Na Tela
25 Comentários

Acho que qualquer mulher sonha em manter a juventude pra sempre, não precisar se preocupar com cabelos brancos, rugas, flacidez, mudança no metabolismo… Por mais que os procedimentos estéticos e cosméticos evoluam, não dá pra parar o tempo.

posteres-adaline

Adaline teve uma vida normal até os 29 anos, quando sofreu um acidente que deixou ela com essa aparência pra sempre. Parece maravilhoso, mas imagine as consequências disso, quando você tem amigos e familiares que sofrem os efeitos normais do tempo!? Hoje estreia nos cinemas “A Incrível História de Adaline“, com Blake Lively mostrando como seria congelar o tempo da sua aparência.

Apesar de imaginar que algumas lágrimas vão vir (ao som de Lana Del Rey), quem adora moda e beleza vai achar delicioso ver a mesma mulher passando por diferentes décadas e suas estéticas, já que ela nasceu em 1908 e tem 107 anos. Os figurinos de Adaline prometem!

Trailer

A Incrível História de Adaline (The Age of Adaline)
 Drama, Romance
 aincrivelhistoriadeadaline.com.br

Sinopse: Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu em 1908. Ela tinha uma vida normal, marido, uma filha, até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, o tempo, milagrosamente, parou para Adaline, e ela fica indefinidamente com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.

Enquanto isso, Blake Lively deve ter batido algum recorde com suas aparições pra divulgar “A Incrível História de Adaline”. Nunca vi uma celebridade desfilar tantos looks diferentes em um promo tour, que são as aparições ligadas à divulgação do filme. Vestidos, casacos e sandálias lindos, dá vontade de xeretar o closet dela inteirinho!

blake-lively-adaline-006

blake-lively-adaline-002

blake-lively-adaline-003

blake-lively-adaline-004

blake-lively-adaline-001

blake-lively-adaline-005

Qual seu look favorito? Amo esse penúltimo vestido branco coberto de flores bordadas e já desejo uma meia-calça com estrelas…

Adaline estreia hoje (21/05/2015) nos cinemas. Veja também o facebook e o instagram do filme.

Na Tela
28 Comentários

Eu entendo que releituras e regravações as vezes são a melhor forma de apresentar algo bom (talvez um pouco defasado) a um novo público. Mas ao mesmo tempo, é o jeito mais fácil de ofender um fã. Quando você é fã de uma música, um filme, um desenho, um game, um livro… e alguém pega aquilo e faz uma versão ruim, é revoltante.

Nesse ano vão ter 2 remakes que mexem comigo: a refilmagem de “Poltergeist” e a releitura em filme do desenho “Jem e as Hologramas”. O primeiro é um clássico do terror dos anos 80, ~apenas~ meu filme favorito DA VIDA TODA. O segundo, era um dos meus desenhos favoritos da infância, eu já tive até site dedicado à ele.

Poltergeist

Talvez eu esteja sendo inocente, mas não acho que o original já passou da validade. Os efeitos são toscos pra tecnologia de hoje? Sim… Mas a história é tão assustadora, os atores tão fantásticos, que acho que podia passar mais uns anos sem esse remake. Me dá arrepios até hoje!

Quando o remake foi anunciado eu fiquei com muito medo que estragassem tudo, porque o Sam Rockwell (ator que faz o pai da família) deu uma entrevista dizendo que seria “uma aventura infantil e não um filme assustador”. E desde que o trailer saiu só consigo pensar que ele na verdade estava zoando a entrevistadora.

Fiquei muito feliz com o trailer, parece que eles acertaram o ponto entre recontar a história e respeitar o original. É o mesmo enredo, são os mesmos personagens e conflitos, mas com novos nomes, meio que como se isso fosse uma licença para manter o original intocado. São sutilezas que pra mim soam como respeitosas, tipo o “They are here” da Carol Anne viram “They’re coming” pela Maddie. É a mesma coisa, mas não é! ♥

Estranhei só o papel da médium Tangina sendo feito por um homem, porque ela é uma personagem marcante e muito importante que aparece nos 3 filmes antigos da franquia. Mas a ~nova Carol Anne~ tá tão fofura com esse bochechão, que dá pra relevar o resto. A menininha do original morreu no meio das gravações do 3° filme, tem umas histórias meio tensas por trás. :(

O remake tem data de estreia prevista pra 22 de maio, vai ter versão 3D nos cinemas e tem produção de Sam Reimi (de “O Grito”, “Arraste-me para o Inferno” e “Possessão”). Vou estar na porta do cinema no dia da estreia, não quero perder!

Cena do original

Cena do original

Cena do remake

Cena do remake

poster-poltergeist

Jem e as Hologramas

E se o assunto acima deixou meu coração de fã mais tranquilo, o trailer liberado ontem do filme da Jem, despedaçou ele todinho.

Eu fiquei animada quando foi anunciado que nesse ano sairia um filme por pouco tempo, porque logo o diretor deu a entender que não seria um filme para os fãs do desenho, mas sim um filme pros adolescentes de hoje em dia, que não conhecem a franquia. Mesmo assim nada explica o horror que foi assistir ao trailer e ver que mudaram tanto a história, que não sobrou nem o principal, que era o computador holográfico QUE DÁ O NOME AO DESENHO!

“Jem e as Hologramas” o nome da banda da Jem, porque ela tinha um computador que fazia hologramas que transformava ela e suas amigas comuns do orfanato em pop stars fashionistas e coloridas. Esse é só um dos ~detalhes~ que foi deixado de lado no novo enredo.

Os conflitos mais recorrentes no desenho eram a concorrência com a banda de “vilãs” As Desajustadas, que aparentemente não vai existir no filme. Outra parte importante, era a disputa da paixão do mocinho Rio por Jerrica e seu alter ego Jem, que ele não sabia que eram a mesma pessoa. Enquanto isso no filme ele não só sabe, como é quem aconselha a cantora. OI?!

Quer dizer, não sobrou NADA além de uma menina de cabelo cor de rosa em cima do palco. Nem mesmo as músicas fantásticas do desenho parecem estar no filme… WTF essa trilha de “One Direction”??? As músicas de “Jem e as Hologramas” eram o diferencial de outros desenhos, era música pop boa que cola. {Meu nome é Jem | E não há ninguém |Igual a Jeeeeeeeem}

O filme tem estreia prevista pra 23 de outubro e é dirigido por Jon M. Chu (que fez o filme do Justin Biber.. kkk). Não só não quero ver, como já fiz a fã-loka e fui xingar muito o filme no perfil do diretor do Instagram e na página do trailer! auehuheuahe

Cena do original

Cena do original

Cena do filme

Cena do filme

poster-jem

Na Tela
7 Comentários

Desde 2006 Disney e Pixar lançam juntas um filme por ano. Mas em 2014, por problemas com a produção, ficamos sem novidades… O lado bom é que em 2015 teremos dobradinha de animação com “Divertida Mente” e “The Good Dinosaur“. As primeiras imagens e o enredo dos filmes já foram divulgados e dá pra gente ter uma ideia do que vêm por aí!

Divertida Mente (Inside Out)

O longa “Divertida Mente” traz Riley, uma menina de 11 anos, que é obrigada a mudar pro outro lado do país com sua família. O foco da história acontece na sua mente, onde suas emoções – os personagens Alegria, Tristeza, Nojinho, Raiva e Medo – vão ter que se adaptar a mudança. Ainda são poucas as informações, mas a estreia é prevista pra junho de 2015, então logo descobriremos mais sobre o filme.

insideout-divertidamente-0002

O primeiro teaser trailer do filme já saiu! Ele mostra uma introdução com vários filmes incríveis da Disney + Pixar em partes emotivas e no final mostra um pouquinho de “Divertida Mente“.


Continue Lendo >>

Na Tela
25 Comentários

cinderela-o-filme

Depois de algumas releituras diferentes de “Branca de Neve” e “Bela Adormecida“, hora de uma versão bem clássica homenageando a história de “Cinderela” de Charles Perrault. O filme está sendo produzido pela Disney e estreia no ano que vem, com a inglesa Lily James (de “Downton Abbey”) no papel da gata borralheira e as musas Cate BlanchettHelena Bonham-Carter como madrasta e madrinha, respectivamente.

Quando foi anunciado, esperei algo ~mais bobo~ e infantil (amo Disney, mas confesso que sempre subestimo os filmes com pessoas ~reais~), mas pelo trailer fiquei muito animada pra assistir! Quer dizer, Cinderela está entre as últimas das minhas histórias de princesa favoritas, mas a versão live-action do filme está tão bonita e rica! Com figurinos de época, cenários suntuosos, uns takes amplos e efeitos especiais literalmente mágicos. Fora que Cate Blanchett maravilhosa aparecendo na tela impõe respeito em qualquer filme! kkk Comprando pipoca em 3..2..1..

Sinopse: A história de Cinderela segue a vida da jovem Ella, cujo pai comerciante casa novamente depois que fica viúvo de sua mãe. Ansiosa para apoiar o adorado pai, Ella recebe bem a madrasta e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família. Mas quando o pai de Ella falece inesperadamente, ela se vê à mercê de uma nova família cruel e invejosa. Relegada à posição de empregada da família, a jovem sempre coberta de cinzas, que passou a ser chamada de Cinderela, bem que poderia ter começado a perder a esperança. Mas, apesar da crueldade a que fora submetida, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe e “ter coragem de ser gentil”. Ela não cederá ao desespero nem aos que a maltratam. E depois tem o belo estranho que ela conhece na floresta. Sem saber que, na verdade, trata-se de um príncipe, não um mero aprendiz do Palácio, Ella finalmente sente que encontrou uma boa alma. Parece que sua sorte está prestes a mudar quando o Palácio envia um convite aberto a todas as donzelas do reino para ir a um baile, aumentando as esperanças de Ella de encontrar novamente o encantador Kit (Richard Madden). Infelizmente, sua madrasta a proíbe de ir ao baile e, impiedosamente, rasga seu vestido. Mas, como em todo bom conto de fadas, surge ajuda, e uma gentil mendiga aparece e – armada com uma abóbora e alguns ratinhos – muda a vida de Cinderela para sempre.

poster-cinderela

Cinderela estreia em 02 de abril de 2015

Página 1 de 151234567