Home » O que eles pensam sobre Profissões – parte 3
19 de setembro de 2012 - 13:42
81
Pessoal

O que eles pensam sobre Profissões – parte 3

Já falamos sobre profissões nas últimas duas semanas (aqui e aqui), mas como muitas ficaram de fora, rendeu assunto para mais esse post (semana que vem a gente muda de assunto, tá!). Então selecionei novamente as mais pedidas e aqui está o que eles pensam sobre Profissões – parte 3.

P.S.: Semana que vem teremos um novo colaborador para essa coluna e tenho certeza que vocês vão adorá-lo! ;)

Conheça Eles: Gravataí Merengue, Pedro Mainardes e Cláudio Tarandach.

Veterinária

Gravataí Merengue:
Olá, caras leitoras! Eu gosto de bichos e obviamente acho louvável a profissão que consiste em ajudá-los – ainda que não seja por benevolência, tão-somente, mas por ofício. Aproveito este tópico, no entanto, para fazer uma ressalva àquela turma que não apenas ajuda cães e gatos, mas às vezes parece que não gosta muito das pessoas – a ponto de preferir os bichos etc. Acho exagerado e, de certa forma, ficam claros alguns pontos que poderiam ser discutidos em psicanálise.

Claudio Tarandach:
Adoro animais, me apego muito. Impossível não se apaixonar por uma veterinaria.
.

Pedro Mainardes:
Olá meninas!!! Como estão as leitoras mais lindas, fofas, deliciosas e meigas do mundo? Então, eu sei que vocês gostaram desse tema – PROFISSÕES. Mas acho que não sei mais nem o que falar… Veterinárias são legais. Metade gosta de bichinhos e metade de bichões. As de bichinhos eu gosto, mas detesto quando exageram na dózinha dos gatinhos e cachorrinhos. As de bichões são bacanas, mas são muito raras de encontrar pela cidade. E antes que venham falar que eu não conheço veterinárias de bichos grandes, minha priminha linda que eu amo de paixão é veterinária de vacas. Ela vive rodando pelo interior do Paraná e volta pra Castro. As veterinárias de fazenda, que são as mais raras e as que eu prefiro falar, tendem a ser muito sexys e misteriosas. As de cavalos, então? Nem se fala. Porém, elas são muito duronas!

Designer

Gravataí Merengue:
De interiores? Webdesigner? Designer-designer? Bom, eu acho legal de qualquer jeito – e não sei bem como são as distinções, mas posso  jurar que já vi algumas brigas pela internê acerca disso.

Claudio Tarandach:
Se for uma boa designer, tem um repertório artístico bem diversificado; e geralmente não é só o repertório. Portanto seria uma ótima pessoa pra se conversar sobre este e outros assuntos.

Pedro Mainardes:
Designers, das que eu conheço, e conheço muitas, desde designer de interiores até designers de sobrancelhas são, em sua maioria, mas não todas em absoluto, garotas modernas que gostam de festas alternativas e se vestem como menininhas européias. Elas gostam de Jazz e Rock. Gosto muito delas e de seus vestidinhos com desenhinhos.

Psicóloga / Psicanalista

Gravataí Merengue:
Gosto demais, acho muito foda! Psicanalistas são geralmente mulheres muito inteligentes. Psiquiatria é outra parada, né? Trata-se de uma derivação da medicina, uma especialização – e não sou assim tão fã. Só dou uma dica: JAMAIS digam aos analistas que vocês fazem/farão/fariam/fizeram “terapia”.

Claudio Tarandach:
É uma área pela qual me interesso muito e busco me informar. Acho que não daria certo, a mulher não me aguentaria muito tempo pelo tanto de perguntas que eu faria para conhecer mais sobre psicologia/ psiquiatria.

Pedro Mainardes:
Não sei por onde começar. Às vezes tenho medo de falar com elas pois elas têm mania de avaliar cada movimento e frase. Provavelmente muitas psicólogas já estão lendo isso e pensando: nossa, que babaca, ele não conhece psicóloga nenhuma. VIRAM? Já está me analisando! Depois elas tendem a responder minhas perguntas me incentivando a pensar as possibilidades: “- Amor, onde você quer jantar hoje? Em casa ou num restaurante?” “O que você acha que eu vou preferir? Você sempre sente que eu possa preferir jantar fora por não me sentir à vontade com nossos sentimentos e por isso não quero ficar em casa?” Detesto isso. Mas, psicólogas bonitas e divertidas são apenas mulheres. E eu amo as mulheres.

Dentista

Gravataí Merengue:
Dá um pouco de medo, eu morro de medo de dentista. Nada contra a profissão, mas acho que me entendem, né?
.

Claudio Tarandach:
Considero uma profissão neutra, nada que me chame muito a atenção positiva ou negativamente.
.

Pedro Mainardes:
Não consigo começar nenhum relacionamento com mentiras. Então, você dentista linda, com sua roupinha branca e sorriso branquinho lindo: EU NÃO PASSO O FIO DENTAL A CADA ESCOVAÇÃO! Pronto. Agora estou aliviado. Dentistas são muito legais. Acho que é uma profissão bem fácil de se relacionar! Ah!!! Queria aproveitar a oportunidade e mandar um beijo pra Dra. Rita, minha dentista e a Suzy, assistente dela, que sempre leem a Tag. E descontam na broca quando eu falo algo que elas não gostem.

Personal Stylist

Gravataí Merengue:
Estou aqui num blog que, entre outras coisas, trata de moda, e no qual muitas vezes eu mesmo falo sobre moda, mas a verdade é que não ligo muito para isso. Na verdade, não ligo nada para isso. Desse modo, embora reconheça que “personal stylist” seja algo necessário em  algumas circunstâncias, não considero algo relevante PARA MIM.

Claudio Tarandach:
Ótima profissão! Nunca mais precisaria me preocupar com a roupa que fosse vestir, minha namorada cuidaria disso, respeitando o meu gosto, claro.
.
Pedro Mainardes:
Mmmm… nunca vi nenhuma ao vivo. Então nem sei o que falar. Mas, se for linda, divertida, inteligente,…. :D “Oi, gata!”
.

Bióloga

Gravataí Merengue:
Outro exemplo com milhares de variações, né? Não quero soar repetitivo, mas é que realmente não sei dizer outra coisa: acho normal. E  me parece uma carreira totalmente voltada à academia ou trabalhos de campo (mas é claro que posso estar totalmente enganado, porque  não sei nada disso).

Claudio Tarandach:
Não entendo muito sobre, mas preferiria a que tem um contato direto com a natureza do que aquela que fica somente em laboratório. Em todo caso, adoraria ouvir sobre o seu trabalho, acho interessante.

Pedro Mainardes:
Um mix de veterinária, dentista, médica, professora, engenheira e mulher. Acertei? Eu odeio insetos. Se ela não for especialista nisso, eu não vejo nenhum problema. A única exigência é ser mulher e ser feliz. Gosto de todas as profissões, menos das vegetarianas xiitas e feministas xiitas. :D Gosto de mulheres realizadas seja lá com o que for. E vocês? O que acham de publicitário e cozinheiro, meninas? Beijos e até semana que vem! ;)

Post Anterior
4 Jeitos de Usar: Camisa jeans
Próximo Post
Genevieve FT
...Comentarios...
81 Comentários

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com
  1. Nayara Sílvia Nunes
    19 de setembro de 2012 - 14:08

    Olá, amooo essa profissão ( Medicina Veterinária ) tenho o sonho de ser desde meus 6 anos.Ajudar, aliviar a dor, dar a vida a eles. Não tem coisa melhor ! Hoje aos 20 anos digo que o sonho só aumenta, estou estudando para entrar na Faculdade. E Com certeza estarei realizada e proteger esses pobres indefesos q alguns humanos tende a maltrata-los tanto :)

    • Isabella Garcia
      07 de fevereiro de 2013 - 17:40

      Ah que lindo *-* você tem o mesmo sonho que eu , sonho em poder ajuda-los desde quando perdi meu cachorro que amava muito , alguns familiares dizem que essa profissão não ‘da’ dinheiro , mais eu não ligo , tenho certeza de quando a gente faz alguma coisa que ama mesmo , a gente se esquece ate do salario ! Boa sorte pra você !

  2. Anne
    19 de setembro de 2012 - 14:08

    Lia, eu não acredito, que você não pôs jornalista. :C

  3. Carol
    19 de setembro de 2012 - 14:25

    ta faltando chef de cozinha :/

  4. Priscila Oliveira
    19 de setembro de 2012 - 14:48

    Lia, na próxima coloca secretaria executiva, quero saber oq eles pensam
    :*

  5. Fran
    19 de setembro de 2012 - 14:49

    Gentee e oque pensam sobre as Relações Públicas rsrs

  6. Dri
    19 de setembro de 2012 - 14:52

    quero a opinião sobre relações internacionais (:

  7. Jéssica
    19 de setembro de 2012 - 14:54

    Adorei! Já fiz dois anos de Letras pra ser professora e desisti, ano que vem vou fazer jornalismo e futuramente quero fazer psicologia! É muito legal saber o que os meninos acham das nossas profissões!
    Pedro: Adoro publicitários! São em sua maioria criativos e tem ideias geniais!

    ps: o que aconteceu com o Lelu? =/

  8. Ana Simon
    19 de setembro de 2012 - 15:04

    Queria saber o que eles pensam sobre comissárias de bordo :D
    bjs

  9. Natasha
    19 de setembro de 2012 - 15:11

    Adorei que dessa vez os meninos falaram das psicólogas!
    Hahaha nem pensei que o Pedro

  10. kammy
    19 de setembro de 2012 - 15:12

    adorei
    os meninos são um sarro kkkk

    Mil Beijinhos
    Kammy
    http://www.ComerBlogarAmar.com.br

  11. Monique
    19 de setembro de 2012 - 15:12

    Ainda bem que o Lelu, o inconveniente, não comenta mais!!!

  12. Anne
    19 de setembro de 2012 - 15:12

    A maioria deve ter gostado desse tema por causa das respostas ‘menos polêmicas’ em relação aos outros. Vira e mexe acontece alguns atritos, em vez de levarem para o lado sadio e bem-humorado acabam interpretando como algo pessoal.
    Eu particularmente adoro essas diferenças dos dois universos, por isso me divirto com as opiniões deles ^^

  13. Bianca Fernandes
    19 de setembro de 2012 - 15:13

    Química, por favor!
    ou algo na área de cosméticos ;)
    Bjosss

  14. Thais
    19 de setembro de 2012 - 15:15

    Profissonais de Marketing no próximo ein ♥-♥

  15. maria carolina
    19 de setembro de 2012 - 15:18

    POXA POXA POXA! não colocou ENFERMAGEM hein! é ensino superior não um tecnico.

  16. Aline Macedo
    19 de setembro de 2012 - 15:19

    Que liindo!! finalmente tem algo com uma opiniao (ou nao) sobre bióloga..hahaha
    beijos!

  17. Bianca
    19 de setembro de 2012 - 15:31

    Designer de sobrancelhas: depois dessa, credibilidade zero.

  18. Nanda
    19 de setembro de 2012 - 15:32

    Nem e’ só homem que vê psicologo e acha que ta analisando tudo, quando, na grande maioria das vezes, eu mesma estou pensando no que vou fazer amanha, ou mais tarde. Eh engraçado isso.

  19. Justini
    19 de setembro de 2012 - 15:46

    Próxima vez poe técnica em edificações!!

    Beeeijos ;**

  20. Catarina Narde
    19 de setembro de 2012 - 16:10

    é assim gostei bastante das profissões e tudo, mas ja deu néh?! pq nao colocar comportamento das mulheres tipo periguete, santinha, mandona ahhaah iria ser engraçado ou então oq eles pensam sobre a moda masculina se usariam ou nao, acho q daria certo (:

  21. Nívea
    19 de setembro de 2012 - 17:13

    Sou bióloga,de laboratório…pra falar a verdade especialista em bactérias!Sei que soa estranho à primeira vista,mas é bem interessante.Mas aproveito o fato de ter estudado muitas outras coisas também em passeios ao ar livre,na praia e tudo mais.Mas o melhor disso é que a maioria das biólogas não são frescas….não temos nojinho de sangue,secreções ou de bichos estranhos!

  22. ingrid
    19 de setembro de 2012 - 17:16

    que preconceito com as dentistas!!! haahhahaha
    e o medo com certeza não é de nós, mas dos barulhos dos aparelhos!!

    E não, não vamos cobrar se você não passa fio dental (só às vezes hahaha)

    Ótimo post!
    Beijo.

  23. Bárbara
    19 de setembro de 2012 - 17:43

    Acho que namorar bióloga de campo não é pra qualquer um: O cara tem que amar muito pra não se importar quando ela volta de coleta toda arranhada, cheia de picadas de mosquito, com o cabelo uó e às vezes, de brinde, algum carrapato… Kkkkkkkkkkkkk

  24. Ingrid Braga
    19 de setembro de 2012 - 17:46

    Nada a ver oq o Pedro Falou sobre psicologas. Nós não ficamos o tempo todo analisando os outros, as pessoas que ficam cheio de dedo quando falamos que somos psicologas. Já acha que tudo que dizer esta sendo analisado e que vamos receitar tratamento de choque.

  25. Leh
    19 de setembro de 2012 - 18:05

    Que mancada, esqueceram de arquitetura de novo, e um monte de gente pediu no outro post :(

  26. janaina
    19 de setembro de 2012 - 18:24

    Olha sinceramente dizer que sou Psico sempre assusta, engano de quem pensa que vivemos analisando, muitas vezes o sentimento toma o lugar das teorias
    !

  27. Florence
    19 de setembro de 2012 - 18:50

    Leh em 19 de setembro de 2012 às 18:05 disse:

    Que mancada, esqueceram de arquitetura de novo, e um monte de gente pediu no outro post :(

    Pois é. A gente pediu tanto! Poxa!!!

  28. Jake
    19 de setembro de 2012 - 19:29

    gostei q lembraram da biologa, e realmente Pedro Mainardes, é um mix de tudo isso!!
    não tenho uma opinião formada sobre publicitários, mais sobre cozinheiros.. imagina a maravilha de ver seu homem comandando tudo na cozinha por vc? tudo de bom kkkkkk

  29. Liza
    19 de setembro de 2012 - 19:37

    E quanto às diplomatas? Queria saber o que pensam os homens sobre um relacionamento com uma mulher que precisa estar constantemente mudando de país. O machismo rola muito nesse ponto de largar a profissão para acompanhar a mulher, mesmo que esta tenha um salário maior e um emprego mais estável.

  30. Débora
    19 de setembro de 2012 - 20:11

    Nunca se lembram das geólogas :(

  31. Tainara
    19 de setembro de 2012 - 20:49

    Nossa há tantas profissoes q esse post vai render!

  32. Vivi
    19 de setembro de 2012 - 20:52

    Sou estudante de Psicologia. E olha, acho que quem não é da área romantiza as coisas. Eu também não olho pra pessoa e já começo a analisá-la, mesmo porque se fosse assim clinicar seria facílimo, porque só de ver a pessoa você já começaria a tirar conclusões sobre o comportamento dela. Em resumo, “avaliar” (avaliar direito, eu digo) é algo impossível de se fazer a cada movimento, justamente o que o Pedro teme, hahaha.
    Gravata, foge totalmente ao contexto, mas porque você não é “assim tão fã”? Te pergunto porque existe um preconceito com psiquiatras de modo geral, mesmo entre as pessoas do meu curso.

  33. Dani
    19 de setembro de 2012 - 20:57

    Eu faço medicina e pretendo me especializar em psiquiatria. E sim, analiso muito as pessoas, mas é muito raro eu falar para elas o que eu analisei…

  34. Ju
    19 de setembro de 2012 - 22:01

    E as comissárias de voo nada né? rsrsrs
    Em todas essas profissões já citadas as moças tem uma vida ‘normal’, ela vai e volta pra casa no mesmo dia, muitas vezes tem uma convivência grande com a família, com amigos, o que as diferencia é só a área de estudo. Queria saber o que eles pensam das aeromoças, pois elas não tem uma vida como qualquer outra mulher, elas passam parte do mês fora de casa, se abstendo de vida social, longe da família, dos amigos, seria interessante saber se os meninos namorariam uma moça com tantas restrições. mas ok, deixa pra próxima ..

  35. Fernanda
    19 de setembro de 2012 - 22:04

    Faço Psicologia e escolhi pela Abordagem Psicanalítica na minha formação. E é como converso com outras colegas da área… sim, temos um olhar diferente sobre pessoas/fenômenos, afinal, estudamos isso. Mas quem é da área Psi vai entender que nós não passamos 24hrs respirando Psicologia, analisando pessoas, pois seria muito cansativo, como qualquer outra profissão, hahaha. E o principal, somos mulheres, isso que importa. E mulher é mulher, sendo Psicóloga ou não!!!

  36. Paula Carolina
    19 de setembro de 2012 - 22:48

    Não sei pq não tem minha profissão que é Bibliotecária!!! uiahsiauhs

  37. Ana
    19 de setembro de 2012 - 23:03

    “Um mix de veterinária, dentista, médica, professora, engenheira e mulher”

    Como estudante de biologia digo apenas que: Pedro, tu é um fofo!

  38. Juliana Kelvin
    19 de setembro de 2012 - 23:24

    E as Químicas?? Poderia ter né?

  39. Maaki
    20 de setembro de 2012 - 00:17

    queeeria saber o que eles pensam sobre gastronomia! (: estudo essa profissão e tive curiosidade de saber o que os meninos pensam!

  40. Anita
    20 de setembro de 2012 - 00:29

    Faltou enfermagem :(

  41. Camila Democh
    20 de setembro de 2012 - 01:26

    Eu ainda acho que nutricionista deveria estar ai…acho! hahaha

  42. Ray
    20 de setembro de 2012 - 04:02

    “Eu odeio insetos”. Ihh meninas prestem atenção: o Pedro não vai matar baratas em casa, ein! Hahaha!

    Meu namorado também odeia e já estou internalizando que quem vai ter que se livrar desses bichinhos resistentes a bombas atômicas sou eu, na base do grito, claro, mas acho que tenho menos medo que ele nesse aspecto…

    Quanto às profissões não acho que influenciem diretamente em um relacionamento, mas, por exemplo, quando a profissão dos dois é a mesma (meu caso) pode ajudar bastante no entrosamento do casal, já que quando um estiver falando do trabalho o outro pode entender tudo e até contribuir de alguma forma. Se bem que isso pode ocorrer também com casais de profissões diferentes, quando estão dispostos a ouvir e aprender de verdade sobre o trabalho do outro…

    O importante mesmo é encontrar aquelas características que tornaram a pessoa bem sucedida na profissão que escolheram e ver como elas se aplicariam em um relacionamento, e nesse ponto acho que todos foram muito felizes em seus comentários, já que pontuaram exatamente isso :)

    PS: Por esse “texto” que escrevi aqui em forma de comentário, será que dá pra deduzir a minha profissão?

  43. Edja Silva
    20 de setembro de 2012 - 06:40

    CADÊ O LÉLU? PQ ELE SAIU, EU GOSTAVA DELE :(

  44. Kah
    20 de setembro de 2012 - 10:12

    Sei que o assunto poderia render muitos posts, mas cansa o mesmo tema. Até aqui está bom! Fiquei feliz que na próxima semana será diferente.
    Pedro eu amo publicitários, são pessoas criativas e com quem sempre temos papos interessantes. Cozinheiros também são ótimos, eu cozinho muito e amo ter companhia (desde que não fique achando que eu não sei o que estou fazendo, do tipo que diz: faz assim que é melhor, desse jeito não ficará bom e etc..). Então um publicitário + cozinheiro… aiaiai!!

  45. Rafaela
    20 de setembro de 2012 - 10:17

    Vendo que o Pedro comentou sobre vegetarianas, gostaria de saber o que eles pensam que de mulheres que optam por estilos de vida ou filosofias de vida diferentes, enfim, que seguem algo que não é comum na sociedade, assim como as vegetarianas. Não sei se fui clara e também não sei se já teve um tema parecido…

  46. Iara
    20 de setembro de 2012 - 13:21

    Acho o Pedro muito fofo! hahaha

  47. Jéssica Mendes
    20 de setembro de 2012 - 14:48

    E sobre as liiindas e aplicadas profissionais de direito?? Acho justo saber ;)

  48. Larissa Iten Gomes
    20 de setembro de 2012 - 15:40

    genteeeeee, e as arquitetas?! Choquei!

  49. Vanessa Barreto
    20 de setembro de 2012 - 15:56

    Adoreeei ver o que os rapazes acham das veterinárias, afinal, logo logo (mentira, daqui a uns 6 anos ç.ç) serei uma. Será que meu namorado também pensa assim? Dúvida cruel, kkk Lia linda, seu blog cada vez mais aconchegante vir aqui já virou minha doce rotina. Um beijo grande de uma grande fã ;*

  50. Leticia
    20 de setembro de 2012 - 21:18

    Fisioterapeutaaaa xD

  51. Lais Monteiro
    21 de setembro de 2012 - 09:14

    Jéssica em 19 de setembro de 2012 às 14:54 disse:

    Adorei! Já fiz dois anos de Letras pra ser professora e desisti, ano que vem vou fazer jornalismo e futuramente quero fazer psicologia! É muito legal saber o que os meninos acham das nossas profissões!
    Pedro: Adoro publicitários! São em sua maioria criativos e tem ideias geniais!

    ps: o que aconteceu com o Lelu? =/

    O Lélu fez uma bagunça de comentários no ultimo post de profissões e td mundo ficou brava cm ele.

  52. Cristiane
    21 de setembro de 2012 - 13:05

    Gente, por favor, não usem este termo “design de sobrancelha”. Sei que não é por mal, mas não faz sentido. Uma pessoa dizer que faz design de sobrancelha ofende a todos os anos despendidos não só na faculdade mas no trabalho em projetos, pesquisas, cálculos, desenhos e à busca por ideias criativas, etapas estas muito suadas.
    Assim como não existe engenheiro de bolo, não existe designer de sobrancelha.

  53. Bianca Moralez
    21 de setembro de 2012 - 17:18

    Cadê as arquitetas?! Pode ir ajeitando um “O que eles pensam sobre profissões 4” com arquitetaaas *-*

  54. Vitoria Amorim
    21 de setembro de 2012 - 19:28

    E na área da música?? Uma área tão importante e incrível, vocês esquecem?? Hahaha, pode ser cantoras, produtoras e tal..

  55. Vitoria Amorim
    21 de setembro de 2012 - 19:29

    E quem trabalha na área da música hein??

  56. Jaqueline
    21 de setembro de 2012 - 20:13

    Deve ser tão cool ter um namorado ou namorada designer :)

  57. Clarice
    21 de setembro de 2012 - 23:06

    tá faltando perita criminal hein

  58. sarah
    22 de setembro de 2012 - 14:08

    E as Fonoaudiólogas?

  59. Sandrini Muniz
    22 de setembro de 2012 - 15:14

    Faltou as fisioterapeutas :D

  60. Edilaine
    22 de setembro de 2012 - 16:52

    e as fotografaaaaaaaaaaaas! Por favor *ooo*

  61. Tatiane Dias
    22 de setembro de 2012 - 19:27

    Ah faltou a profissão de Recreacionista. A gente leva alegria pra galera que está hospedada em hotéis,pra galera que está em passeios, viagens e etc… somos nós as toscas que ficam com fantasias ridículas dando hidroginástica!!!! kkkkkk todos os homens odeiam porque a gente viaja o tempo todo para trabalhar, mas era bom eu saber se algum toleraria isso, por que tá difícil!!!!

    Bjoxxxx

  62. Pedro Mainardes
    23 de setembro de 2012 - 19:50

    Não existem heteros quando a barata começa a voar.

    Ray em 20 de setembro de 2012 às 4:02 disse:

    “Eu odeio insetos”. Ihh meninas prestem atenção: o Pedro não vai matar baratas em casa, ein! Hahaha!

    Meu namorado também odeia e já estou internalizando que quem vai ter que se livrar desses bichinhos resistentes a bombas atômicas sou eu, na base do grito, claro, mas acho que tenho menos medo que ele nesse aspecto…

    Quanto às profissões não acho que influenciem diretamente em um relacionamento, mas, por exemplo, quando a profissão dos dois é a mesma (meu caso) pode ajudar bastante no entrosamento do casal, já que quando um estiver falando do trabalho o outro pode entender tudo e até contribuir de alguma forma. Se bem que isso pode ocorrer também com casais de profissões diferentes, quando estão dispostos a ouvir e aprender de verdade sobre o trabalho do outro…

    O importante mesmo é encontrar aquelas características que tornaram a pessoa bem sucedida na profissão que escolheram e ver como elas se aplicariam em um relacionamento, e nesse ponto acho que todos foram muito felizes em seus comentários, já que pontuaram exatamente isso :)

    PS: Por esse “texto” que escrevi aqui em forma de comentário, será que dá pra deduzir a minha profissão?

  63. Julia Rafalski
    23 de setembro de 2012 - 21:46

    Sendo chata inicialmente: psicanalista não é uma profissão.
    Como psicóloga, orgulha de saber que a Psicologia tem 50 anos de profissão registrada e regulamentada no Brasil, posso dizer que ser Psicanalista não tem nada a ver com ser psicólogo, porque a Psicanálise é uma vertente da psicologia que pode ser estudada e praticada sem a necessidade de se ter formação em Psicologia. Logo, não é profissão.
    Acho o máximo esses posts com os meninos, porque alguns esteriótipos aparecem, mas eles sempre trazem coisas novas e engraçadas.

    E não, gente, as psicólogas e os psicólogos, em sua maioria, não ficam analisando os outros enquanto eles falam. Trabalhar de graça não é legal (a não se que seja voluntário…). ;)

  64. Helen
    23 de setembro de 2012 - 22:23

    Adorei o post! Leio todos de “O que eles pensam”. Mas nesse faltou Farmacêutica (pode ser bioquímica ou de farmácia, tanto faz). Beijosss

  65. Renata
    25 de setembro de 2012 - 10:43

    Pudia colocar fotógrafa né Lia? *-*

  66. Thayane
    25 de setembro de 2012 - 15:28

    Adorei ver a Biologia aí…rs

    E ah, garanto que muitas biólogas não gostam muito de insetos, me incluo nisso.

  67. Pedro Mainardes
    25 de setembro de 2012 - 18:01

    Julia Rafalski em 23 de setembro de 2012 às 21:46 disse:

    Sendo chata inicialmente: psicanalista não é uma profissão.
    Como psicóloga, orgulha de saber que a Psicologia tem 50 anos de profissão registrada e regulamentada no Brasil, posso dizer que ser Psicanalista não tem nada a ver com ser psicólogo, porque a Psicanálise é uma vertente da psicologia que pode ser estudada e praticada sem a necessidade de se ter formação em Psicologia. Logo, não é profissão.
    Acho o máximo esses posts com os meninos, porque alguns esteriótipos aparecem, mas eles sempre trazem coisas novas e engraçadas.

    E não, gente, as psicólogas e os psicólogos, em sua maioria, não ficam analisando os outros enquanto eles falam. Trabalhar de graça não é legal (a não se que seja voluntário…). ;)

    Cara,… vc analisou! Reparou?

  68. Ana
    25 de setembro de 2012 - 18:40

    Sou bióloga, e como muitas lendas dizem que é só trabalho em campo e em laboratório, é meia verdade, rs.
    Eu trabalho na área de perita criminal, é a MESMA coisa do que a gente vê nos CSIS da televisão.. Você analisa DNA, faz balistíca, visita a cena do crime, auxilia o legista (ou se preferir em já ser legista). É muito legal, e a cada trabalho uma novidade! Fui convocada para fazer um curso em Miami, no Centro de Criminalistica de lá, e estou de mala pronta! :D

  69. Larissa
    25 de setembro de 2012 - 20:15

    e professora???

  70. vanessa
    01 de outubro de 2012 - 19:27

    Ainda acho que deveria ter mais uma parte do “o que eles pensam sobre – profissões” e colocar Farmacêuticas ( minha futura profissão), enfermeiras e químicas ! haha

  71. Babi
    14 de outubro de 2012 - 18:54

    E as Farmacêuticas?? Coloca no próximo por favor Lia!
    ;*

  72. Maria Gabriela
    30 de outubro de 2012 - 13:07

    Arquitetas pfv??

  73. Monalisa
    16 de novembro de 2012 - 09:49

    bioloooogia *-* fiquei super empolgada quando eu vi, mas desanimei com a opinião dos meninos :/ haha
    poxa, as biólogas são lindas, inteligentes e entendem dos mais variados assuntos! tô cursando e me formo em 2 anos, é a melhor profissão que pode existir! haha

  74. Rafa
    26 de dezembro de 2012 - 20:56

    Médicas?

  75. Dani
    07 de janeiro de 2013 - 21:09

    Quero ver o que eles pensam sobre as farmacêuticas!

  76. Paula
    16 de fevereiro de 2013 - 12:27

    Eu quero fazer biologia e, mesmo não sendo especialista nesta área ainda, acho que o julgamento como ‘trabalho de campo’ ou ‘mexer com insetos’ ou uma ‘profissão normal’ (aliás, profissões consideradas normais são aquelas que há em toda parte, que estão envolvidas diariamente no núcleo social, como dentistas e professoras, por exemplo – claro, sem desmerecer essas profissões) é algo muito estereótipo de se dizer, já que biologia não se trata apenas disso, não acham? … Mas ok.

8assista Just Lia TV no youtube9
Outros vídeos
8siga @liacamargo no instagram9