ano do Ensino Médio e ainda cheeia de dúvidas sobre o que eu realmente quero. Tinha me decidido a fazer Design Gráfico e depois me especializar em Webdesigner, mesmo não achando tant graça na graduação. foi então que conheci um amigo que faz ciencia da computação, que me falou do curso e que eu poderia fazer e me especializar depois. Cada dia que eu converso com ele e ele me fala do curso eu gosto ainda mais, e tenho mais vontade de fazê-lo. Mas eu ainda tenho muito medo do mercado de trabalho, moro no interio da bahia e sei que por aqui por perto é muito dificil seguir a carreira de webdesigner e se dar bem, mas nao tenho medo de ter que ir pra outro lugar. Eu queriasaber mais sobre o mercado de trabalho, remuneração, e sobre o trabalho em si. sei que esse post é beeeeeem antigo mas tenho esperança de você ler esse comentario e me responder*-*. Adoro e admiro muito seu trabalho Lia. Obrigada de qualquer forma :D

  195. ED
    02 de fevereiro de 2011 - 11:33

    Gostaria de saber se por ventura eu me formasse em belas artes e fizesse um curso de web design conseguiria algo bom….
    Pois amo arte…De preferência a a não digital…Entretanto Gosto muuuito de criação e edição sites…Pensei em fazer um curso de web mas tenho medo de não conseguir nada pois não teria saco para fazer informática…Então quero saber se posso substituir a informática pela Belas Artes…
    ATÉ

  196. jenifer
    13 de abril de 2011 - 07:45

    nossa tudo o que vc disse é realmente verdade, naum da para fazer aquilo no qual naum gostamos. Adorei suas dicas pois tenho estado um pouquinho perdida em relação a minha profissão pois eu havia feito formação de professores, ou seja, sou professora mas naum é o que quero o pior é que levei 4 lonnnnnnnnnnnnngos anos para descobrir isso, porem agora estou pretendendo fazer uma facul ligada a arte e fazer varios cursos tecnicos voltados para essa area. resumindo: fikei super empolgada com todas as suas dicas, me ajudou bastante e afinal nunca é tarde para mudar e fazer oq se gosta.
    bjks!!!

  197. Léria Miranda
    13 de junho de 2011 - 15:22

    O post é antigo, sei! Mas venho fuçando seu blog faz duas semanas,( fuçando mesmo desde o primeiro e tals). Mas esse post me tocou muito, terminei o colegial ano passado e passei na federal da minha cidade pra Letras em língua portuguesa e literatura. confesso que não suporto meu curso tanto que esse ano prestarei vestibular novamente, não penso em desistir do que to fazendo…mas ver que você terminou mesmo sem gostar, me deu um gás, outro fator que não me deixa desistir do curso é a família. :x Infelizmente essa pressão existe. Muito obrigada pela força.

  198. Priscila Farias
    27 de fevereiro de 2012 - 13:48

    Nossa, gostei muito de saber um pouco mais da sua trajetória.
    Escolhas são sempre difíceis, ´principalmente quando se trata de algo que venha a definir sua vida :O
    Estou no primeiro semestre do curso de Design Gráfico, mas às vezes bate um medo sabe, porque em minha sala a maioria já tem muita bagagem e eu sei tão pouco. Sei que vou ter que correr atrás para alcançá-los. Tem outra coisa também, estou nesse curso mas às vezes me sinto um peixe fora d’água… Eu ia fazer antes Engenharia da computação, mas não tinha turma formada ai fui para Design que é uma área com a qual me identifico tb.

    Enfiiiiim Lia, mais e mais sucesso.

  199. […] tosquinho pra não perder o registro!? kkk Ontem de noite saímos pra jantar com minhas amigas de faculdade, as Maris. Um outro amigo nosso abriu um restaurante mexicano e fomos […]

8assista Just Lia TV no youtube9
Outros vídeos
8siga @liacamargo no instagram9