Home » O que eles pensam sobre Personalidade – parte 2
16 de outubro de 2012 - 18:37
46
Estilo

O que eles pensam sobre Personalidade – parte 2

Algumas personalidades ainda deixaram dúvida na mulherada no post passado, então retomei o tema com algumas diferentes. Será que timidez é bonitinho ou atrapalha? Ciumentinhas são vistas com bons olhos? E as efusivas, sarcásticas, vaidosas ou atrapalhadas? Por isso perguntei novamente para os nossos queridos colaboradores o que eles pensam sobre Personalidade – parte 2.

Conheça Eles: Gustavo Mendonça, Gravataí Merengue, Pedro Mainardes e Cláudio Tarandach.

Tímida

Gustavo Mendonça:
Olá meninas, tudo bem? Vamos lá então. Mulher tímida –  em poucas palavras, eu adoro um pouquinho de timidez na mulher. Acho  sensual, me cativa. Acho muito sem graça aquela mulher descarada que não fica corada/envergonhada com um bom elogio.

Gravataí Merengue:
Olá, queridas leitoras. Vamoquevamo na sequência do tema: não gosto de garotas tímidas. Sim, eu sei, há graus e graus de timidez, de  modo que presumivelmente trata-se aqui do exagero. MUITA timidez não é legal, não – ao menos para mim.

Claudio Tarandach:
Timidez é uma característica que deixa a mulher bonitinha, talvez mais menininha, mas em exagero é um problema. Ah, na cama timidez não combina, atrapalha.

Pedro Mainardes:
Olá meninas! Como estão vocês? Desculpem os últimos posts! Infelizmente não pude responder a tag, mas agora estou de volta e  morrendo de saudades das meninas mais lindas e queridas do mundo. (E de umas chatinhas que reclamam mas que um dia vão virar legais!) Bom, meninas tímidas tem seu charme, desde que não seja tímida ridícula, daquele nível que não consegue manter uma conversa decente. Acho bonitinhas as meninas que se reservam, e que não fazem a vida por chamar atenção. Além do mais, vocês, garotas tímidas, sempre guardam uma surpresa incrível no final.

Vaidosa

Gustavo Mendonça:
Acho que toda mulher pode e deve ser vaidosa, nada em exagero – óbvio, mas ter cuidado com a imagem é sempre importante. Nada melhor para o ego do que se sentir bem com você mesmo, isso é o fundamental e o principal. Homem gosta de mulher que se cuida, que tem certos cuidados… Qual é o homem que gosta de sair com uma mulher mal arrumada, que não ta nem aí para a imagem?!?! Nós, homens, reclamamos da demora de vocês mulheres para se arrumarem para sair, mas na verdade nós sabemos que toda essa espera vai valer à pena no final. Mulheres não-vaidosas são consequência de homens que não estão nem aí para as suas companheiras e estão olhando sempre para a mulher do outro. Homens tem que elogiar mais suas mulheres, fica a dica!

Gravataí Merengue:
Eu gosto muito, acho bacana, embora infelizmente alguns idiotas associem vaidade a futilidade. Bobagem. Mas, claro, fazer mil sessões de bronzeamento numa mesma semana ou algo do tipo, convenhamos, já não se enquadra mais no quesito “vaidade” e sim loucura..

Claudio Tarandach:
Acho essencial. Todo mundo deve ser vaidoso, tanto homem quanto mulher. Uma mulher que se cuida se sente mais autoconfiante, fica mais bonita e chama mais a atenção. Não podemos esquecer também que hoje em dia estar apresentável conta pontos profissionalmente. A beleza se tornou um capital.

Pedro Mainardes:
Vaidosa SEMPRE. Mas nunca exagerada, egocêntrica e fútil. Vaidade é diferente de ignorância e, por sinal, é para mim uma característica obrigatória. Não precisa ser nem querer ser uma miss. Mas tem que querer ser bonita o tempo todo e a sua maneira. Sabem duas garotas vaidosas incríveis? A Syl e a Lia, por exemplo! .

Atrapalhada

Gustavo Mendonça:
Bom, atrapalhada é bem relativo né?! kkkkk. Tem aquela atrapalhadinha que nasceu assim por natureza, e é até engraçada e tem a desastrada total que chega a cansar e irritar de tão atrapalhada que é – e isso sim pode até virar um problema, principalmente no mercado de  trabalho. Penso que “atrapalhação” requer toda uma questão de controle emocional.

Gravataí Merengue:
Não gosto. O charme hollywoodiano das moças atrapalhadas só dá certo (quando dá…) nas comédias românticas. Atrapalhar-se é algo  normal e natural, mas ter um comportamento ATRAPALHADO em tudo é algo muito irritante. Mas muito, mesmo.

Claudio Tarandach:
Uma mulher atrapalhada se torna engraçada e, consequentemente, divertida. Ao menos ela me entenderia, sou extremamente atrapalhado algumas vezes.

Pedro Mainardes:
Adoro garotas atrapalhadas com ar de comédia romantica. Odeio garotas estabanadas que me fazem passar vergonha o tempo todo. Uma vez, uma garota foi almoçar comigo e com o meu pai e, sem querer, derrubou o garçom enquanto voltava do banheiro. Ela soube contornar a situação transformando isso num charme próprio. Em contra partida, ja encontrei garotas atrapalhadas que não tinham a menor condição de conviver, sério mesmo! Não vou citar pra não entregar, mas….

Efusiva

Gustavo Mendonça:
Das duas uma, ou você vai gostar ou vai detestar a pessoa efusiva. Pessoas efusivas podem, muitas vezes, demonstrar o que não são, e com o tempo e a convivência você perceber isso mesmo, ou seja, pode ser até um pouco falsidade. Se você gostar da pessoa pode até suportar esse lado dela, mas caso não goste pode ser muito incômodo. Não gostar de pessoas efusivas não é, obrigatoriamente, não gostar de pessoas felizes e espontâneas, que isso fique bem claro.

Gravataí Merengue:
Dureza, né? Há casos em que um mero “oi” rotineiro é tão efusivo que mais parece saudação de boas-vindas a heróis de guerra. Fora o   tanto de gesticulação, gritaria, empolgações-com-bobagens etc. Não se trata apenas de desgostar, mas nesse caso odeio mesmo.

Claudio Tarandach:
Pessoas muito efusivas são irritantes e dão a impressão de serem extremamente falsas!
..

Pedro Mainardes:
EFUSIVO, adj. Em que há efusão; fervoroso; expansivo. Também tem seu limite. Tem coisa mais chata que mulher que grita o tempo todo? Eu odeio até como amiga. E aquelas que ficam gritando pro DJ? Vergonha alheia! Mas aquela que sabe o ponto certo é legal. Mas ó: realmente prefiro as tímidas de cinta-liga, tá? Não contem pra ninguém, mas prefiro!.

Sarcástica

Gustavo Mendonça:
Comigo uma mulher sarcástica não vai funcionar! kkkk Ser irônica às vezes ainda vai, mas todo o tempo vai acabar me irritando e vou acabar por ser irônico também… e dois irônicos já viu né? Briga na certa!! kkkkk O sarcasmo torna a pessoa cansativa, de tão chato que pode ser. Mas como tudo, ser sarcástico em algumas ocasiões pode ser a melhor saída. É uma forma indireta de dizer aquilo que você pensa, mas que de certa forma não tem coragem e deixa então subeentendido.

Gravataí Merengue:
Adoro. Já vi muitos casos em que piadas ruins foram rapidamente “transformadas” em sarcasmo pelo fato de que ninguém riu – imputando aos outros alguma deficiência por não perceber humor tão refinado. Resumindo: não teve graça, e a culpa é de quem não riu.  Mas sarcasmo DE VERDADE é algo ótimo, uma manifestação inteligentíssima do humor (bom ou mau). Acho apaixonante.

Claudio Tarandach:
Amo sarcasmo e sou sarcástico.
.

Pedro Mainardes:
Sarcasmo é, na minha opinião, vingança emocional / verbal. Acho um mal necessário, por isso, não gosto de garotas que sejam sarcásticas o tempo todo, mas reconheço que elas tem que ter uma boa dose de sarcasmo para sobreviver nesse mundinho, afinal, tem cada idiota por aí que merece mesmo todo o sarcasmo do mundo. Mas sarcasmo de mais vai te fazer uma troll ridícula recalcada invejosa. ..

Ciumenta

Gustavo Mendonça:
Mulher ciumenta –  como tenho dito sempre: tudo na dose certa ou pode virar um veneno! Ciúmes quando a gente gosta de verdade é normal existir sim, mas em exagero vai tornar a relação insuportável, vai rolar cobrança toda hora, controle, e tudo isso vai desgastar o relacionamento. Não suporto aquela mulher ciumenta que chega tirando conclusões, dando escândalo, que fica mexendo no meu celular – quem procura acha, meninas!  Até pode achar algo nada a ver, mas vocês ciumentas vão criar logo um filme em que o desfecho final é vosso namorado com outra. Acho que se rolar ciúme num lugar público, por exemplo, os dois devem conversar depois, em casa com calma, de cabeça fria expondo tudo o que se passou e assim tirar as devidas conclusões. Eu trabalho como modelo há vários anos, sou uma pessoa conhecida pela mídia, pelo meu trabalho realizado até aqui, e sempre tive dificuldade de manter alguns relacionamentos por isso mesmo. Tem uma imensidão de mulheres que admiram o meu trabalho e chegam para falar comigo em qualquer lugar ou pra bater uma foto e algumas das minhas ex-namoradas nunca tiveram a capacidade de tentar entender esse lado do meu trabalho. Para estar comigo precisa entender isso acima de tudo! Gosto de dar atenção a quem admira meu trabalho, afinal, sem vocês eu não teria metade do sucesso que tive até hoje!

Gravataí Merengue:
Odeio. Ciúme, quando passa de determinado ponto, é algo muito chato. Nem preciso dizer dos casos paranoicos, que obviamente são  deploráveis. Falo aqui de ciúme constante, aquela coisa chata que desgasta e corrói qualquer relação. Conheço INÚMEROS casos em que  nada acontecia, mas ainda assim havia ciúme e, vejam só, a relação ACABOU sem que nada tivesse mesmo acontecido, mas pelo fato de uma das  partes não tolerar o comportamento ciumento da outra.

Claudio Tarandach:
Um pouco de ciúmes mostra que você se importa com a pessoa, mas em exagero se torna irritante, motivo de inúmeras brigas e até de término. Acreditem, já passei por isso!

Pedro Mainardes:
Toda mulher é ciumenta. É da natureza. Menos as mentirosas. Ciúme não é posse. Ciúme é sentimento. Então é aceitável, desde que você não use facas, armas de fogo e/ou quaisquer objetos pontiagudos, ok? Mas tenho certeza que o ciúme é algo normal, natural. Aliás, eu sou muito ciumento também e to nem aí. – e tenho (muito) ciúme de vocês! – Acho que toda forma de ser / sentir é sempre válida, mas tem que ter uma dose balanceada. Um pouco tímida a primeira vista, estabanada na cozinha, efusiva no palco, sarcástica no bar e ciumenta na balada. Simples assim, né? Bom, meninas, isso é o que eu acho. Beijos e até semana que vem! (Sem falta! Juro!) ;)

Post Anterior
Bright colors em sapatilhas, sandálias e bolsas
Próximo Post
Top 5 - Perfumes
...Comentarios...
46 Comentários

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
  1. Josiele
    16 de outubro de 2012 - 18:55

    Ahh o Pedro sempre é um fofo, ciúmes é um sentimento, não muito bom, mas acontece né?

    • Paula
      10 de dezembro de 2014 - 17:01

      Ciumes é um grande erro. Cobrança é a pior coisa em um relacionamento. Tem gente que tem ciumes até da mãe do cara… Se a mulher tem ciumes da própria MÃE, então desculpe, a coitada deve achar que rola um grande incesto na família dele!
      Ciumes COMUM é uma coisa… Ciumes de cobrança, é outra… Tem gente que deixa de sair com amigos, deixa de ter a sua individualidade por causa de ciumes doentio do parceiro. Isso não é legal!
      Se a pessoa não tem confiança, então não namore! Ou então fique eternamente na “amizade colorida” ou no “relacionamento aberto”.
      Não é legal ter um namorado em que acha que você é a posse dele. Que te faz trocar de roupa porque o seu vestido esta curto demais, ou ele da um escandalo porque você estava trocando idéia sobre banda ou futebol com um colega em um bar.
      Eu estou cheia de amigos homens, tanto heteros quanto gays, e acho comum isso, são apenas amigos. E acho comum também o cara que poderia ser meu namorado ter amigas mulheres heterossexuais.
      Ciumes é algo que destrói o relacionamento. Brigas também.
      Prefiro o diálogo e a individualidade. Não curto traição, gosto da fidelidade, porém, cada um tem a sua vida pessoal.

      Odeio cobrança, ligar para o namorado(a) e perguntar: “Aonde vc ta? Com quem? Fazendo o que?”
      Se não dou satisfação nem para o meu próprio pai, não darei satisfação por um cara (namorado) do qual eu não devo nada.

  2. Jéssica
    16 de outubro de 2012 - 18:57

    Ameeeeeeeei as respostas do Gustavo, eu caia em todas..rs
    Mas nunca gostei de sarcasmo, e nunca fui atrapalhada, as vezes acontece sem querer, mas tipo aquelas meninas q se fazem de bobas pra agradar e tal, nunca fui assim.

    Acho legal esse quadro q os meninos falam o q eles acham..rs
    Beijos

  3. Rakelli D
    16 de outubro de 2012 - 19:03

    Aqui vos fala uma tímida e acabo de saber que tenho chances como Cládio e como Pedro,:D

  4. Maria Luiza Loiola
    16 de outubro de 2012 - 19:05

    Ahaa!Porque será que eu amo tantoo ‘o que eles pensam sobre’…rsrs
    Gravataí sempre boom…e Gustavo Mendonça o sarcátisco rsrsrs…Adoooro

  5. JULIANA PEREIRA
    16 de outubro de 2012 - 19:15

    Eu não seria uma boa opção para nenhum de vocês!!! kkkkkkkkkk

    Ciumenta, atrapalhada, efusiva de alma com intimos, timida só com desconhecidos, eu sou até legal, mas sei que meu sacarmo cansa!

    rsrsrs

  6. Elua Belo
    16 de outubro de 2012 - 19:18

    Na escala 0 a 10:
    Tímida 5
    Vaidosa 8
    Atrapalhada 7
    Efusiva 0
    Sarcástica (vixi)kkkk 9,99
    Ciumenta (hoje) 5

    Beijo pra vcs meninos, em especial é claro para o Gustavo !rs

  7. Anne
    16 de outubro de 2012 - 19:31

    Eu sou um pouco tímida e ciumenta, mas nada exagerado. Ciúme por exemplo, a pessoa só sabe que sinto quando eu falo, caso contrário ninguém imagina que estou sentindo.

  8. GAbi
    16 de outubro de 2012 - 20:20

    Pedro <3<3<3
    Não, eu sou efusiva. Mas senti saudades!
    Acho que me encaixo principalmente no tímida e no vaidosa, haha.

  9. gabi
    16 de outubro de 2012 - 20:44

    Pedro Mainardes: “e tenho (muito) ciúme de vocês! ” Que bonitinhooo! E sim toda mulher deveria enxergar a dose certa de tudo, mas nem tudo é possível neh!

  10. Lorena Schettino
    16 de outubro de 2012 - 20:45

    Eba, o Pedro voltou! Como sempre fofo. O Gustavo tá mandando MUITO bem, adorei as respostas dele!

  11. Ana
    16 de outubro de 2012 - 20:54

    HEUHEUHEUEHUE fico triste com o “atrapalhada”, mas sei que nem meu namorado consegue achar “charmoso”, mesmo. Sou dessas tímidas sem grandes mimimis (ok, talvez com alguns mimimis que ainda me atrapalham um bocado), sarcástica qdo sei que não vou fazer papel ridículo, e daquelas ciumentinhas que fazem um charme e só. Mas sou atrapalhada no modo “deus acuda”, nem tem como, e não consigo achar a menor graça, mas parece q qto mais tento controlar, pior é. Vivo constrangida e constrangendo pessoas com os pequenos acidentes cotidianos, já consegui até quebrar o pé atravessando a rua num momento de estabanação. ¬¬

  12. Tainara
    16 de outubro de 2012 - 20:58

    Senti falta do Pedro semana passada e adorei o q ele falou por ultimo:”Um pouco tímida a primeira vista, estabanada na cozinha, efusiva no palco, sarcástica no bar e ciumenta na balada” na verdade gostei da opnião de todos :)

  13. gabi
    16 de outubro de 2012 - 22:07

    Sou muito tímida e atrapalhada ):

  14. Jackeline
    16 de outubro de 2012 - 22:47

    Adoro sarcasmo e sempre achei que fosse um hábito não muito bem quisto pela maioria ahahah bom saber que tem quem goste. E sou tímida pra caramba. Tímida E introvertida, até eu gostar e confiar na pessoa, daí consigo me soltar.<3 Também sou mega atrapalhada… pra se ter idéia, meu pai me chamava de "desembesto"… ¬¬ Já ciumenta, efusiva e, (confesso) vaidosa, não. Eu sei e gosto de me arrumar, mas preciso estar com vontade pra sair do básico do básico (e eu sei que falta de tempo não é desculpa, mas pra mim, no meu caso, tem boa parte da culpa viu).

  15. Rossana Baptista Queiroz
    16 de outubro de 2012 - 22:59

    Esse Pedro inspirado deixou até a tímida aqui um pouquinho efusiva ;)

  16. Kah
    17 de outubro de 2012 - 09:51

    Ah que saudades do Pedro!! Ótimo ter as opiniões dele aqui. Aliás a equipe nunca esteve melhor. Amo ler os comentários de cada um dos meninos e o Gustavo já me conquistou.
    Sou bem tímida inicialmente, só que depois que eu me acostumo com a pessoa a timidez some completamente! O ponto que mais me identifiquei foi atrapalhada, eu sou totalmente sem noção de espaço e vivo esbarrando em tudo!

    • Lia
      17 de outubro de 2012 - 14:36

      Kah em 17 de outubro de 2012 às 9:51 disse:

      Ah que saudades do Pedro!! Ótimo ter as opiniões dele aqui. Aliás a equipe nunca esteve melhor. Amo ler os comentários de cada um dos meninos e o Gustavo já me conquistou.
      Sou bem tímida inicialmente, só que depois que eu me acostumo com a pessoa a timidez some completamente! O ponto que mais me identifiquei foi atrapalhada, eu sou totalmente sem noção de espaço e vivo esbarrando em tudo!

      Que bom que vc tá gostando da equipe atual!!! :)

  17. Tayani Carvalho
    17 de outubro de 2012 - 10:06

    Às vezes excesso de timidez deixa a mulher atrapalhada – eu sou a prova viva disso kkkk
    E não existe isso de mulher que não é ciumenta, claro que tem graus de ciúmes que são baixíssimos, mas toda mulher tem ciúme, pode ter certeza ;)

  18. Tânia B.
    17 de outubro de 2012 - 13:02

    Nunca entendi essa história de que ter ciúmes demonstra que se importa com a pessoa. Já tive um namorado que ficava brabo comigo porque eu não sentia ciúmes das alunas dele. E confiança? Como fica? Acho que se você confia na pessoa não há razão para sentir ciúmes. É só mais uma coisa pra se estressar. E, além do mais, se a pessoa quiser aprontar ela vai fazer isso você sentindo ciúmes ou não. Simples assim.
    E, a propósito, eu sou da teoria de que quem muito sente ciúmes é porque apronta as suas.

    • Lia
      17 de outubro de 2012 - 14:35

      Tânia B. em 17 de outubro de 2012 às 13:02 disse:

      Nunca entendi essa história de que ter ciúmes demonstra que se importa com a pessoa. Já tive um namorado que ficava brabo comigo porque eu não sentia ciúmes das alunas dele. E confiança? Como fica? Acho que se você confia na pessoa não há razão para sentir ciúmes. É só mais uma coisa pra se estressar. E, além do mais, se a pessoa quiser aprontar ela vai fazer isso você sentindo ciúmes ou não. Simples assim.
      E, a propósito, eu sou da teoria de que quem muito sente ciúmes é porque apronta as suas.

      Acho que tem gente que por já ter tido outras relações com ciumes acaba encarando a coisa como “preocupação”. Eu já me questionei por estar numa relação onde o cara não tem ciumes, parece que a outra pessoa não liga muito :(

    • Aline
      20 de outubro de 2012 - 02:28

      Acho que depende de como se encara o ciúme.
      Sempre tive pra mim que tenho ciúmes – e não desconfiança – quando alguém piriga para o meu namorado. Não desconfio, não dou ataque, mas…gosto não! Hahahaha! Não sei se isso é exatamente cuidado, mas não entendo como algo negativo…acho normal.

      Agora, a partir do momento que a pessoa correspondesse à alguma investida, eu não teria mais ciúmes, porque entendo como desrespeito.

  19. Amanda
    17 de outubro de 2012 - 13:27

    o Pedro é o melhor, sério.

  20. Tânia B.
    17 de outubro de 2012 - 14:48

    Lia, eu entendo o questionamento. Mas eu já tive tanto problema de namorado ciumento (por trabalhar numa área predominantemente masculina e, por consequência, conviver com muitos homens) que eu não suporto ciúmes. Eu também sou muito independente e gosto de ter a minha liberdade e não dar satisfação pra ninguém então, pra mim, ciúmes acaba caindo na mesma categoria que cobrança. Eu tenho a consciência tranquila de que eu não estou fazendo nada errado, então espero o mesmo da outra pessoa, confio mesmo. Agora, se aprontar, não tem segunda chance.

  21. Layane
    17 de outubro de 2012 - 15:41

    Encaixei direitinho no “tímida a primeira vista, estabanada na cozinha, efusiva no palco, sarcástica no bar e ciumenta na balada…hehehe principalmente no atrapalhada, sou muito atrapalhada, e isso não é de propósito, quando vejo
    já consegui fazer uma bagunça só,…kkk

  22. Jaqueline
    17 de outubro de 2012 - 18:41

    Também detesto pessoas efusivas assim como Gravataí :)
    Me considero um pouco sarcástica.

  23. Cristine
    17 de outubro de 2012 - 19:22

    ODEIO ciúmes!! E dou graças por raramente sentir ciúmes e por conseguir fazê-lo passar despercebido qdo acontece. Para mim ciúmes é falta de confiança, mas sem confiança não há relacionamento. Se alguém quiser trair, vai fazê-lo, sendo vigiado ou não. Ciúmes é definitivamente um cuidado q eu dispenso. Pode sentir, se for da sua natureza, mas não venha encher meus ouvidos com isso!

  24. Will
    17 de outubro de 2012 - 20:25

    Nossa espero encontrar mais Claudios por ai!!!!! Amei suas respostas!

  25. luny
    17 de outubro de 2012 - 20:43

    Gosto de todos! e as respostas dessa semana acho que agradou bastante!!!! Especialmente as do Claudio!

  26. Beatriz
    17 de outubro de 2012 - 20:57

    Gravz, me liga que a gente casa.

  27. Fernanda Faller
    17 de outubro de 2012 - 21:42

    Gostei do comentário de todos. Saber um pouco da opinião de cada um ajuda um moooonte. Acho que não tenho um perfil bem definido. Um pouco tímida,um pouco efusiva,um pouco sarcástica. Depende de cada situação.

  28. Bárbara
    17 de outubro de 2012 - 21:53

    O Pedro sempre um fofo. Pior é quando se encaixa um pouco em cada.. HAHA
    :*

  29. Carolina
    17 de outubro de 2012 - 23:39

    Já pode amar mais o Pedro?
    ;)

  30. Ana
    18 de outubro de 2012 - 17:54

    Tudo bem que os “moleques” tem suas opinioes kkkk Mas, eu sou do tipo “impossivel”. Sou aquela que nao nasci para agradar. Mas, por incrivel que pareca, agrado so gente fina. Talvez eles tem muita paciencia comigo. Bom, eu sou timida quando eu estou cercada de gente que nao tem nada a ver comigo. Sou super quieta quando estou ao redor de gente que ama contar vantagens, gente que gosta de aparecer, e comparar com outros. Nao sei se eh timidez, mas talvez eu nem dou muito a minima pra eles. Mas, eu posso ser um pouco safadinha quando eu vejo um cara legal, timido, um pouco inseguro e falta de auto estima. Gosto de fazer esses caras felizes. Nao sou safadinha do tipo oferecida. Mas, sou super carinhosa. Gosto de abracar eles, fazer eles rirem e saber que o efeito deu certo. Isso agrada alguns, mas sou odiada por isso tambem!

  31. B
    18 de outubro de 2012 - 19:43

    “[…] desde que não seja tímida ridícula, daquele nível que não consegue manter uma conversa decente.” Saiba que timidez “ridícula” é algo sério, e você não devia se referir a isso dessa maneira! :)

    • Daniela
      10 de abril de 2016 - 14:12

      B em 18 de outubro de 2012 às 19:43 disse:

      “[…] desde que não seja tímida ridícula, daquele nível que não consegue manter uma conversa decente.” Saiba que timidez “ridícula” é algo sério, e você não devia se referir a isso dessa maneira! :)

      Concordo com você. As pessoas não escolhem ser tímidas ou muito tímidas. Se ele não gosta de mulher muito tímida, que tenha mais respeito ao falar isso. Mulheres são muitos cobradas e quando tem um defeitinho, são taxadas de “ridículas”.

  32. Dany Menezes
    19 de outubro de 2012 - 12:02

    Essa questão de personalidade é um caso complicado, pois cada um tem sua opnião á respeito. Gostei das respostas curtas do Cláudio!!

  33. Raquel Cunha
    19 de outubro de 2012 - 16:39

    Esses meninos são uns fofos!…adoro esse post..Pedro, casa comigo?

  34. Bruna Sofientini
    19 de outubro de 2012 - 19:59

    Adorei a opinião do Pedro e a do Gustavo em relação às tímidas!

  35. Thaís Castro
    20 de outubro de 2012 - 00:24

    Eu sou super efusiva e meu namorado é bem tímido.Não sei como a gente se aguenta kkk D:

  36. Lanna
    20 de outubro de 2012 - 03:05

    Simplesmente a-d-o-r-e-i o post! Vamos pegar essas personalidades (com exceção da efusiva), juntar em um liquidificador e tcharam, olha o resultado: me! hahaha

    PS: quanto ao sarcasmo… Claudio, tamo junto! Quanto ao ciume… Pedro, vou ter que dizer…que fofo! ter ciume da gente, gostei. Isso faz a gente, as leitoras, se sentir mais querida e happy por ver a atenção que você tem com nós.

    Kisses!

  37. andréia
    21 de outubro de 2012 - 23:18

    Esse foi o melhor tema, sem dúvida… adorei as opiniões, ^^ principalmente do gustavo e do pedro…
    Agradeço, super valida a leitura ; )

  38. Fernanda Queiroz
    18 de novembro de 2012 - 09:51

    O Pedro super fofo como sempre!
    Como foi dito lá em cima ele sempre faz a gente dar um sorrisinho apaixonado hihi

  39. Ariel
    13 de março de 2013 - 19:43

    Mt legal “o que eles pensam”… Amo, acho que sou meio que uma grande mistura! kkk. Não sei ao certo o que sou, mas se tem uma coisa que faço é sempre rir da situação, por pior que seja!

  40. Paula
    10 de dezembro de 2014 - 16:53

    Pedro, não generalize todas as mulheres como ciumentas. Ciúmes é algo sim de POSSE, é algo em que faz a pessoa querer manipular a outra, querer cobrar. O pior erro nos relacionamentos é a cobrança. É perder a individualidade, os amigos, por causa do ciúmes do parceiro.

    Ciumes natural, como por exemplo, uma mulher dar em cima do seu namorado na sua frente no meio da balada, ok.
    Mas querer proibi-lo de ter amigas mulheres, fazer com que ele bloqueie todos os contatos femininos do facebook e da agenda do celular, ter ciumes da MÃE do cara (para mim, ter ciumes de sogra, é coisa de quem acha que o namorado pratica INCESTO ¬¬), querer proibir o cara de sair com os amigos sem ela junto (o que chega a ser uma grande ignorância, pois tem a sua vida própria e todo mundo necessita de amigos, seja comprometido ou solteiro), etc…
    Assim também vale para homens ciumentos (do qual chegam a ser manipuladores e possessivos) em que querem proibir a namorada de conversar com qualquer homem que esteja perto dela, querem proibi-la de usar tal roupa curta, etc…
    Me diz, é ser feliz viver em um relacionamento cheio de cobranças e desconfianças?
    NÃO

    A liberdade e confiança é a melhor coisa em um relacionamento (não to falando em “Relacionamento Aberto”, nada contra quem adepta a esse tipo de relação, mas falo de um relacionamento fiel, porém sem ciumes).

8assista Just Lia TV no youtube9
Outros vídeos
8siga @liacamargo no instagram9