Home » O Chamado do Cuco, eBook no iPad Mini
05 de janeiro de 2014 - 15:52
71
Leitura

O Chamado do Cuco, eBook no iPad Mini

Uma das minhas resoluções pra 2014 é “ler mais”. No ano passado fiquei muito viciadinha no iPad Mini (leia: comparando o iPad e o iPad Mini) e acabava deixando os livros na cabeceira. O resultado é que li muito pouco em 2013 (mas joguei joguinho que foi uma beleza! eta lelê! kkkk).

Ao invés de insistir em um dos livros em que estava presa durante meses (em determinado momento, tentava ler 4 livros simultaneamente, e por isso, não acompanhava nenhum), resolvi começar um novo em janeiro. “O Chamado do Cuco“. A história é um mistério policial que a J.K. Rowling escreveu sob nome falso pra não gerar expectativas por causa de Harry Potter. Um dos livros no qual eu estava travada era também dela, o “Morte Súbita“, mas este, desde o início estava difícil de fluir, diferente do ~cuco~, que vai bem até a metade, quando você começa a devorar!

livro-o-chamado-do-cuco- O Chamado do Cuco (The Cuckoo’s Calling)  – Robert Galbraith (pseudônimo de J.K. Rowling)
 Literatura Internacional, Policial
 Robert-galbraith.com e Rocco.com.br/ochamadodocuco/
 Compre o livro por R$29,90

Sinopse

Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega.

Um emocionante mistério na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho.

Comentários

O livro é repleto de personagens interessantes e é uma delícia ficar tentando adivinhar qual deles seria o culpado pela morte da top model Lula Landry. Todos têm seus motivos e falam mal uns dos outros, então a cada hora você muda de ideia. Outra coisa bacana é o cenário da trama, que é o mundo da fama, com rappers, modelos, drogas, paparazzis e tabloides mentirosos.

Tem muitos elementos que ficaram sobrando na história, como a vida pessoa de Robin, a secretária de Strike, ou mesmo sua ex-noiva. De qualquer forma, a autora já escreveu a sequência onde acredito que possa abordar mais essas coisas.

livro-o-chamado-do-cuco-lia

Ontem de noite ainda estava na metade do livro quando postei uma foto no Instagram que gerou um debate sobre meu “vilão” iPad e sobre o Kindle (dispositivo pra ler ebooks). Algumas leitoras defenderam que estão lendo mais agora que abandonaram o papel e compraram um Kindle ou que estão usando o app com o mesmo nome para o iPad. Resolvi fazer o teste, baixei o app e li o restante do livro na versão digital e quer saber? Foi tudo muito bem! Sem o perrengue de segurar um livro pesado (sempre deito de barriga pra cima e derrubo o livro na minha própria cara) e sem ter que ficar virando páginas. Eu uso no iPad uma película que acredito que ajuda a aliviar a claridade da tela, portanto meus olhos não reclamaram. Claro que foi só metade de um livro, mas vou  tentar ler meu 2º do ano em formato ebook também! Depois conto mais como estou me saindo.

Sim,  é uma delícia comprar um livro novo, cheio de páginas e com uma capa bem linda, mas a versão digital é mais barata e não ocupa espaço na prateleira. Missão desapego! Alguém mais aí já aderiu, ou tentou e voltou atrás?

Mais livros, filmes e seriados: justlia.com.br/tag/analise/

Post Anterior
Disney Fairy Tale Weddings 2014
Próximo Post
Capas de Vogue com as Princesas Disney
...Comentarios...
71 Comentários

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
  1. Anne
    05 de janeiro de 2014 - 16:07

    >_<
    Bateu a vergonha agora, todo mundo comentando sobre o livro e se fazem a leitura através do Ipad ou Kindle e a fominha aqui falando sobre a comida =X
    Achei muito legal você ler 4 livros de uma vez! Eu só consigo ler um, vi até em um lugar que é bom fazer isso (ler vários ao mesmo tempo) para exercitar a memória. Desafiar mais o cérebro, forçando ele a relembrar os personagens e suas respectivas histórias.
    Gostei da sinopse do livro, gosto de quando a curiosidade é despertada (a ponto de não conseguir sossegar enquanto não terminar).

    • Lia
      05 de janeiro de 2014 - 17:25

      Anne em 05 de janeiro de 2014 às 16:07 disse:

      >_<
      Bateu a vergonha agora, todo mundo comentando sobre o livro e se fazem a leitura através do Ipad ou Kindle e a fominha aqui falando sobre a comida =X
      Achei muito legal você ler 4 livros de uma vez! Eu só consigo ler um, vi até em um lugar que é bom fazer isso (ler vários ao mesmo tempo) para exercitar a memória. Desafiar mais o cérebro, forçando ele a relembrar os personagens e suas respectivas histórias.
      Gostei da sinopse do livro, gosto de quando a curiosidade é despertada (a ponto de não conseguir sossegar enquanto não terminar).

      hauihauhaah Imagina, foi meio a meio, metade falou da comida!!!
      Que nada, porque quem tenta ler 4 não lê de verdade nenhum né? Eu não terminei nenhum desses 4!!! kkkk

    • Paula Vianna
      05 de janeiro de 2014 - 17:28

      Anne em 05 de janeiro de 2014 às 16:07 disse:

      >_<
      Bateu a vergonha agora, todo mundo comentando sobre o livro e se fazem a leitura através do Ipad ou Kindle e a fominha aqui falando sobre a comida =X
      Achei muito legal você ler 4 livros de uma vez! Eu só consigo ler um, vi até em um lugar que é bom fazer isso (ler vários ao mesmo tempo) para exercitar a memória. Desafiar mais o cérebro, forçando ele a relembrar os personagens e suas respectivas histórias.
      Gostei da sinopse do livro, gosto de quando a curiosidade é despertada (a ponto de não conseguir sossegar enquanto não terminar).

      Normalmente eu leio sempre um livro de ficção e alguma coisa da faculdade, um vai aliviando o outro.

  2. Fernanda
    05 de janeiro de 2014 - 16:19

    Lia, Morte Súbita é mais difícil de chegar até a metade do que de terminar. Parece que a coisa se encaminha um pouco a partir daí e o último terço foi bem bom, mas ainda acho que a Jo errou a mão nesse – ou simplesmente é o tipo de coisa que não me agrada mesmo. Já o Cuco estou adorando, e to curiosa porque adoro uma história de mistério assim (confesso que achei que o outro livro seria assim. Enfim, não dá pra culpar a autora porque ele não era o que eu queria que fosse, né?). Espero terminar com uma nota cinco estrelas também (e daí, vários outros volumes).

    Sobre os livros digitais: são amor. Ganhei um Kobo no finzinho do ano passado e foi o melhor presente possível. É melhor pra carregar, dá pra levar vários livros ao mesmo tempo e não cansa nem um pouco os olhos. Tipo livro físico mesmo. E, além de tudo isso, é instantâneo (principalmente pra quem lê importados, isso é uma baita vantagem). Não larguei dos livros físicos (é bom pra levar pra beira da praia/piscina haha), mas não volto atrás com os ebooks!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:15

      Fernanda em 05 de janeiro de 2014 às 16:19 disse:

      Lia, Morte Súbita é mais difícil de chegar até a metade do que de terminar. Parece que a coisa se encaminha um pouco a partir daí e o último terço foi bem bom, mas ainda acho que a Jo errou a mão nesse – ou simplesmente é o tipo de coisa que não me agrada mesmo. Já o Cuco estou adorando, e to curiosa porque adoro uma história de mistério assim (confesso que achei que o outro livro seria assim. Enfim, não dá pra culpar a autora porque ele não era o que eu queria que fosse, né?). Espero terminar com uma nota cinco estrelas também (e daí, vários outros volumes).

      Sobre os livros digitais: são amor. Ganhei um Kobo no finzinho do ano passado e foi o melhor presente possível. É melhor pra carregar, dá pra levar vários livros ao mesmo tempo e não cansa nem um pouco os olhos. Tipo livro físico mesmo. E, além de tudo isso, é instantâneo (principalmente pra quem lê importados, isso é uma baita vantagem). Não larguei dos livros físicos (é bom pra levar pra beira da praia/piscina haha), mas não volto atrás com os ebooks!

      aiaiai ainda estou pensando se retomo o morte subita ou se deixo pra lá…. duvida!

  3. Jussara Freitas
    05 de janeiro de 2014 - 16:27

    Eu sou completamente apaixonada por leitura, mas depois de casar, perdi um pouco do espaço para livros, então meu marido me deu o kindle paperwhite, e daí td mudou. Estou completamente apaixonada por ele. Leio muito mais agora, adoro a tela do kindle, eh diferente do tablet. Sem a luz de fundo, parece papel. Eu adoro e recomendo a todos. Agora, soh vou comprar livros q queira pra vida, no mais, só ebooks. ;)

  4. Bruna
    05 de janeiro de 2014 - 16:40

    Eu adoro livros, o objeto mesmo, e também adoro ler. Eu tenho um kobo e gosto muito, realmente passei a ler mais nele do que lia antes, talvez pela praticidade, dá pra levar uma biblioteca inteira na bolsa. Também leio no ipad as vezes, uso principalmente pra pdfs, como o material de estudos fornecido pela faculdade, já que o kobo não funciona muito pra arquivos nesse formato.
    Estou com receio de ler esses novos livros dela, as chances de decepção são grandes, não dá pra não pensar em Harry Potter =/

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:23

      Bruna em 05 de janeiro de 2014 às 16:40 disse:

      Eu adoro livros, o objeto mesmo, e também adoro ler. Eu tenho um kobo e gosto muito, realmente passei a ler mais nele do que lia antes, talvez pela praticidade, dá pra levar uma biblioteca inteira na bolsa. Também leio no ipad as vezes, uso principalmente pra pdfs, como o material de estudos fornecido pela faculdade, já que o kobo não funciona muito pra arquivos nesse formato.
      Estou com receio de ler esses novos livros dela, as chances de decepção são grandes, não dá pra não pensar em Harry Potter =/

      Nossa, muito pratico pra faculdade!

  5. Paula Vianna
    05 de janeiro de 2014 - 16:45

    Esse livro é ótimo, você consegue perceber que ela estava muito confortável escrevendo e DEVORA o livro até as últimas páginas.
    Outros maravilhosos de ler são Garota Exemplar da Gillian Flynn, O Oceano no Fim do Caminho do Neil Gaiman, A Sombra do Vento do Carlos Ruiz Záfron e Cidades de Papel do John Green.

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:14

      Paula Vianna em 05 de janeiro de 2014 às 16:45 disse:

      Esse livro é ótimo, você consegue perceber que ela estava muito confortável escrevendo e DEVORA o livro até as últimas páginas.
      Outros maravilhosos de ler são Garota Exemplar da Gillian Flynn, O Oceano no Fim do Caminho do Neil Gaiman, A Sombra do Vento do Carlos Ruiz Záfron e Cidades de Papel do John Green.

      Amei amei amei as dicas!!!!!!!!! <3

  6. Alê
    05 de janeiro de 2014 - 16:57

    Não consegui ler Morte Súbita até o final, salvo 50 tons de cinza (que detestei), nunca tinha largado um livro antes de terminar a leitura. Ah,sei que é mais prático usar a tecnologia, mas amo as “folhas” e um bom cheiro de livro novo. Vou tentar ler o Cuco. Feliz 2014!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:20

      Alê em 05 de janeiro de 2014 às 16:57 disse:

      Não consegui ler Morte Súbita até o final, salvo 50 tons de cinza (que detestei), nunca tinha largado um livro antes de terminar a leitura. Ah,sei que é mais prático usar a tecnologia, mas amo as “folhas” e um bom cheiro de livro novo. Vou tentar ler o Cuco. Feliz 2014!

      Alê, acho q vc é mais durona que eu!!! Tenho largado muuuuitos livros hahaha

  7. Samyra
    05 de janeiro de 2014 - 17:00

    Acho que a conversa kindle vs ipad comecou comigo la no instagram hahaha que bom q vc gostou de ler no ipad tbm Lia! Facilita mto poder levar varios livros sem peso hehehe meu kindle eh meu xodó e o bom dele ser soh ereader eh q nao tem tentacao de ficar parando pra olhar facebook twitter etc #vicios hahahahah bjo liaaaa

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:19

      Samyra em 05 de janeiro de 2014 às 17:00 disse:

      Acho que a conversa kindle vs ipad comecou comigo la no instagram hahaha que bom q vc gostou de ler no ipad tbm Lia! Facilita mto poder levar varios livros sem peso hehehe meu kindle eh meu xodó e o bom dele ser soh ereader eh q nao tem tentacao de ficar parando pra olhar facebook twitter etc #vicios hahahahah bjo liaaaa

      Ohh tá vendo a revolução q vc fez! hahahah Não deixe de comentar!

  8. Alice
    05 de janeiro de 2014 - 17:46

    Tb entrei pro time ebook, viu? Sempre gostei do livro fisico, achava que não teria graça o digital, até que peguei o kindle do meu pai pra configurar… Nunca mais devolvi! (Já herdei, inclusive)
    Confesso que comecei pelo app pro ipad, mas o peso e a tela luminosa não me conquistaram, já com o kindle (paperwhite) foi amor à primeira leitura. Flui muito fácil. Só vejo um problema nele, é fácil DEMAIS comprar livros, ainda mais com as promoções que aparecerem! Cheguei a comprar 4 em uma noite! Alerta aos viciados. ;P
    Papel, agora, só se for paixão ou falta de opção!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:18

      Alice em 05 de janeiro de 2014 às 17:46 disse:

      Tb entrei pro time ebook, viu? Sempre gostei do livro fisico, achava que não teria graça o digital, até que peguei o kindle do meu pai pra configurar… Nunca mais devolvi! (Já herdei, inclusive)
      Confesso que comecei pelo app pro ipad, mas o peso e a tela luminosa não me conquistaram, já com o kindle (paperwhite) foi amor à primeira leitura. Flui muito fácil. Só vejo um problema nele, é fácil DEMAIS comprar livros, ainda mais com as promoções que aparecerem! Cheguei a comprar 4 em uma noite! Alerta aos viciados. ;P
      Papel, agora, só se for paixão ou falta de opção!

      Oi Pai, empresta pra eu usar um pouquinho para sempre? kkkk

  9. Taby
    05 de janeiro de 2014 - 18:36

    Já li muita coisa no Ipad! Adoro. Acho prático. Ainda gosto de comprar livros de papel mesmo, mas não descarto os ebooks.
    Sobre o Cuco, estou super curiosa, sou super fã da JK. Só não li ainda porque minha fila de leitura ainda não chegou nele! hehe

  10. Camila
    05 de janeiro de 2014 - 19:20

    Lia, se voce gostar de ler ebooks, vale a pena comprar um kindle, já que não tem luminosidade. Eu amo livros físicos, mas tenho kindle há 1 ano e redobrei o numero de livros que li, é só amor! Leve, fácil de passar as peginas, da pra ler deitada, de lado, de ponta cabeça hahaha Nada supera o livro físico novo, mas ebooks tem seu charme também.

    • Lia
      05 de janeiro de 2014 - 19:44

      Camila em 05 de janeiro de 2014 às 19:20 disse:

      Lia, se voce gostar de ler ebooks, vale a pena comprar um kindle, já que não tem luminosidade. Eu amo livros físicos, mas tenho kindle há 1 ano e redobrei o numero de livros que li, é só amor! Leve, fácil de passar as peginas, da pra ler deitada, de lado, de ponta cabeça hahaha Nada supera o livro físico novo, mas ebooks tem seu charme também.

      Eu quero ver um kindle ao vivo pra ver bem as diferenças entre ele e o iPad!!! Se achar q vale a pena, compro sim!

    • Mari
      05 de janeiro de 2014 - 21:15

      Camila em 05 de janeiro de 2014 às 19:20 disse:

      Lia, se voce gostar de ler ebooks, vale a pena comprar um kindle, já que não tem luminosidade. Eu amo livros físicos, mas tenho kindle há 1 ano e redobrei o numero de livros que li, é só amor! Leve, fácil de passar as peginas, da pra ler deitada, de lado, de ponta cabeça hahaha Nada supera o livro físico novo, mas ebooks tem seu charme também.

      eu tenho um ipad mini e meu noivo tem um kindle, aí dá pra ver bem a diferença. o dele é um bem básico. eu acho mais leve e fininho que ipad pra segurar, e a tela é melhor mesmo pra leitura. eu pensava em comprar um antes de ter um ipad, mas agora o ipad é meio q suficiente. mais pq eu não sou rica e tenho mais coisas pra gastar antes. mas se tivesse dinheiro sobrando e nada pra mais importante gastar, até compraria o kindle sim.

  11. Marcela
    05 de janeiro de 2014 - 19:35

    Lia, eu era dessas pessoas apaixonada pelos livros que dizia que nunca trocaria a estante pelo ebook… mas aí ganhei um kobo do namorado e realmente não resisti… de 10 livros em 2012, li 52 em 2013. A facilidade de carregar, segurar, e inclusive comprar é tão maior… realmente foi o melhor presente que poderia ter comprado e

    • Lia
      05 de janeiro de 2014 - 19:43

      Marcela em 05 de janeiro de 2014 às 19:35 disse:

      Lia, eu era dessas pessoas apaixonada pelos livros que dizia que nunca trocaria a estante pelo ebook… mas aí ganhei um kobo do namorado e realmente não resisti… de 10 livros em 2012, li 52 em 2013. A facilidade de carregar, segurar, e inclusive comprar é tão maior… realmente foi o melhor presente que poderia ter comprado e

      Caramba, mais de um por semana!!! Você tem livros pra indicar pra gente?

  12. Lais
    05 de janeiro de 2014 - 19:38

    Oi, por favor me ajuda, eu li o seu post e fiquei louca rã ler o livro, baixei no ipad e comecei, só que o livro só tinha o primeiro capítulo pra baixar.
    Eu tenho que ler no ipad porque eu to de intercambio e não encontro em português
    Coloca o site onde vc baixo o livro pro ebook
    Obrigada

    • Lia
      05 de janeiro de 2014 - 19:43

      Lais em 05 de janeiro de 2014 às 19:38 disse:

      Oi, por favor me ajuda, eu li o seu post e fiquei louca rã ler o livro, baixei no ipad e comecei, só que o livro só tinha o primeiro capítulo pra baixar.
      Eu tenho que ler no ipad porque eu to de intercambio e não encontro em português
      Coloca o site onde vc baixo o livro pro ebook
      Obrigada

      Laís, eu fiz assim: baixei o app gratuito do Kindle. Entrei na amazon.com.br e comprei a versão portugues do livro por (acho q) 24 Reais. Daí logo em seguida o app sincroniza e o livro aparece nele

  13. BelaHanajima
    05 de janeiro de 2014 - 20:40

    Se eu não tivesse um Kobo, até compraria um iPad Mini pra ler…

  14. Kawana
    05 de janeiro de 2014 - 21:09

    Foram 120 livros em 2013! Mas antes de virar uma devoradora eu não lia nada.. Não fui uma criança incentivada a ler.. O segredo? Comece com o que realmente te dê prazer e pegue leve, aos poucos começamos a ler mais rápido e sentimos falta quando não temos qualquer livro pra ler. Kindle é vida!!! Leio muito nele e adoro! Mas ainda tenho poucos livros em casa, só os favoritos mesmo!!
    Quem quiser indicações, é só dizer o que quer ler e me mandar um recadinho no insta (Kakaw Rocha), vou adorar ajudar!!!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:22

      Kawana em 05 de janeiro de 2014 às 21:09 disse:

      Foram 120 livros em 2013! Mas antes de virar uma devoradora eu não lia nada.. Não fui uma criança incentivada a ler.. O segredo? Comece com o que realmente te dê prazer e pegue leve, aos poucos começamos a ler mais rápido e sentimos falta quando não temos qualquer livro pra ler. Kindle é vida!!! Leio muito nele e adoro! Mas ainda tenho poucos livros em casa, só os favoritos mesmo!!
      Quem quiser indicações, é só dizer o que quer ler e me mandar um recadinho no insta (Kakaw Rocha), vou adorar ajudar!!!

      Vc vai entrar pro guiness!! hahaha Pois é, o problema é q na escola a gente recebe uma enxurrada de livros obrigatorios que causam trauma em muita criança. Meu marido por exemplo, diz q odeia livro. Olha que dó! :( Se em vez disso a gente fosse estimulada a escolher livros, ler o q tem vontade, o habito seria mais comum! Tem tanta gente nesse país q não le;.;

  15. Carol
    05 de janeiro de 2014 - 21:13

    Essa também é uma das minhas promessas para 2014! Amo muito ler, tenho muitos livros em casa que ainda não li mas tenho lido mais os obrigatórios pra faculdade do que aqueles que realmente queria ler… Não conhecia esse da JK, achei bem interessante!
    Beijos

  16. Geo
    05 de janeiro de 2014 - 21:57

    Definitivamente Ebooks não são pra mim.
    Odeio essa modernidade, haha… sério, é uma delicia ter um livro em mãos. Entendo quem gosta, mas prefiro mil vezes o ”modo antigo” de ler.
    Sobre Morte Súbita, pra quem começou… não desista! É um livro ótimo.

  17. Alice
    05 de janeiro de 2014 - 22:07
  18. Natasha M
    05 de janeiro de 2014 - 22:12

    Geo em 05 de janeiro de 2014 às 21:57 disse:

    Definitivamente Ebooks não são pra mim.
    Odeio essa modernidade, haha… sério, é uma delicia ter um livro em mãos. Entendo quem gosta, mas prefiro mil vezes o ”modo antigo” de ler.
    Sobre Morte Súbita, pra quem começou… não desista! É um livro ótimo.

    To contigo! Não abro mão do cheiro de pagina nova por nada.

  19. Julia Rafalski
    06 de janeiro de 2014 - 00:17

    Eu tinha um sério problema com relação a livros físicos x livros online/digital. Era fominha demais, então na pressa de ler acabava baixando uma versão online e depois comprava a versão física para prestar meus respeitos aos autores, né. Depois que entrei na faculdade diminuí drasticamente minha quantidade de leituras. No mestrado, então, fica muito difícil, porque eu basicamente só leio e escrevo, então ler acabou perdendo a diversão. (fiquei tão arrasada quando me dei conta disso que até chorei ._. )

    Ganhei um kindle do namorado e consegui ler dois livros mesmo estando escrevendo o projeto de qualificação, então acho que me facilitou muito. Carrego na bolsa, ai quando tenho um tempo vou e leio um pedacinho. Só estou tendo dificuldade de achar livros que me prendam, porque como tenho muita coisa pra ler, se não for interessante acabo abandonando. Aconteceu comigo com Morte Súbita, #chatiada, não consigo terminar, to achando muito chato!!!!

    Enfim, depois do texto, acho que o ebook é muito prático e facilita muito a vida principalmente pra quem não pode se dar ao luxo de caregar um trambolho. Não troco meu kindle pelo iPad, porque tenho dificuldades de concentração (e muito na minha cabeça), então não ter internet com acesso fácil é algo bom pra mim. E fora que consigo ler com o kindle no sol, no bus, na cama, em qualquer lugar. Indico fortemente! Tenho a versão mais básica e acho que não deve em nada aos livos físicos (tirando o cheiro de novo, mas compensa por não ter poeira).

    Beijos!!

  20. Camilla
    06 de janeiro de 2014 - 08:41

    Em 2013 também entrei no mundo dos ebooks. Ganhei de um grupo de amigos o Kobo Glo. É tipo o kindle, mas no lugar da Amazon é a Livraria Cultura.
    Vale muito a pena para quem gosta de ebooks. O tamanho é bom, dá para ler bem e cabe em quase todas as bolsas. A tela é como página de livro, não cansa a vista.
    Ainda prefiro livros físicos. Inclusive cheguei a comprar alguns mesmo depois de ler a versão digital (a louca da livraria). Mas os ebooks me ajudaram muito a acelerar o ritmo de leitura. Li muito mais por causa deles.
    Em resumo: ebooks são extremamente facilitadores da leitura. Acho que um meio termo legal é comprar os livros físicos que você quer ter para a vida e comprar ebooks daqueles que você só quer ler para se distrair.

  21. Jaqueline
    06 de janeiro de 2014 - 08:41

    Quase que me causa depressão ver todo mundo lendo histórias legais, comentando e eu tendo que ler livros chatos de direito :( Louca par entrar nesse mundo da leitura novamente :(

    • Lia
      06 de janeiro de 2014 - 11:25

      Jaqueline em 06 de janeiro de 2014 às 8:41 disse:

      Quase que me causa depressão ver todo mundo lendo histórias legais, comentando e eu tendo que ler livros chatos de direito :( Louca par entrar nesse mundo da leitura novamente :(

      Haja livroooo gigante! minha irmã estuda direito!

  22. Fernanda
    06 de janeiro de 2014 - 09:04

    Eu amo os livros físicos… de paixão. Não troco pelos digitais nunca, porque tenho uma estante com centenas de livros que eu amo. Tenho tanto ciúmes deles que não empresto pra ninguém! kkkkkk… Eu gosto de colecionar os livros que adoro, e pra mim, tudo que é digital se perde muito fácil, não consigo me apegar… Igual fotos digitais, não é a mesma coisa das fotos em um álbum, é muito mais emocionante de ver. (sim, sou das antigas, mas tenho só 25 anos, kkkk)

  23. Sabrina
    06 de janeiro de 2014 - 09:41

    Julia Rafalski em 06 de janeiro de 2014 às 0:17 disse:

    Eu tinha um sério problema com relação a livros físicos x livros online/digital. Era fominha demais, então na pressa de ler acabava baixando uma versão online e depois comprava a versão física para prestar meus respeitos aos autores, né. Depois que entrei na faculdade diminuí drasticamente minha quantidade de leituras. No mestrado, então, fica muito difícil, porque eu basicamente só leio e escrevo, então ler acabou perdendo a diversão. (fiquei tão arrasada quando me dei conta disso que até chorei ._. )

    Ganhei um kindle do namorado e consegui ler dois livros mesmo estando escrevendo o projeto de qualificação, então acho que me facilitou muito. Carrego na bolsa, ai quando tenho um tempo vou e leio um pedacinho. Só estou tendo dificuldade de achar livros que me prendam, porque como tenho muita coisa pra ler, se não for interessante acabo abandonando. Aconteceu comigo com Morte Súbita, #chatiada, não consigo terminar, to achando muito chato!!!!

    Enfim, depois do texto, acho que o ebook é muito prático e facilita muito a vida principalmente pra quem não pode se dar ao luxo de caregar um trambolho. Não troco meu kindle pelo iPad, porque tenho dificuldades de concentração (e muito na minha cabeça), então não ter internet com acesso fácil é algo bom pra mim. E fora que consigo ler com o kindle no sol, no bus, na cama, em qualquer lugar. Indico fortemente! Tenho a versão mais básica e acho que não deve em nada aos livos físicos (tirando o cheiro de novo, mas compensa por não ter poeira).

    Beijos!!

    Eu tb aderi ao kindle e sou uma nova mulher-leitora! rs rs Brincadeiras a parte, a minha experiência com leitura em ipad vs kindle é o que mtas de certa forma já comentaram aqui: a luminosidade do ipad me dá mta dor de de cabeça. Meu kindle é o basicão (que dificuldade em reaprender a usar botões ao invés de touch screen rs mas isso não é problema para o kindle paperwhite!) e ele vai comigo pra tudo que é lugar! Viajei recentemente para um resort de praia e li 4 livros em 1 semana! Sem dor de cabeça alguma! Para mim uma grande vitória. Então, acho que vale a pena considerar sim um leitor de livros, eu os vejo como praticidade (é leve, o tamanho é ideal…) e tb como uma forma de não acumular livros e mais livros em casa. Tb gosto dos livros físicos, mas para mim agora só terei livros físicos para o que for essencial e/ou o kindle não suportar (por exemplo, livros com mtas figuras, ilustrações, livros de arte etc.). Bjs!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:13

      Sabrina em 06 de janeiro de 2014 às 9:41 disse:

      Julia Rafalski em 06 de janeiro de 2014 às 0:17 disse:

      Eu tinha um sério problema com relação a livros físicos x livros online/digital. Era fominha demais, então na pressa de ler acabava baixando uma versão online e depois comprava a versão física para prestar meus respeitos aos autores, né. Depois que entrei na faculdade diminuí drasticamente minha quantidade de leituras. No mestrado, então, fica muito difícil, porque eu basicamente só leio e escrevo, então ler acabou perdendo a diversão. (fiquei tão arrasada quando me dei conta disso que até chorei ._. )

      Ganhei um kindle do namorado e consegui ler dois livros mesmo estando escrevendo o projeto de qualificação, então acho que me facilitou muito. Carrego na bolsa, ai quando tenho um tempo vou e leio um pedacinho. Só estou tendo dificuldade de achar livros que me prendam, porque como tenho muita coisa pra ler, se não for interessante acabo abandonando. Aconteceu comigo com Morte Súbita, #chatiada, não consigo terminar, to achando muito chato!!!!

      Enfim, depois do texto, acho que o ebook é muito prático e facilita muito a vida principalmente pra quem não pode se dar ao luxo de caregar um trambolho. Não troco meu kindle pelo iPad, porque tenho dificuldades de concentração (e muito na minha cabeça), então não ter internet com acesso fácil é algo bom pra mim. E fora que consigo ler com o kindle no sol, no bus, na cama, em qualquer lugar. Indico fortemente! Tenho a versão mais básica e acho que não deve em nada aos livos físicos (tirando o cheiro de novo, mas compensa por não ter poeira).

      Beijos!!

      Eu tb aderi ao kindle e sou uma nova mulher-leitora! rs rs Brincadeiras a parte, a minha experiência com leitura em ipad vs kindle é o que mtas de certa forma já comentaram aqui: a luminosidade do ipad me dá mta dor de de cabeça. Meu kindle é o basicão (que dificuldade em reaprender a usar botões ao invés de touch screen rs mas isso não é problema para o kindle paperwhite!) e ele vai comigo pra tudo que é lugar! Viajei recentemente para um resort de praia e li 4 livros em 1 semana! Sem dor de cabeça alguma! Para mim uma grande vitória. Então, acho que vale a pena considerar sim um leitor de livros, eu os vejo como praticidade (é leve, o tamanho é ideal…) e tb como uma forma de não acumular livros e mais livros em casa. Tb gosto dos livros físicos, mas para mim agora só terei livros físicos para o que for essencial e/ou o kindle não suportar (por exemplo, livros com mtas figuras, ilustrações, livros de arte etc.). Bjs!

      Eu estou louca pra checar um kindle ao vivo, pois meu ipad está sendo tranquilo nessa questão. O proprio app do kindle deixa baixar a luminosidade da tela , o meu está com uma pelicula q tb parece melhorar isso!

  24. Chell
    06 de janeiro de 2014 - 10:26

    Também ando lendo bem mais com o meu Kobo, ele é levinho e carrego pra todo lugar, nunca se sabe quando vai rolar ler. Meus livros de HP, SdA, Diário da Princesa e todas as outras coleções que eu tenho estão ficando amarelos e velhinhos, isso que tenho cuidado, ficam em estantes fechadas e tudo mais, mas não dá, o tempo tá ai e passa rápido. Daqui a algum tempo não vou poder ler meus livros mais velhinhos por conta do cheiro de velhinho que eles estão ficando, e eu concordo com Paulo Coelho, que uma vez foi questionado sobre não ter livros em casa em estantes e ele respondeu “livros tem que ser lidos e não ficar em prateleiras”. Ai desapeguei, prefiro os digitais agora pelo valor e pela vantagem e não ficarem velhinhos.

    • Lia
      06 de janeiro de 2014 - 11:23

      Chell em 06 de janeiro de 2014 às 10:26 disse:

      Também ando lendo bem mais com o meu Kobo, ele é levinho e carrego pra todo lugar, nunca se sabe quando vai rolar ler. Meus livros de HP, SdA, Diário da Princesa e todas as outras coleções que eu tenho estão ficando amarelos e velhinhos, isso que tenho cuidado, ficam em estantes fechadas e tudo mais, mas não dá, o tempo tá ai e passa rápido. Daqui a algum tempo não vou poder ler meus livros mais velhinhos por conta do cheiro de velhinho que eles estão ficando, e eu concordo com Paulo Coelho, que uma vez foi questionado sobre não ter livros em casa em estantes e ele respondeu “livros tem que ser lidos e não ficar em prateleiras”. Ai desapeguei, prefiro os digitais agora pelo valor e pela vantagem e não ficarem velhinhos.

      Achei demais a citação dele!!!

  25. kammy
    06 de janeiro de 2014 - 11:14

    parece bacana o livro =)

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

  26. Aline B.
    06 de janeiro de 2014 - 11:21

    E sem falar na quantidade de árvores que são poupadas na impressão de um livro!
    Ta ta ta, papel recicla!! Mas há um gasto de água e tal, que pode ser evitado com o livro digital hahaha.
    Eu não lia há séculos, ai resolvi comprar o Kindle pra ver se a vontade voltava.. em menos de 1 mês eu li 4 livros!
    É pratico, cabe na bolsa, leve, e não ocupa espaço aquele monte de livro guardado e empoeirando.

  27. Gabriella
    06 de janeiro de 2014 - 11:31

    Ganhei um Kindle Fire, uns 6 meses atrás, sempre fui viciada em livros, tenho mais livros que prateleiras. O que me fez querer MUITO o Kindle fire é que não queria um tablet no completo da palavra mas queria algo que tivesse tela colorida por leio quadrinhos.
    E, pra mim, aí que tá a diferença pra esses dispositivos de leitura, quadrinho é caro em qualquer formato mas em eBook ele é bem praticável. Mais acessível em todos os sentidos, moro no interior, é 867452647856748568% mais fácil entrar na loja da amazon e comprar Fables por 22 reais dos que pagar 60 reais na mesma edição e esperar dias pra chegar aqui.

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:11

      Gabriella em 06 de janeiro de 2014 às 11:31 disse:

      Ganhei um Kindle Fire, uns 6 meses atrás, sempre fui viciada em livros, tenho mais livros que prateleiras. O que me fez querer MUITO o Kindle fire é que não queria um tablet no completo da palavra mas queria algo que tivesse tela colorida por leio quadrinhos.
      E, pra mim, aí que tá a diferença pra esses dispositivos de leitura, quadrinho é caro em qualquer formato mas em eBook ele é bem praticável. Mais acessível em todos os sentidos, moro no interior, é 867452647856748568% mais fácil entrar na loja da amazon e comprar Fables por 22 reais dos que pagar 60 reais na mesma edição e esperar dias pra chegar aqui.

      Engraçado que desde q eu tive meu primeiro ipad, comecei a comprar quadrinhos, mas livro mesmo, só agora q caiu essa ficha!

  28. Graziele
    06 de janeiro de 2014 - 12:12

    Eu ganhei um Kindle de Natal e já li “Extraordinário” (recomendo muito!), e gostei bastante. A leitura acaba fluindo mais rápido, ou é impressão, mas terminei rapidinho. A facilidade de comprar o livro (com preços melhores), já baixar e começar a ler é a melhor parte. Mas não são todos os títulos que temos nas livrarias que encontramos na Amazon, já procurei vários que não encontrei.
    Amo livros físicos, tenho uma coleção enorme. Mas é bem o que você falou, tem que dar uma desapegada.
    Eu nunca li livros no iPad, mas acredito que a diferença mesmo é que a tela do Kindle imita o papel, mas não tem cor, é tudo preto e branco. E também da pra marcar frases de destaques, notas, procurar significado de palavras, tradução,..
    Estou bem satisfeita com o Kindle, e antes de ter um em mãos pra chamar de meu, pensei que não iria me acostumar fácil, rs.
    Beijos Lia!

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:10

      Graziele em 06 de janeiro de 2014 às 12:12 disse:

      Eu ganhei um Kindle de Natal e já li “Extraordinário” (recomendo muito!), e gostei bastante. A leitura acaba fluindo mais rápido, ou é impressão, mas terminei rapidinho. A facilidade de comprar o livro (com preços melhores), já baixar e começar a ler é a melhor parte. Mas não são todos os títulos que temos nas livrarias que encontramos na Amazon, já procurei vários que não encontrei.
      Amo livros físicos, tenho uma coleção enorme. Mas é bem o que você falou, tem que dar uma desapegada.
      Eu nunca li livros no iPad, mas acredito que a diferença mesmo é que a tela do Kindle imita o papel, mas não tem cor, é tudo preto e branco. E também da pra marcar frases de destaques, notas, procurar significado de palavras, tradução,..
      Estou bem satisfeita com o Kindle, e antes de ter um em mãos pra chamar de meu, pensei que não iria me acostumar fácil, rs.
      Beijos Lia!

      Grazi, o segundo livro q fui procurar não tinha! É verdade… e olha q é um livro q já faz tempo q foi lançado.
      Quanto a essa questão de buscar, marcar e etc, o App de iPad tem! Acho q a diferença mesm é na tela, mas preciso pegar um na mão pra dizer! Pois consegui baixar bem o brilho do meu

  29. Dani Danczuk
    06 de janeiro de 2014 - 14:43

    No iPad tenho vários livros técnicos (tenho pdf também, que converto para epub por que com pdf não dá pra fazer aquelas marcações legais). Esses o eBook é mais em conta e pra mim vale mais a pena assim por que livros técnicos são grandes e muito difícil de ler segurando na mão. Sem contar que é mais fácil quando preciso de alguma coisa relacionada ao trabalho, é mais fácil achar a página certa e dá pra fazer quantas anotações quiser.

    Pensei em comprar um kindle, mas daí carrego 1000 coisas na bolsa: iPad, celular, câmera, kindle.. dá quase na mesma carregar um livro. No iPad tenho internet e outras coisas, além do livro.
    Eu li alguma coisa de ter um kindle com internet, mas não acho que seja tão bom quanto iPad nesse caso. Por isso, preferi o iPad mesmo.

    E ando desejando um iPad mini. O meu é o iPad 2. Está velhinho já, e é mais pesado.

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:07

      Dani Danczuk em 06 de janeiro de 2014 às 14:43 disse:

      No iPad tenho vários livros técnicos (tenho pdf também, que converto para epub por que com pdf não dá pra fazer aquelas marcações legais). Esses o eBook é mais em conta e pra mim vale mais a pena assim por que livros técnicos são grandes e muito difícil de ler segurando na mão. Sem contar que é mais fácil quando preciso de alguma coisa relacionada ao trabalho, é mais fácil achar a página certa e dá pra fazer quantas anotações quiser.

      Pensei em comprar um kindle, mas daí carrego 1000 coisas na bolsa: iPad, celular, câmera, kindle.. dá quase na mesma carregar um livro. No iPad tenho internet e outras coisas, além do livro.
      Eu li alguma coisa de ter um kindle com internet, mas não acho que seja tão bom quanto iPad nesse caso. Por isso, preferi o iPad mesmo.

      E ando desejando um iPad mini. O meu é o iPad 2. Está velhinho já, e é mais pesado.

      Dani vc vai amar fazer a troca do ipad para o mini!!!

  30. Beatriz Giuseppin
    06 de janeiro de 2014 - 14:45

    Ôoooo dilema viu :/ Cada vez que leio comentários positivos como esses das leitoras aí de cima, me dá vontade de comprar um Kindle, mas eu tenho aquele sonho de ter meu quarto com aquelas prateleiras gigantescas que vão do chão à parede, e ainda esse ano eu queria reformar ele..

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:07

      Beatriz Giuseppin em 06 de janeiro de 2014 às 14:45 disse:

      Ôoooo dilema viu :/ Cada vez que leio comentários positivos como esses das leitoras aí de cima, me dá vontade de comprar um Kindle, mas eu tenho aquele sonho de ter meu quarto com aquelas prateleiras gigantescas que vão do chão à parede, e ainda esse ano eu queria reformar ele..

      AAiii , acho q quarto arrumado ganha essa batalha! Mas vc sempre pode colocar nas prateleiras coisas como vasos e porta retratos rs

  31. Camila Cavalcante
    06 de janeiro de 2014 - 16:07

    Ai Lia.. já tentei ler livro no iPad e pra mim não rola. Não sei se é porque o meu é pesadinho, mas gosto de ler deitada. Sem contar que tenho “tara” de ir em livraria, passar horas escolhendo, sentir o cheiro do livro novo.. hahaha
    Adorei o livro pela sinopse! Vou comprar :)

  32. Mariana Castela
    06 de janeiro de 2014 - 16:17

    eu já tentei ler livro no ipad .. e apesar de ficar me achando muito muderna, pra mim tem 2 problemas: 1) um ebook nunca vai ter página amarelada e cheiro de livraria; e 2) tenho medo de sacar ipad (ou coisa que o valha) no ônibus/metrô, que é quando leio muito !
    sendo assim, ainda prefiro continuar com os livros de papel ..

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:06

      Mariana Castela em 06 de janeiro de 2014 às 16:17 disse:

      eu já tentei ler livro no ipad .. e apesar de ficar me achando muito muderna, pra mim tem 2 problemas: 1) um ebook nunca vai ter página amarelada e cheiro de livraria; e 2) tenho medo de sacar ipad (ou coisa que o valha) no ônibus/metrô, que é quando leio muito !
      sendo assim, ainda prefiro continuar com os livros de papel ..

      Bom ponto Mari! Não pego ônibus mas quando pegava, os q eu pegava definitivamente não rolava pegar nada assim :(

  33. Kah
    06 de janeiro de 2014 - 16:27

    Eu tô curiosa pra ler esse livro!
    Amo livros físicos, amo o cheiro, a experiência toda! Mas entendo que pra quem lê muito como eu, usar versões digitais pode ser muito melhor. Já estou meio sem espaço pra tanto livro e cogitando usar versões digitais.

  34. ronise
    06 de janeiro de 2014 - 18:17

    dos 15 livros que li em 2013, 10 foram no aplicativo do kindle para android (tenho um galaxy tab 7″). eu acho super bom e prático ler no tablet, e também tenho o app no iphone, então as vezes acontece que eu ter que esperar e estar sem livro ou tablet, mas mesmo assim tenho minha leitura (e os dispositivos ficam sincronizados). continuo gostando de livros de papel, mas leio mais e-books hoje em dia. e toda semana tem promoções na amazon, dá pra comprar os livros do momento por menos de R$10, que eu acho que vale muito a pena.

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:04

      ronise em 06 de janeiro de 2014 às 18:17 disse:

      dos 15 livros que li em 2013, 10 foram no aplicativo do kindle para android (tenho um galaxy tab 7″). eu acho super bom e prático ler no tablet, e também tenho o app no iphone, então as vezes acontece que eu ter que esperar e estar sem livro ou tablet, mas mesmo assim tenho minha leitura (e os dispositivos ficam sincronizados). continuo gostando de livros de papel, mas leio mais e-books hoje em dia. e toda semana tem promoções na amazon, dá pra comprar os livros do momento por menos de R$10, que eu acho que vale muito a pena.

      Verdade Ronise, não dá pra andar sempre com um livrão na bolsa e o app resolve demais isso! Qdo vc sabe q vai esperar até leva um livro, mas no dia a dia, não dá!

  35. THAMIRES
    06 de janeiro de 2014 - 18:18

    Olá Lia… tenho várias metas para este ano tbm! todos nós fazemos né… mas viu, tenho MUITOOOOOOOOOOOOOOOOS livros em PDF SEM CAPAS LINDAS ou outras coisas, em PDF mesmo, se quiser, posso mandar… estão em pastas zipadas!
    beijos

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:03

      THAMIRES em 06 de janeiro de 2014 às 18:18 disse:

      Olá Lia… tenho várias metas para este ano tbm! todos nós fazemos né… mas viu, tenho MUITOOOOOOOOOOOOOOOOS livros em PDF SEM CAPAS LINDAS ou outras coisas, em PDF mesmo, se quiser, posso mandar… estão em pastas zipadas!
      beijos

      Obrigada Tha!!! Mas prefiro ir comprando livro a livro, senão eu não dou valor sabe? Quando vc tem tanta coisa q vc não se apega a nenhuma? Beijo

  36. Tainah Rodrigues
    06 de janeiro de 2014 - 20:44

    Até tenho o aplicativo do kindle, mas prefiro mil vezes ler o livro de papel. E dá para comprar as edições impressas lindas com preços bem legais, até mais baratos que a versão e-book, é só ficar ligada nas promoções xD
    O Chamado do Cuco estou morrendo de vontade de ler! Já tenho aqui, só que faltam 2 para chegar nele kkkk

    Beijo :*

  37. Geovana Cybele
    07 de janeiro de 2014 - 07:45

    Até já tentei ler livros assim, mas não consigo… pra mim não é a mesma coisa. Tenho que ter o libro em mãos para ficar mais feliz.

  38. Hannah
    07 de janeiro de 2014 - 12:39

    Preciso deste livro na edição capa dura pra ontem! Tem como ser mais lindo? Na vdd tem sim, mas me deixe ser feliz com meu exagero. kkk
    Bjo.
    https://toalhamecanica.wordpress.com

  39. Julia Veloso
    07 de janeiro de 2014 - 13:02

    Jura que você gostou desse livro, Lia??? Eu não suportei kkkkkk na minha opinião, a história até flui bem na maior parte do livro, mas o final foi mal desenvolvido… Parece que o autor (ou a autora, né kk) quis escrever um desfecho inimaginável e surpreendente, mas criou uma situação fraca, sem sentido, que deixou a desejar…
    Mas, se você gosta de histórias desse gênero, eu recomendo o livro “Millennium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres” (aquele que virou filme com o Daniel Craig, sabe? Em inglês é “The Girl With The Dragon Tattoo”)! A história é mais pesada e tem “cenas” fortes, mas a trama é muito bem criada e é, na minha opinião, mais cativante e bem explicada que “O Chamado do Cuco”. O livro faz parte de uma trilogia, mas as sequências não chegam nem perto do primeiro. Enfim, super recomendo!!
    Espero não ter sido muito chata hahaha beijos (:

    • Lia
      07 de janeiro de 2014 - 19:02

      Julia Veloso em 07 de janeiro de 2014 às 13:02 disse:

      Jura que você gostou desse livro, Lia??? Eu não suportei kkkkkk na minha opinião, a história até flui bem na maior parte do livro, mas o final foi mal desenvolvido… Parece que o autor (ou a autora, né kk) quis escrever um desfecho inimaginável e surpreendente, mas criou uma situação fraca, sem sentido, que deixou a desejar…
      Mas, se você gosta de histórias desse gênero, eu recomendo o livro “Millennium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres” (aquele que virou filme com o Daniel Craig, sabe? Em inglês é “The Girl With The Dragon Tattoo”)! A história é mais pesada e tem “cenas” fortes, mas a trama é muito bem criada e é, na minha opinião, mais cativante e bem explicada que “O Chamado do Cuco”. O livro faz parte de uma trilogia, mas as sequências não chegam nem perto do primeiro. Enfim, super recomendo!!
      Espero não ter sido muito chata hahaha beijos (:

      Sério Julia?! Poxa, eu achei q foi ok, eles já haviam citado várias vezes no livro algo sobre o “criminoso” q foi a justificativa. Você acha que vale a leitura pra quem já viu o filme? Achei o filme incrível, mas tenho super preguiça de ler depois q vi!

  40. Alane
    07 de janeiro de 2014 - 20:07

    tenho um kindle!! pedi para uma prima que estava na disney (no mesmo período que você!) e ela trouxe para mim e.. to AMANDO!!! 2013 só li 2 livros.. bem devagar.. kkk tenho que ler muito na faculdade (faço psicologia) e acabo ficando sem vontade de ler para em divertir, fiquei triste quando percebi isso e quis comprar o kindle..
    é realmente muito prático!! melhor que o livro pq não pesa, é mais portátil e não tem o reflexo da luz (dependendo do livro isso cansa a vista).. já to na metade de 2 livro do ano!!! e janeiro mal começou! to muito satisfeita! :))
    sem contar que to bastante empolgada, to no segundo livro da saga “Jogos Vorazes”! muitos bons!

  41. Luísa Moura
    08 de janeiro de 2014 - 03:11

    Eu tenho um iPad também, mas minha única experiência como ereader foi com contos para o colégio… Também não compro muitos livros, costumo pegar emprestado hehehe. Quando compro algum é porque ganhei o primeiro da série e quero ler as continuações kkkk. Acho que ainda nao aderi aos ebooks porque fico tentada a jogar e/ou usar a internet com o iPad

  42. Bianca Homrich
    08 de janeiro de 2014 - 18:15

    Oi Lia! Em 2013 fui mais uma das que aderiu aos e-readears. Já tinha costume de ler e-book, pq a mesada já não tava dando pra bancar todos os livros que eu queria. Então eu baixava e lia no computador mesmo. Pra mim não cansou a vista, mas não era prático pq eu não podia levar comigo e ficava limitada a ler em casa. Decidi juntar a mesada e investir num aparelhinho só pra ler e optei por comprar o kobo. Escolhi o Kobo Glo por causa da opção de poder ler no escuro. Nossa, estou super satisfeita! Em fevereiro vai fazer um ano e posso dizer que foi a melhor compra que fiz em 2013! Pra quem lê uma média de 50 livros por ano, meu bolso não aguentava e minha mãe não parava de reclamar que a casa estava virando uma biblioteca. Agora posso ler a vontade e devoro um livro atrás do outro! Acho super prático poder mudar a formatação e a fonte do livro, a leveza e o fato de que nunca fico na mão : Se acabo de ler um livro, já posso imediatamente começar a ler outro e não tenho que esperar pra comprar ou mesmo ficar em algum lugar sem ter o que ler até voltar em casa. Amo muito meu kobo! Só acho que os livros digitais são bem carinhos, mas tem muitos sites com downloads grátis bem legais! Para mim, o que importa é o enredo e a leitura em si. Claro que folhear as páginas e o cheirinho de livro novo são sensações maravilhosas e eu ainda amo livrarias, porém acho que a experiência da leitura não fica prejudicada como muita gente alega. E como sei que arquivo eletrônico é uma coisa meio fácil de se perder, escolho os livros que mais gosto e compro depois! :)

  43. […] das livrarias. Acabei descobrindo por acaso justamente por causa da leitura via iPad que falei no último post. Fui comprar um novo eBook e o site me sugeriu esse! Li em 2 dias! […]

  44. Thiago Galdino
    09 de janeiro de 2014 - 19:51

    Eu acabei de ler esse livro e é ótimo (como tudo o que a J. K. faz)! Realmente, o livro faz você mudar de ideia em relação ao assassino da Cuco toda hora! Quanto à Robin, acho que a autora vai falar mais nos próximos livros (me parece que vai ser uma trilogia). Começou o ano muito bem Lia, leitura é sempre uma ótimo meta de vida, rs. Você gosta dos livros da Marian Keyes? Chá de Sumiço, o mais recente dela, vai ser minha próxima leitura. PS: quanto à “polêmica” do livro físico x virtual, ainda fico com o físico; sou doido do tipo que fica cheirando o livro, rs, mas acredito que ler o livro num tablet seja mais confortável por causa do peso (a minha edição era capa dura) e por te dar mais liberdade de ficar em várias posições pra ler. Sem estragar o livro.

  45. Vih
    11 de janeiro de 2014 - 09:03

    Eu estava sentindo faltar de ler, então decidi ler no celular mesmo e adorei :)

  46. Danielle
    06 de maio de 2014 - 19:25

    Ola Lia, estava procurando um livro no meu phone e achei essa pagina. Espero q esteja mais familiarizada com o iPad. A vantagem de se ler nele é que se também tiver um iPhone e abaixar o aplicativo IBook, vc terá sempre disponível perto de vc o livro a qualquer hora. Sempre gostei muito de ler, mas parei por anos por não estar no pais é sempre mais complicado comprar livros. Desde q descobri q podia ler livro no telefone, li vários antes de fazer um upgrade para o iPad e acho q hoje meus olhos agradecem…rsrs… Infelizmente ainda acho que o Brasil deveria incentivar mais a leitura, o q diminuiria muito também o custo de um livro de papel. Aqui onde moro, vc acha livros em qualquer lugar, até mesmo farmácias e é bem barato, por isso todo mundo tem muitos livros em casa. Pena que só acho eles para comprar em inglês.

8assista Just Lia TV no youtube9
Outros vídeos
8siga @liacamargo no instagram9