Beleza
50 Comentários

Falta pouco mais de 2 semanas para o Dia dos Namorados e acho que dar e ganhar perfume é sempre uma boa ideia! Testei algumas novidades de marcas mega variadas, e queria deixar a sugestão pra vocês (se vocês preferirem eu mando aquele email anônimo básico direto pro boy, já com suas preferências! kkkk).

São 13 perfumes em diferentes estilos, todos testados e ~cheirados~ pra um relatório completo com família olfativa, notas, tipo de fragrância e até a sugestão de momento de uso… E se nada fizer sentido pra você, acesse o post Guia do perfume!

perfumes-review

O que vale saber: a parte um pouco mais opinativa do texto quer dizer: absolutamente NADA. Meu gosto pra perfume pode ser igual ou diferente do seu, a coisa mais comum é eu odiar uma fragrância que alguma amiga ama e vice-versa. E tá tudo bem, faz parte! Mesmo se a gente tiver gostos completamente diferentes, você pelo post ainda consegue ter uma ideia dos perfumes que vai gostar.

Vamos lá… Aos perfumes!

Amor Amor In A Flash – Cacharel

Tipo: eau de toilette | Família: frutal e gourmet | Para usar: dia e noite, frio | Compre online por R$199
Notas: ↑ maçã, damasco e tangerina + ♥ jasmim e canela + ↓ sândalo, caramelo e baunilha

Por alguns anos o Amor Amor original foi meu perfume favorito, acho que eu tava na fase de deixar os cheiros mais ~mansinhos~ da adolescência pra algo mais sexy e com personalidade. Hoje em dia eu andava um pouco enjoada dele, mas amei a nova versão. Esse perfume é doce sem ser enjoativo, e se destacam muito os cheirinhos da canela e do caramelo.

perfume-review-amor-amor-cacharel-in-a-flash

Dia – Marina Smith

Tipo: eau de parfum | Família: frutal | Para usar: dia, calor | Compre online por R$69
Notas: ↑ romã, maracujá, manga e abacaxi + ♥ papaia, iris, lírio e goiaba branca + fresia, pêssego e musk branco

Depois de iniciar sua linha de cosméticos, a amiga Marina Smith agora lança duas fragrâncias: Dia e Noite. Ela me presenteou com o Dia e acertou que eu ia gostar, logo no primeiro momento do perfume vem manga e maracujá, que são duas das minhas frutas favoritas em cheiro e sabor.

perfume-review-marina-smith-dia Continue Lendo >>

Geral
18 Comentários

Tenho como meta tentar sempre assistir a um musical da Broadway quando viajo. É uma produção tão rica, quando penso no tanto de gente envolvida dando aquele show ao vivo pra você, fico emocionada! Em São Paulo ainda são poucas as produções que chegam…

Nessa ida pra Nova York, como o Dani não gosta de teatro, eu nem estava planejando nada. Mas cheguei lá e dei de cara com o letreiro de “Aladdin“! É meu desenho favorito da Disney e quem acompanha o blog sabe que eu já tinha até falado do musical aqui. Eu não achei que já ia estar passando!!!  Foi meio difícil, mas consegui comprar um ingresso e fui ver (sozinha mesmo!)! Aaaaii que alegria e que honra, né?! Hihihi Como sempre, valeu demais.  

aladdin-musical-004

Sobre o musical, vocês já imaginaram a complexidade de levar “Aladdin” pra uma apresentação ao vivo?! O Aladdin é um cara que anda por aí com um tapete encantado, um macaco cheio de personalidade e um gênio da lâmpada que faz mágicas a todo segundo. Então o enredo obriga a peça a fazer muitas adaptações, que são solucionadas com algumas mudanças que funcionam e outras que decepcionam um pouco. Não digo que estraga a peça, é tudo maravilhoso! Mas se você pára pra pensar na genialidade das adaptações de “O Rei Leão” pro palco, algo que parecia tão mais impossível, você certamente classifica “Aladdin” como uma montagem inferior.

aladdin-musical-005

Disney Aladdin – The Musical 

 aladdinthemusical.com

Pontos fortes

Aladdin: Adam Jacobs é perfeito como Aladdin! Da voz aos trejeitos… a cada sorriso você se derrete mais um pouco.
 Canção extra: A canção “Proud of Your Boy” foi excluída do filme mas recolocada na peça. É um momento dramático onde o Aladdin se refere à sua falecida mãe e que traz uma boa dose de emoção à história.
 Gênio: É impossível trazer pro palco o Gênio do filme, que é um personagem que abusa do recurso “magia”. O problema foi super bem resolvido pelo Gênio empolgado e ~divônico~ (kkk) feito pelo talentoso James Monroe Iglehart. Espere até a parte em que ele canta outros trechos de trilhas Disney. A plateia vibra!
 Muito brilhooooo: Haja cristal Swarovski brilhando pra todo lado, as roupas dos personagem são super ricas e o efeito com as luzes do palco é incrível. (menos Al que é pobrinho rs)

aladdin-musical-003

Pontos fracos

Jasmine: Não chega a incomodar, mas é um pouco decepcionante ver a Jasmine cantar no musical. Courtney Reed é linda, mas ela ~personaliza~ muito seus trechos, muda as entonações e tem uma voz diferente da voz “emburradinha” do desenho. Então quando chega a vez de “A Whole New World” você não consegue acompanhar…
 Amigos do Aladdin: Uma improvisação que não funciona tão bem como o “novo” Gênio criado, são as substituições de Tapete e do macaco Abu. Na peça, ao invés deles, Aladdin ganha 3 amigos (humanos) que o acompanham no mercado, quando ele vira Principe Ali e ainda o salvam quando ele é capturado por Jafar. É meio esquisito, sabe?! Não dá pra se apegar a eles!
 Personagens: Esqueça Tapete, Abu, Iago e Rajah, o único que está na peça é Iago, em forma humana. O ator é perfeito, mas os “mascotes” fazem muita falta.
 Climax: O climax da história é o momento em que o Jafar vira uma serpente e um gênio gigantes. No palco você quase nem percebe essa hora, não rola tensão! Eles fazem tudo rápido demais e sem a grandiosidade assustadora do Jafar. Foi bem frustrante e sem graça!

aladdin-musical-002

Leitura
14 Comentários

Quando comecei a escrever esse post me lembrei que não falei aqui do último livro da Sophie Kinsella que li. Ela é uma das minhas autoras favoritas, faz chick-lits divertidos e românticos, sempre com protagonistas doidas, dessas que realizam as maluquices nas quais a gente só pensa. Mas enfim, antes desse livro do post, li “Fiquei com Seu Número” e a pior parte de não escrever aqui sobre ele, é que já não lembro mais o quanto gostei. Não sei se minha memória é apenas muito ruim ou se fiquei completamente dependente do blog pra essas coisas. Quando não falo de um filme ou livro, geralmente esqueço o que senti! :(

Mas voltando ao livro do post… Eu nem sabia que esse livro tinha sido lançado em dezembro! Não o vi nas prateleiras de lançamento das livrarias. Acabei descobrindo por acaso justamente por causa da leitura via iPad que falei no último post. Fui comprar um novo eBook e o site me sugeriu esse! Li em 2 dias! :D

O Chamado do CucoA Lua de Mel (Wedding Night)  - Sophie Kinsella
 Literatura Internacional, Romance
 sophiekinsella.co.uk
 Compre o livro por R$29,90

Sinopse

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.

Comentários

Dessa vez a gente não tem uma, mas duas doidas divertidas! Cada capítulo é contado por uma das irmãs, Lottie e Fliss e eu não consegui deixar de pensar em Anna e Elsa por causa das personalidades. Não é uma história revolucionária, você já consegue imaginar um pouco do que vai acontecer, mas mesmo assim é divertido imaginar as situações insanas e você se pega torcendo pelas meninas.  É um livro engraçado e leve, mas com algumas reflexões sobre o direito de outra pessoa se meter na nossa vida, ou o direito de errar nas próprias escolhas.

Não posso deixar de dizer que estou com apertinho no coração por não ter o livro em papel junto com os outros da autora. :{


Eu já tinha mostrado esse jogo aqui quando ele foi anunciado e agora tive a chance de jogar (e terminar!). Foi meu presente de Natal do Dani! :)

left-4-dead001-Super Mario 3D World 
 Cooperativo
 supermario3dworld.nintendo.com
 Compre o jogo

Sinopse

Trabalhe em conjunto com seus amigos ou dispute a coroa no primeiro jogo multijogador do Mario em 3D para o console Wii U. No jogo Super Mario 3D World, os jogadores podem assumir o papel de Mario, Luigi, Princess Peach ou Toad. Cada personagem tem habilidades e estilos de jogo únicos.  A nova transformação em gato permite que os jogadores corram em quatro patas, pulem com as unhas nos inimigos, ataquem no ar e usem suas garras para subir em paredes e mastros. Explore ambientes coloridos em 3D cheios de obstáculos e dispositivos como canos transparentes e esteiras rolantes verticais, que adicionam novos obstáculos.

Pontos fortes

 Sino: Item novo que faz os personagens vestirem uma roupa de gatinho MUITO FOFA e que tem vantagens como correr mais, subir paredes e dar patadas nos inimigos. Espere até o momento em que o Bowser usa o sino!! AFF <3
 Imagem HD e áudio: Os gráficos são lindos e o estilo praticamente infantil ficou delicioso com a alta resolução do jogo. E as músicas orquestradas também são demais, misturam trilhas clássicas com coisas mais novas no estilo de Mario Galaxy.
 Multiplayer: São duas maneiras bem diferentes de jogar, você sozinho em busca das estrelas e você com mais 3 amigos, num jogo ZOEIRA e atrapalhado onde um empurra o outro sem querer. Ambos jogos são legais!

Pontos fracos

 Dificuldade: O jogo alterna entre fases absolutamente fáceis e outras que  irritam por exigir muita precisão (geralmente em pulos). Não conseguir pegar uma estrela ou outra tudo bem, mas quando não consigo terminar a fase por causa de algum desafio específico de pular algo, depois da sexta tentativa o controle já foi jogado pela janela kkk Mas como disse, tem muitas fases fáceis, é um jogo relativamente rápido de se terminar.

super-mario-3-d02

super-mario-3-d

Leitura
71 Comentários

Uma das minhas resoluções pra 2014 é “ler mais”. No ano passado fiquei muito viciadinha no iPad Mini (leia: comparando o iPad e o iPad Mini) e acabava deixando os livros na cabeceira. O resultado é que li muito pouco em 2013 (mas joguei joguinho que foi uma beleza! eta lelê! kkkk).

Ao invés de insistir em um dos livros em que estava presa durante meses (em determinado momento, tentava ler 4 livros simultaneamente, e por isso, não acompanhava nenhum), resolvi começar um novo em janeiro. “O Chamado do Cuco“. A história é um mistério policial que a J.K. Rowling escreveu sob nome falso pra não gerar expectativas por causa de Harry Potter. Um dos livros no qual eu estava travada era também dela, o “Morte Súbita“, mas este, desde o início estava difícil de fluir, diferente do ~cuco~, que vai bem até a metade, quando você começa a devorar!

O Chamado do Cuco O Chamado do Cuco (The Cuckoo’s Calling)  - Robert Galbraith (pseudônimo de J.K. Rowling)
 Literatura Internacional, Policial
 Robert-galbraith.com e Rocco.com.br/ochamadodocuco/
 Compre o livro por R$29,90

Sinopse

Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega.

Um emocionante mistério na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho.

Comentários

O livro é repleto de personagens interessantes e é uma delícia ficar tentando adivinhar qual deles seria o culpado pela morte da top model Lula Landry. Todos têm seus motivos e falam mal uns dos outros, então a cada hora você muda de ideia. Outra coisa bacana é o cenário da trama, que é o mundo da fama, com rappers, modelos, drogas, paparazzis e tabloides mentirosos.

Tem muitos elementos que ficaram sobrando na história, como a vida pessoa de Robin, a secretária de Strike, ou mesmo sua ex-noiva. De qualquer forma, a autora já escreveu a sequência onde acredito que possa abordar mais essas coisas.

livro-o-chamado-do-cuco-lia

Ontem de noite ainda estava na metade do livro quando postei uma foto no Instagram que gerou um debate sobre meu “vilão” iPad e sobre o Kindle (dispositivo pra ler ebooks). Algumas leitoras defenderam que estão lendo mais agora que abandonaram o papel e compraram um Kindle ou que estão usando o app com o mesmo nome para o iPad. Resolvi fazer o teste, baixei o app e li o restante do livro na versão digital e quer saber? Foi tudo muito bem! Sem o perrengue de segurar um livro pesado (sempre deito de barriga pra cima e derrubo o livro na minha própria cara) e sem ter que ficar virando páginas. Eu uso no iPad uma película que acredito que ajuda a aliviar a claridade da tela, portanto meus olhos não reclamaram. Claro que foi só metade de um livro, mas vou  tentar ler meu 2º do ano em formato ebook também! Depois conto mais como estou me saindo.

Sim,  é uma delícia comprar um livro novo, cheio de páginas e com uma capa bem linda, mas a versão digital é mais barata e não ocupa espaço na prateleira. Missão desapego! Alguém mais aí já aderiu, ou tentou e voltou atrás?

 Na tag análise você encontra análises de outros livros, filmes, seriados e até musicais! justlia.com.br/tag/analise/

Página 1 de 512345