Estilo
14 Comentários

As Cut Out Boots nada mais são do que botas com recortes. Elas foram lançadas lá em 2011 num desfile de primavera/verão da grife Balenciaga. Desde então, várias marcas pegaram a ideia ~emprestada~ para fazer algo parecido nos seus calçados. As botas, que são naturais no inverno, começam a ficar mais acessíveis para o verão, principalmente por causa dos recortes que permitem uma certa “ventilação” nos pés.

Como falei acima, a vantagem dessas botas é que elas servem tanto para estações quentes quanto frias, já que são versáteis e funcionam com várias composições diferentes. Elas costumam vir com canos baixos e saltos camaradas, mais baixos e grossos, daqueles que não são impossíveis de usar. Por isso, combinam também com o nosso dia a dia corrido. As botas contrastam muito bem com roupas de tecidos mais leves, mas dão super certo com calças com a barra dobrada.

Ainda estou procurando uma dessas para chamar de minha e vocês? Gostam?

Onde Comprar: vocês encontram versões na Renner, C&A, Zara, Youcom, Schutz, Arezzo, Dumond, Luiza Barcelos… o bom é que agora, várias lojas estão em liquidação. Vai dar para encontrar essas botas num valor mais amigo.

1. Cut out Boots com Vestido

Continue Lendo >>

Estilo
23 Comentários

Preparadas para mais um post sobre a história de um calçado bastante famoso? Hoje o nosso assunto é: Keds! Vocês sabiam que eles foram o primeiro tênis de lona com solado de borracha do mundo? Sim, antes de qualquer Vans ou All Star. Ele foi lançado em 1916 (!) pela U.S. Rubber Company.

keds-001

Meu amor eterno! <3

Existem duas boas histórias para contar sobre ele. A primeira: antes de se tornar Keds, a empresa queria lançá-lo com o nome Peds, por causa da palavra “pé” no latim, mas já estava registrada. Então, a dúvida ficou entre dois nomes, KEDS ou VEDS. O motivo da escolha por Keds é simplesmente pela sua sonoridade. O som do K é mais mais marcante.

A segunda história é relacionada ao nome sneakers, que foi lançada numa campanha publicitária da marca. A palavra “sneak”, em inglês, quer dizer espiar, esgueirar. Por causa do solado de borracha, os tênis eram silenciosos, logo, ideais para ~espiar~. Daí vem o nome sneakers para todo tênis com o mesmo solado. O solado de borracha para a época era um conceito muito inovador. Até então, os calçados eram feitos com solado de couro. A nova abordagem era mais confortável, maleável e até atlética, e combinava bastante com o estilo de vida dos americanos.

keds

Marilyn Monroe, Audrey Hepburn e Jacqueline Kenedy

A marca se tornou bastante conhecida por causa de seu modelo Champion, o modelo básico na cor branca, que era perfeito para um momento de descontração. Ele virou o ícone do Keds. Em 1926, a marca lança o Triumph, que fez o casamento perfeito entre a moda e o esporte. Na época, o modelo foi bastante utilizado por esportistas e atletas de vários tipos, dando o apelido ao calçado de “sapato de campeão”.

Durante as décadas seguintes, ele caiu cada vez mais no gosto do público. Da segunda metade do século XX para frente, os tênis foram usados por celebridades como Audrey Hepburn, Marilyn Monroe e Jacqueline Kenedy, além de ser pauta para várias revistas de moda, como a Vogue. Difícil não se tornar um clássico americano depois disso, né? E para alavancar ainda mais esse sucesso, em 1987, a atriz principal (Jennifer Grey) aparece em várias cenas no filme Dirty Dancing usando um par de Keds branco.

dirty-dancing

Dirty Dancing – assista à cena aqui!

Ok, ok. Agora que vocês já conhecem um pouco sobre a história do Keds, que tal ideias de como usá-lo? Olha, eu sou muito suspeita para falar dele, porque adoro. Para mim, ele é o mais versátil e delicado tênis de todos (se compararmos com All Star e Vans, por exemplo), porque ele é o único que você conseguirá usar sem meia sem precisar machucar os pés. Sem a meia, a combinação Keds + vestidos/saias/shorts fica perfeita. Sem contar que ele com uma calça cropped também fica incrível.

Outra coisa que adoro nos Keds é que eles possuem inúmeras cores, estampas e estilos para agradar qualquer um. E eles não poderiam ter acertado mais na parceria com a Taylor Swift – cada modelo mais fofo que o outro. Um bom calçado para usar em qualquer hora do dia, em qualquer estação e sem medo de estar confortável. :)

Onde comprar: Kanui, Dafiti, Menina Shoes, OQVestir, Alex Shoes, Artwalk, Blackboots e Loja Vírus. Ooooou você pode localizar no site a loja mais próxima da sua casa.

1. Keds com Short

keds-002

LE | IDA | JOANA | STACEY

Continue Lendo >>

Estilo
5 Comentários

Quem quase teve um troço no jogo Brasil x Chile coloca o dedo aaaqui! O que foi aquilo, gente? Anotaram a placa? Bom, pelo menos, ainda temos mais tempo para ver a seleção jogando e, consequentemente, usar as cores verde e amarelo. Haja criatividade pra tanta composição, hein? Hahaha! Trouxe esse post para mostrar pra vocês que, talvez, essa possa ser uma combinação que também funcione fora da Copa (será?).

Se você é uma torcedora fajuta como eu, provavelmente não tem uma camisa da seleção brasileira no armário. Mas, claro, sempre conseguimos nos vestir à caráter com as peças que temos no nosso guarda-roupa. Seja juntando acessórios amarelos com um short verde, um blazer verde com uma saia amarela e assim por diante. No final das contas, o que vale é não deixar a comemoração passar em branco (e, sim, em verde e amarelo, hehe). O importante é adaptar seu look ao local no qual você irá assistir ao jogo. Claro que um salto muito alto vai ser um empecilho se estiver na praia de Copacabana, por exemplo, mas talvez possível se for em um bar mais vazio e aconchegante.

Muitos dos looks abaixo são de blogueiras gringas. Elas aderiram ao color blocking e saíram com as cores por aí, apesar de não ser uma combinação tão comum e nada óbvia fora do nosso contexto de Copa do Mundo. Por isso, quero saber de vocês: quem usaria o verde e amarelo fora da época dos jogos?

1. Looks com Short

verde-e-amarelo-002

DAYANNE | TAIDJE | ALEXANDRA | CHESLEY

Continue Lendo >>

Estilo
13 Comentários

Há muita história por trás dos calçados que usamos. A prova disso são os posts presentes no nosso Como Usar. A maioria deles é recheada de cultura, como nos posts sobre All Staralpargatas, botas de cowboychelsea boots, coturnos e creepers. Por isso, não poderia ser diferente agora, nesse post sobre os tênis da Vans. :)

Tudo começa em 1966, em Anaheim, Califórnia. Paul Van Doren tinha deixado seu bem-sucedido trabalho (como vice-presidente executivo de uma marca de sapatos) para inaugurar uma loja própria de calçados, junto com seu irmão James Van Doren e mais dois amigos. No seu primeiro dia de funcionamento, a loja conseguiu vender 12 pares de Deck Shoes (hoje conhecidos como Vans Authentic). Em um ano e meio, a Van Doren Rubber Company, como era nomeada na época, já possuía 50 unidades.

Stacey Peralta

Em 1975, dois skatistas – Tony Alva e Stacey Peralta – quiseram fazer modelos customizados. Foi aí que nasceu o #95 (atual Vans Era), com diferentes combinações de cores e a parte acolchoada no tornozelo. Muito popular entre os skatistas, essa foi a primeira vez que a famosa frase “Off the Wall” apareceu em um calçado da marca. O tênis, com seu solado vulcanizado, ajudava na aderência para efetuar manobras. O apelido dado pelos usuários, Vans, virou o nome oficial da marca tempos mais tarde.

No ano de 1979, a Vans introduziu um novo modelo ao mercado, o #44, também conhecido como slip-on. Ele se tornou bastante popular entre os ciclistas de BMX, já que o modelo não possuía cadarço e por isso não atrapalhava nas pedaladas. A partir da década de 1980, a marca foi bastante usada pelas tribos punk rock e hard rock, o que a tornou em praticamente em um símbolo da geração. O filme Picardias Estudantis (1982), com Sean Penn, também ajudou a impulsionar a sua popularidade, transformando o tênis slip-on xadrez em um clássico da Vans.

output_u8qxze

Ufa! Depois de saber tanto sobre a história da Vans, tá na hora de ter ideias de como usar, não é mesmo? Bom, dá pra usar Vans com tudo! Saia, vestido, calça, short. Ainda mais por causa dos inúmeros modelos e estampas diferentes presentes no mercado. Que vontade de fazer uma coleção, hahah! A marca tem costume de fazer edições especiais com bandas, personagens e até ONGs e associações, então, opções é que não irão faltar.

O calçado dá super certo com looks mais despojados, com jeans e camiseta. Mas acho que a combinação com saia é a mais inusitada e bonita, justamente por fazer esse contraponto entre o feminino e o “street”. Sem contar que ele é versátil e super se encaixa no nosso dia a dia do tipo preciso-de-conforto de faculdade, colégio, trabalho, ônibus, metrô… É legal também fazer um charminho com a calça jeans dobrando a barra, para o tênis aparecer mais.

Onde Comprar: online, você encontra na House of SneakersLoja Vírus, ConvexoArtwalk e Lord. Além disso, você ainda pode customizar os seus. No Youtube, existem vários vídeos com ideias bem legais pra dar um up no tênis.

1. Vans com Short

vans-002

JULIA | SAMII | MADELINE | JULIA

Continue Lendo >>

Página 1 de 551234567