Casa
8 Comentários

Tijolos aparentes na decoração dão um clima bastante aconchegante ao ambiente e combinam com vários tipos de decoração – do mais rústico ao mais moderno.

Para deixar os tijolinhos da sua parede em evidência, tenha certeza de que quem fará esse serviço tem bastante habilidade para isso. Além do mais, é preciso lembrar que os tijolos soltam pózinhos e os espaços entre eles podem acumular bastante poeira, então, aplicar regularmente camadas de resina é bastante importante (até para protegê-los também da umidade).

Mas se esse trabalhão todo não é muito a sua praia, um jeito fácil de imitar é aplicando papel de parede. É mais fácil de limpar e de aplicar, já que você pode aplicar sozinha, ou com a ajuda de alguém, na sua casa. E é uma boa opção para quem é alérgica (como eu, hehe)!

A parede de tijolinhos aparente fica linda em qualquer lugar da casa, basta escolher onde você quer deixar mais aconchegante. Ela vai bem no quarto, na sala, na cozinha, no banheiro e até na sala de jantar e home office.

Os tijolinhos brancos estão bastante populares e são mais indicados para cômodos menores. Caso você tenha um espaço bem legal para decorar, vale a pena deixar os tijolos com a cor original. Você pode comprar alguns papeis de parede aqui, aqui, aqui e aqui. Fique atenta ao tamanho de cada folha, compare ao tamanho da parede que você vai utilizar e boa sorte! :)

Na Tela
64 Comentários

Apesar de amar desenho e animação, se tem uma coisa que eu sempre torci o nariz foram filmes com temática “infantil” e de fantasia. Mesmo filmes da Disney geralmente não me apetecem, com raras exceções tipo “Piratas do Caribe” ou “Malévola” que foram pra um lado um pouco mais sombrio. Então em 2011, quando começou o seriado “Once Upon a Time“, com personagens de contos de fada no mundo real, eu imaginei que era uma história bem boba e nem tentei assistir. (boba tipo o filme “Espelho, Espelho Meu”, da Branca de Neve da Lily Collins, sabe? Vocês viram esse? Morro com tamanha bobeira aff)

Mas aí, num momento de falta de seriado nesse ano, minha irmã me convenceu a dar uma chance a “Once Upon a Time“. E mesmo que dê muita preguiça pegar um seriado que já tá com algumas temporadas encaminhadas, valeu tanto MAS TANTO a pena, que hoje tou aqui escrevendo esse post pra vocês. Aliás, esse apelo. Você menino/menina lindos, que também gostam de contos de fada e de Disney. Não dá pra perder, o seriado é muito legal!

Resumindo o começo da história: Os personagens que a gente conhece dos contos de fada vieram parar no nosso mundo ~real~ devido à uma maldição da Rainha Má. E aí, cada episódio mistura um pouco de mundo real com flashback e vai contando como a história chegou naquele ponto.

A 4ª temporada acaba de estrear e com algumas “maratonas” você consegue alcançar os episódios atuais!

1ª Temporada

1ª temporada

3 motivos pra começar a assistir

1. Na minha opinião, o que faz ser tão legal é a mistura entre as histórias. Existem umas sacadas GENIAIS na mistura de personagens e até umas ~ousadias~, de um mesmo personagem representar outro personagem, ou de uma personagem ser parente de outra. E mesmo se você é cricri (tipo eu!) eu juro, não vai ficar incomodado com a distorção das histórias, porque fica tudo tão legal, que você ama o resultado. Não posso citar exemplos pra não soltar spoilers, mas são coisas que vão te fazer vibrar quando você descobre ou suspeita, é como se os episódios fossem quebra-cabeças que ligam todos os contos.

2. Pra amar mais ainda, se os mocinhos Branca e Encantado são uns sem graça, os vilões são sensacionais. Pode se preparar pra se apaixonar pela Rainha Má, pelo Rumpelstiltskin e em temporadas futuras, pelo maravilhosíssimo Capitão Gancho. EVIL ROX!

3. E se ainda falta um empurraozinho pra começar, vale saber, “Once Upon a Time” é do canal ABC, que por sua vez é da Disney. A 4ª temporada trouxe ninguém mais ninguém menos que as irmãs de “Frozen“, ~oficialmente~, com Elsa de vestido azul gelando geral, com Kristoff fazendo voz de rena pra dublar Sven, com monstro gigante de neve tocando terror e tudo mais…

4ª temporada

4ª temporada

Eu acho que o jeito mais fácil de assistir é pelo Netflix, que tem as 3 temporadas dubladas e legendadas (você paga menos de R$20 por mês e assina pelo acesso de vários seriados e filmes, não tem muito lançamento quente mas sempre tem coisa legal). No começo eu colocava no iPad e assistia nele mesmo, mas agora o Dani colocou uma TV no quarto, daí eu uso o Google Chromecast e assisto nela! É um dispositivo que deixa você colocar o conteúdo do seu celular/tablet/laptop na TV, então fico vendo seriado e vídeo de YouTube. Quem tem SmartTV consegue ver Netflix direto sem precisar desse processo, mas eu só tenho na sala e gosto de ver seriado da cama! ♥

netflix-google

iPad com Netflix + Google Chromecast pra ver OUAT no quarto

Por Aí
24 Comentários

Shinjuku é a região administrativa de Tóquio, onde ficam muitas empresas e a gigantesca estação Shinjuku Station, com linhas de trem, metrô e ônibus. Por lá também tem muito entretenimento de noite, como restaurantes, bares, pachinkos (tipo de cassino), entretenimento ~adulto~, casas de shows… Quando fomos pra esse distrito nossa amiga Fran nos levou num Cat Café! Eu tava louca pra ver como era essa história de entrar numa cafeteria cheia de gatinhos!!!

viagem-japao-013

Cruzamento em Shinjuku

viagem-japao-012

Ruazinha com restaurantes em Shinjuku

viagem-japao-014

viagem-japao-015

Japan Robot Restaurant

Robot Restaurant

Lá no Calico você paga por hora de permanência, são 2 andares com gatinhos soltos e você fica a vontade: pode sentar no chão/sofá, ler um livro, cochilar, brincar com eles… Se quiser comer algo ou tomar uma bebida, existe uma salinha reservada (com vidros) pra você entrar e não ter interferência dos gatos enquanto come. Dá pra comprar um potinho com frango cozido desfiado pra atrair os gatinhos e ~fazer amizade~. E também tem um “menu” com fotos e informações de todos os gatos do café, incluindo aviso se houver algum meio bravinho…

Nem todos os prédios em Tóquio aceitam animais de estimação, por isso surgem os Cat e Bunny Cafes. Não é uma coisa ocasional de ir pra conhecer, os japoneses realmente passam lá com frequência e ficam horas interagindo com os gatos ou coelhos.

Eu tava morrendo de saudade dos meus gatinios, então adorei passar o tempo com esses nekos! =^-.-^=♥ Quando voltar pro Japão quero conhecer um bunny cafe!!! (acho que vou ter um treco, quando eu era criança eu sonhava em ter um coelho, sempre achei o bicho mais fofo do universo, nunca peguei um na mão!!!!)

viagem-japao-cat-cafe-014

viagem-japao-cat-cafe-001 Continue Lendo >>

Design
7 Comentários

O Mario Oscar Gabriele é um designer italiano de apenas 20 anos. Fã de Disney, ele está sempre postando desenhos e rascunhos fofos da marca em suas página, mas o que chama mais atenção são as duas séries que ele tem se empenhado atualmente: as heroínas e os vilões. Até agora foram mais de 30 desenhos que trazem as personagens num estilo de retrato, onde temos o busto de cada um olhando para frente, como se fosse uma foto!

A coleção toda é bem fiel aos originais, ele conseguiu manter os traços de cada filme junto com as expressões faciais das personagens. Outro ponto legal é a escolha de algumas heroínas que não costumam aparecer nas ilustrações, como a Capitão Amelie de Planeta do Tesouro (filme bem legal que muitos desconhecem!) e a Marian de Robin Hood. Ainda ilustrando as duas séries, Mario já respondeu que tem interesse de continuar fazendo uma com os heróis da Disney!

Difícil escolher a ilustração mais bonita, né? Qual foi a preferida de vocês?

disney-ilustrações-retratos-heroínas-elsa

Continue Lendo >>

Página 3 de 1,3211234567