Estilo
37 Comentários

Aqui em casa o Dani tá trocando a estante por um rack (delírio de homem que gosta de tv grande), então enquanto não chega, as coisas estão fora do lugar. Aproveitei a bagunça pra usar essa paredinha e fazer o look de hoje ali na sala mesmo! O dia foi corrido e usei essa roupa pra um trabalho do blog, só cheguei de noite quando não tinha mais sol pra fotografar na rua.

Trouxe essa camisa sem manga de bolinhas da viagem, achei super fofa e levinha, boa pra dia quente. Mas fiquei um pouco chateada porque ela amassa demais! Passei direitinho antes de sair de casa e quando cheguei no compromisso, o cinto do carro já tinha deixado ela toda marcada. O que minhas colegas donas de casa fazem, hein? A Claudinha postou no Insta dela esses dias um steam da Arno que pareceu bem prático, mas fico com medo de comprar e ser só mais uma tranqueira, sabem?!

lookdodia324

• Camisa sem manga com bolinhas Zara
• Calça skinny verde oliva Zara
• Alpagata com pedraria Via Mia
• Colar com cristal Accessorize
• Bolsa matelassê nude e branca com alça de corrente Corello (tem preta e dá pra comprar online!)
• Pulseiras com coração H&M
• Relógio dourado Casio

lookdodia324-2

lookdodia324-pulseira

lookdodia324-bolsa

lookdodia324-alpargata

lookdodia324-retrato

Não tem cenário, mas tem Kitty! ihihih :D

Agito
65 Comentários

logo-lucarnitiAntes de voltar a falar um pouco mais sobre o desafio de organizar um casamento, quero dizer que li todos os comentários da postagem anterior e no Facebook também – obrigada a todos pelo carinho! Lendo os comentários percebi que muitas leitoras disseram ter dúvidas sobre como dimensionar o casamento. Por isso, antes de falar sobre o local da festa, achei melhor falar um pouco mais sobre isso.

A dimensão do casamento depende de basicamente um fator: grana. É super importante que os noivos definam o quanto podem ou querem gastar, e para isso é preciso identificar os principais fatores que influenciam diretamente no preço final da festa.

liaedani-001

Número de convidados

Uma leitora perguntou o quê de fato define que um casamento será um mini wedding, e a resposta é simples: especificamente para esse conceito o que define é número de convidados – no máximo 80. Isso porque a ideia do mini wedding está diretamente relacionada à quantidade de pessoas, e não ao valor investido na festança. Por exemplo: um mini wedding para 80 pessoas com um serviço de alimentação requintado pode custar muito mais caro do que uma festa para 200 pessoas com um serviço de coquetel apenas. Por isso não dá para usar o valor investido como parâmetro para a definição do formato.

O número de convidados influencia diretamente no orçamento. Todos os serviços dependem dessa informação para calcular o preço. O buffet, os convites, as lembranças, os doces, o bolo: todos utilizarão o número de convidados para precificar seus serviços. Até fotografia e filmagem fazem esse cálculo, sabiam? Isso porque para uma festa com 80 convidados a equipe e o equipamento são diferentes dos utilizados em casamentos para 300 pessoas, por exemplo.

No caso da Lia e do Dani, a opção por mini wedding não foi exatamente por causa da questão financeira, mas sim por um desejo dos dois de realizar uma celebração bem intimista e reservada apenas para a família. Mas isso não faz com que a celebração seja menos especial ou detalhista, os dois estão participando ativamente da escolha de TUDO! Acho isso o máximo, porque o casamento é deles e nada mais certo do que tudo ter exatamente o estilo dos noivos.

casamento-convite

O Local

O ideal é que a cerimônia seja feita na cidade onde pelo menos um dos noivos (ou uma das famílias) mora. Fazer um casamento em uma cidade diferente pode acarretar custos extras como hospedagem e traslado dos convidados. Se for inevitável escolher uma cidade diferente, os noivos devem considerar arcar com esses custos extras ou, caso contrário, deixar bem claro aos convidados que eles terão que desembolsar mais uma graninha além do presente, da roupa, do make & hair etc.

Casamentos com cerimônia na igreja e recepção em um buffet tem o valor duplicado de locação do espaço e decoração. Caso o bolso dos noivos suporte isso, ótimo. Caso os noivos não se importem tanto em realizar a celebração numa igreja ou templo e a ordem seja economizar, vale a pena pensar em fazer a cerimônia e a recepção no mesmo lugar. Hoje em dia os principais buffets já tem uma área destinada às cerimônias e oferecem uma estrutura mínima para isso.  E os principais líderes religiosos, que antigamente não costumavam realizar casamentos fora de seus templos, também já se adaptaram à realidade atual. O cerimônia de casamento da Lia e do Dani será no mesmo local da recepção, o que é também bastante cômodo para os convidados.

liaedani-004

O buffet

O tipo de alimentação que será servido aos convidados influencia, e muito, no valor final da festa. Na verdade, a gastronomia é um dos itens mais caros no orçamento de um casamento. Por isso, definir qual será o tipo de serviço e o que será servido é uma das primeiras decisões a serem tomadas.

Se a grana estiver curta, uma boa solução é servir montar uma linda mesa de doces e servir o tradicional bolo e champanhe. Não fica caro e pode ser feito no salão da igreja onde acontecer o casamento ou no jardim de casa, por exemplo. E para aqueles que acham que “fica chato só servir isso”, uma dica: melhor fazer algo mais simples porém bem feito, do que querer fazer algo maior do que o possível e fazê-lo de qualquer jeito.

Agora, se dá para investir um pouco mais na comida, as opções são muitas e também variam muito o preço: coquetel, festival de massas ou risotos, almoços, jantares... Hoje o mercado de alimentação para casamentos é vasto e riquíssimo de opções – tem para todo tipo de gosto e de bolso. A Lia e o Dani optaram por realizar a cerimônia e a recepção em um bistrô muito charmoso em São Paulo. Eles degustaram cada item do menu e escolheram a dedo desde os drinks até o ponto de cozimento do peixe. Em outro post falarei mais sobre isso. :)

casamento-buffet

Os demais serviços

Para dimensionar um casamento de forma adequada é preciso considerar, também, o valor que será investido nos demais serviços: decoração, fotografia, filmagem, doces, bolo, vestido da noiva, roupa do noivo, lembrancinhas, lua-de-mel, dia da noiva, DJ ou banda, sonorização, gerador de energia, locação de móveis etc. etc. etc. e mais uns 3 etc. É preciso detalhar muito bem, item por item, o que se terá de gastos. Por isso, eu sempre digo que é preciso pesquisar muito bem os fornecedores e ter algumas opções e orçamentos para escolher. E defina seu critério: custo do serviço ou qualidade. Nem sempre o mais caro é o melhor, mas quase sempre o melhor não é o mais barato.

casamento-servicos

Afinal, quem paga o quê?

Nos costumes do Brasil, a família da noiva paga a festa e a família do noivo assume a lua-de-mel. Mas hoje isso não é mais uma regra e cada dia mais vemos noivos que acabam assumindo boa parte dos custos da celebração. Se os pais forem pagar a festa, o ideal é que haja um consenso entre os envolvidos, de modo que todos estejam confortáveis com as definições: tanto os pais que estão bancando, quanto os noivos que são, de fato, o motivo da festa. No caso de os noivos arcarem com os custos, o ideal é que haja um acordo prévio sobre o valor a ser investido e como arcarão com a despesa. Isso depende muito do modo como o casal leva a vida financeira: alguns mantém as rendas separadas, outros juntam a grana e tem um orçamento único. Seja como for, a regra de ouro para isso é: o combinado não sai caro. Deixem sempre tudo muito claro e lembrem-se de que um passo maior do que a perna pode levar a um tombo. E ninguém quer começar uma vida a dois tendo que se reerguer, né?

liaedani-002

“MAIM MIM COVIMDA KI EO JA TO PIRONITU PA TI LEIVAI PUR AUTAIRI PAR VOSSE CAZA CO PAPAIM!!111″
Tippy Camargo

casamento-tippy

Contatos Lu Carniti Consultoria em Eventos: [email protected] e lucarniti.com.br

 Imagens Shutterstock (talheres e prato + detalhes + arabescos +convidados + coração)

Leitura
47 Comentários

just-lia-em-hq-003

… porque não basta dormir na sua cama, tem que pular em cima de você, amassar pão na sua cabeça, sentar na sua cara e roubar seu travesseiro.

Mimmy e Kitty

Mimmy e Kitty

 Arte por Dinoleta

Estilo
45 Comentários

Estou precisando de um novo chinelo? NÃO! Sou uma centopeia? NÃO!

Hoje essas perguntas não foram suficientes pra despertar minha vergonha-na-cara e eu trouxe mais um par de Havainas pra casa. Como resistir a chinelos do Cheshire Cat de “Alice no País das Maravilhas” da Disney?! COMO COMO COOMOOOMMM??!?! E ainda por cima nesse tom de pink? Afff! ♥

havaianas-cheshire-cat-001

havaianas-cheshire-cat-002

havaianas-cheshire-cat-003

havaianas-cheshire-cat-004

havaianas-cheshire-cat-005

Foi uns R$31 na loja própria da Havaianas, vi no Insta da Tay, invejei e copiei! E também tem do Bambi, do Mickey e do Pato Donald! Nhooimmm pra esse Bambi verde de língua de fora!

havaianas-disney

OBS: A pelúcia eu trouxe da Disney!

Página 9 de 396789101112