28 de abril de 2016 - 20:00
1
Estilo

Estilo de blogueira: Beatrice Gutu

A alemã Beatrice Gutu tem 21 anos, está cursando Design Gráfico e atualmente vive entre duas cidades: Amsterdã e Düsseldorf. Ela criou seu blog, The Fashion Cuisine, em 2012 e já trabalhou com marcas como Asos, Misguided, Tommy Hilfiger e Samsonite.

estilo-beatrice-gutu-001

O estilo de Beatrice é básico, mas sempre inspirador. Ela repete várias roupas – o que é ótimo e mostra como a escolha certa das peças permite muitos looks diferentes. Algo que ajuda nisso é a sua cartela de cores, que é bem neutra, cheia de brancos, pretos, cinzas e cremes. O arsenal de itens atemporais no seu armário é de invejar – ela é fã de peças vintage. Encontramos paletós bem cortados, calças de alfaiataria, camisas brancas, jeans skinny, suéteres de tricô, trench coats, camisetas básicas e bolsas tipo carteiro.

Para modernizar um pouco, ela mescla com outros itens da moda, como saias com botões na frente, blusas com manga boca de sino, blusa com decote ombro a ombro e sapatos com amarração. Nos acessórios sempre aparecem óculos com armação redonda, lenço no pescoço e braceletes minimalistas. Para continuar acompanhando essa linda, é só entrar em seu blog e nas suas redes sociais: Facebook, Instagram e Pinterest.

Básico com estilo

estilo-beatrice-gutu-004

Continue Lendo

28 de abril de 2016 - 10:09
20
Pessoal

Ser mãe

dia-das-maes-pandora-001

Para mim, ter filhos sempre foi uma ideia de algo que aconteceria naturalmente. Eu nunca tive fixação pelo assunto, simplesmente achava que um dia isso ia ser parte da minha vida. Sei que existem aquelas mulheres que se planejam completamente, ou que viram mamães por acaso. Somos únicas e na maternidade não poderia ser diferente, não tem regra. Comigo foi simplesmente uma ideia que foi fluindo devagar, até chegar a hora!

O Dani e eu começamos a falar disso há pouco mais de um ano, sempre de forma leve… Aos poucos a ideia foi aparecendo nas nossas conversas e ideias. Sabe aquilo de “já pensou se a gente tivesse um filho?” ou “imagina quando a gente tiver nosso filhinho!”?! Já faz um tempo que nossa rotina de trabalho e vida juntos está organizada e, acho que quando a gente tem essa sensação de plenitude, é hora de avançar pra próxima fase.

Tem uma frase que diz que: quando o amor de duas pessoas não cabe mais dentro delas, nasce uma nova vida. Por mais piegas que possa parecer, é bem assim que sinto! Não que a gente se amasse menos há 4 anos, mas as coisas estão tão bem agora, somos um casal tão feliz… Porque não multiplicar isso?!

Já ouvi muitas amigas que viraram mães falarem que você descobre o maior amor do mundo ao ter um filho. E é exatamente essa a maior expectativa que eu tenho. Como algo que eu já considero perfeito, poderia ficar ainda maior?! Será que é algo que vai acontecer no segundo que ele nascer?! Ou algo que vai começar pequeno e ficar gigante conforme a gente se acostuma um com o outro?

Do dia em que eu descobri a gravidez até boa parte do começo, o sentimento já era de alegria mas era meio desconfiado. Sei lá, você não tem certeza de nada, não vê sinal nenhum de bebê ali (só um monte de sintomas chatos!). Daí vem o primeiro ultrassom e tudo começa a mudar: você ouve aquele coração microscópico batendo depressa e não tem coisa mais poética. É só um embrião, mas seu primeiro e mais importante órgão já funciona. Não é por acaso que a gente relaciona o amor ao coração. Segundo ultrassom então, eu chorava e tremia, aquele borrão cinza no televisor começa a ganhar formato, já tinha pézinhos e mãozinhas e até um “começo” de nariz. Dentro de mim. Me desculpem os homens, mas como é sensacional ser mulher e portar esse milagre.

Chego ao meu primeiro Dia das Mães com pouco mais de 5 meses de gestação e além dos “encontros” via ultrassom no consultório, agora ele me lembra o tempo todo que está aqui. Estica a cabeça, estica os pés, gira e vira, a cada hora sinto uns balancinhos num ponto diferente da barriga. Apesar de ser sutil, pulo de felicidade quando eu consigo olhar pra barriga e ver um movimento! Assim não me sinto tão boba conversando com alguém que ainda não nasceu.

dia-das-maes-pandora-006

Independente de como vai ser esse amor que eu espero descobrir, nossos laços vão sendo criados semana após semana. Cada novidade do desenvolvimento do bebê traz uma nova emoção pra mãe. E isso muda a gente, porque eu sei que tudo o que eu faço agora, reflete nesse serzinho que depende 100% de mim pelos próximos meses…

Sei que o mais importante ainda está por vir depois que ele nascer, com tudo que vou ensinar, cada cuidado e as inspirações que quero passar. A influência que erros e acertos terão. As tradições que vêm da minha própria criação e continuarão. Mas desde já, a gente descobre que não existe conexão mais poderosa que a da maternidade. E aos pouquinhos, vou me sentindo pronta…

Te vejo em Agosto, filho.

dia-das-maes-pandora-003

dia-das-maes-pandora-004

dia-das-maes-pandora-005

dia-das-maes-pandora-002

dia-das-maes-pandora-007

Esse post foi inspirado na campanha de PANDORA sobre o Dia das Mães, “Toda Mãe é Única”. Assista:

A coleção linda e inspiradora de Dia das Mães já está nas lojas, clique aqui e encontre a mais próxima de você!

28 de abril de 2016 - 09:00
3
Design

As ilustrações de heroínas de Marciano Palácio

inspiracao-ilustracao-heroinas-marcianopalacio-avatar

Marciano Palácio é um jornalista e ilustrador freelancer do Ceará. Desenhando desde pequeno, ele não tinha intenção de trabalhar na área, mas durante a faculdade percebeu que sua paixão poderia virar seu trabalho também.

Seu trabalho todo é lindo, mas o que me chamou atenção foi essa série incrível de super-heroínas. Marciano ilustrou várias guerreiras em momentos fora de batalha e relax, como lendo, escutando música e até comendo. As ilustras são fofíssimas, o traço de Marciano é uma graça! Além disso, ele caprichou nas luzes e cores da série. Fofo demais, né?!

27 de abril de 2016 - 11:18
11
Estilo

Look do dia: Listras e colete

O que acontece com as camisetas quando a barriga cresce: viram baby look! kkkk No domingo cismei que queria usar essa camiseta preta listrada, só que ela é daquelas mais curtinhas (que não-grávida você levanta o braço e mostra barriga). Como eu estava com extensor e faixinha preta por baixo, por causa do short, acho que ficou ok! Só ficou parecendo que a camiseta tinha um pedaço preto! heheh

Usei esse look no domingo pra passear com o Dani: almoçar, fazer compras… estava com 21 semanas!

Nos últimos dias um resfriado (ou gripe? nunca sei!) me pegou de jeito. Olha, se esse tipo de coisa já demora uns dias pra passar, estando grávida é muito pior. A gente simplesmente não pode tomar remédio nenhum, pois tudo vai para o bebê. Estou agora na fase da tosse e não tem xarope que a bula não avise ~Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas em nenhum momento da gestação~. Mais um detalhe para aquela lista de coisas que a gente nem pensa antes de engravidar. Falando sobre isso, tem Diário de Gravidez novo lá no canal!

domingo-comida

domingo-flores

Peças usadas no look

• Short jeans escuro Lança Perfume
• Camiseta preta listrada Zara
• Extensor de jeans Mammy Belt
• Óculos de sol Ray-Ban
• Colete verde militar Renner
• Bucket bag preta e branca Corello
• Espadrilha Aldo
• Relógio Technos
• Colar Acessorize

Página 1 de 1.5761234567
8assista Just Lia TV no youtube9
Outros vídeos
8siga @kittykills no instagram9