Na Tela
7 Comentários

Desde 2006 Disney e Pixar lançam juntas um filme por ano. Mas em 2014, por problemas com a produção, ficamos sem novidades… O lado bom é que em 2015 teremos dobradinha de animação com “Divertida Mente” e “The Good Dinosaur“. As primeiras imagens e o enredo dos filmes já foram divulgados e dá pra gente ter uma ideia do que vêm por aí!

Divertida Mente (Inside Out)

O longa “Divertida Mente” traz Riley, uma menina de 11 anos, que é obrigada a mudar pro outro lado do país com sua família. O foco da história acontece na sua mente, onde suas emoções – os personagens Alegria, Tristeza, Nojinho, Raiva e Medo – vão ter que se adaptar a mudança. Ainda são poucas as informações, mas a estreia é prevista pra junho de 2015, então logo descobriremos mais sobre o filme.

insideout-divertidamente-0002

O primeiro teaser trailer do filme já saiu! Ele mostra uma introdução com vários filmes incríveis da Disney + Pixar em partes emotivas e no final mostra um pouquinho de “Divertida Mente“.


Continue Lendo >>

Na Tela
22 Comentários

cinderela-o-filme

Depois de algumas releituras diferentes de “Branca de Neve” e “Bela Adormecida“, hora de uma versão bem clássica homenageando a história de “Cinderela” de Charles Perrault. O filme está sendo produzido pela Disney e estreia no ano que vem, com a inglesa Lily James (de “Downton Abbey”) no papel da gata borralheira e as musas Cate BlanchettHelena Bonham-Carter como madrasta e madrinha, respectivamente.

Quando foi anunciado, esperei algo ~mais bobo~ e infantil (amo Disney, mas confesso que sempre subestimo os filmes com pessoas ~reais~), mas pelo trailer fiquei muito animada pra assistir! Quer dizer, Cinderela está entre as últimas das minhas histórias de princesa favoritas, mas a versão live-action do filme está tão bonita e rica! Com figurinos de época, cenários suntuosos, uns takes amplos e efeitos especiais literalmente mágicos. Fora que Cate Blanchett maravilhosa aparecendo na tela impõe respeito em qualquer filme! kkk Comprando pipoca em 3..2..1..

Sinopse: A história de Cinderela segue a vida da jovem Ella, cujo pai comerciante casa novamente depois que fica viúvo de sua mãe. Ansiosa para apoiar o adorado pai, Ella recebe bem a madrasta e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família. Mas quando o pai de Ella falece inesperadamente, ela se vê à mercê de uma nova família cruel e invejosa. Relegada à posição de empregada da família, a jovem sempre coberta de cinzas, que passou a ser chamada de Cinderela, bem que poderia ter começado a perder a esperança. Mas, apesar da crueldade a que fora submetida, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe e “ter coragem de ser gentil”. Ela não cederá ao desespero nem aos que a maltratam. E depois tem o belo estranho que ela conhece na floresta. Sem saber que, na verdade, trata-se de um príncipe, não um mero aprendiz do Palácio, Ella finalmente sente que encontrou uma boa alma. Parece que sua sorte está prestes a mudar quando o Palácio envia um convite aberto a todas as donzelas do reino para ir a um baile, aumentando as esperanças de Ella de encontrar novamente o encantador Kit (Richard Madden). Infelizmente, sua madrasta a proíbe de ir ao baile e, impiedosamente, rasga seu vestido. Mas, como em todo bom conto de fadas, surge ajuda, e uma gentil mendiga aparece e – armada com uma abóbora e alguns ratinhos – muda a vida de Cinderela para sempre.

poster-cinderela

Cinderela estreia em 02 de abril de 2015

Na Tela
68 Comentários

Apesar de amar desenho e animação, se tem uma coisa que eu sempre torci o nariz foram filmes com temática “infantil” e de fantasia. Mesmo filmes da Disney geralmente não me apetecem, com raras exceções tipo “Piratas do Caribe” ou “Malévola” que foram pra um lado um pouco mais sombrio. Então em 2011, quando começou o seriado “Once Upon a Time“, com personagens de contos de fada no mundo real, eu imaginei que era uma história bem boba e nem tentei assistir. (boba tipo o filme “Espelho, Espelho Meu”, da Branca de Neve da Lily Collins, sabe? Vocês viram esse? Morro com tamanha bobeira aff)

Mas aí, num momento de falta de seriado nesse ano, minha irmã me convenceu a dar uma chance a “Once Upon a Time“. E mesmo que dê muita preguiça pegar um seriado que já tá com algumas temporadas encaminhadas, valeu tanto MAS TANTO a pena, que hoje tou aqui escrevendo esse post pra vocês. Aliás, esse apelo. Você menino/menina lindos, que também gostam de contos de fada e de Disney. Não dá pra perder, o seriado é muito legal!

Resumindo o começo da história: Os personagens que a gente conhece dos contos de fada vieram parar no nosso mundo ~real~ devido à uma maldição da Rainha Má. E aí, cada episódio mistura um pouco de mundo real com flashback e vai contando como a história chegou naquele ponto.

A 4ª temporada acaba de estrear e com algumas “maratonas” você consegue alcançar os episódios atuais!

1ª Temporada

1ª temporada

3 motivos pra começar a assistir

1. Na minha opinião, o que faz ser tão legal é a mistura entre as histórias. Existem umas sacadas GENIAIS na mistura de personagens e até umas ~ousadias~, de um mesmo personagem representar outro personagem, ou de uma personagem ser parente de outra. E mesmo se você é cricri (tipo eu!) eu juro, não vai ficar incomodado com a distorção das histórias, porque fica tudo tão legal, que você ama o resultado. Não posso citar exemplos pra não soltar spoilers, mas são coisas que vão te fazer vibrar quando você descobre ou suspeita, é como se os episódios fossem quebra-cabeças que ligam todos os contos.

2. Pra amar mais ainda, se os mocinhos Branca e Encantado são uns sem graça, os vilões são sensacionais. Pode se preparar pra se apaixonar pela Rainha Má, pelo Rumpelstiltskin e em temporadas futuras, pelo maravilhosíssimo Capitão Gancho. EVIL ROX!

3. E se ainda falta um empurraozinho pra começar, vale saber, “Once Upon a Time” é do canal ABC, que por sua vez é da Disney. A 4ª temporada trouxe ninguém mais ninguém menos que as irmãs de “Frozen“, ~oficialmente~, com Elsa de vestido azul gelando geral, com Kristoff fazendo voz de rena pra dublar Sven, com monstro gigante de neve tocando terror e tudo mais…

4ª temporada

4ª temporada

Eu acho que o jeito mais fácil de assistir é pelo Netflix, que tem as 3 temporadas dubladas e legendadas (você paga menos de R$20 por mês e assina pelo acesso de vários seriados e filmes, não tem muito lançamento quente mas sempre tem coisa legal). No começo eu colocava no iPad e assistia nele mesmo, mas agora o Dani colocou uma TV no quarto, daí eu uso o Google Chromecast e assisto nela! É um dispositivo que deixa você colocar o conteúdo do seu celular/tablet/laptop na TV, então fico vendo seriado e vídeo de YouTube. Quem tem SmartTV consegue ver Netflix direto sem precisar desse processo, mas eu só tenho na sala e gosto de ver seriado da cama! ♥

netflix-google

iPad com Netflix + Google Chromecast pra ver OUAT no quarto

Na Tela
17 Comentários

Depois de todo o mundo de gelo construído em “Frozen”, a Disney resolveu ir aos extremos! Sua nova criação, “Moana”, se passará nas ilhas da Polinésia, com muito sol e calor. A história do novo filme se passa há 2000 anos atrás, onde Moana Waialiki, uma amante de viagens marítimas, precisa embarcar numa viagem épica para ajudar sua família – no filme ainda teremos semi-deuses e espíritos baseados na mitologia local! A estreia é prevista apenas para 2018, mas já houve uma imagem vazada e depois desmentida pela Disney (mesma coisa que aconteceu em “Frozen”, então acreditamos ser verdadeira), onde podemos ver a personagem principal e um pouco do lugar!

disney-moana-002

Continue Lendo >>

Página 1 de 701234567